terça-feira, 25 de agosto de 2020

Corpo localizado boiando no lago Alto Bela Vista deve ser de rapaz desaparecido em Capinzal; legista encontra lesão na cabeça

 



Concórdia – Familiares de Orlei Lopes Duarte, 25 anos, devem fazer nas próximas horas o reconhecimento do corpo que foi encontrado boiando no lago da Usina de Itá, na região de Linha Estreito, interior de Alto Bela Vista. De acordo com as informações do médico legista, Ronaldo Freitas, uma tatuagem deverá ajudar na identificação, já que o corpo está em avançado estado de decomposição.

Orlei Lopes Duarte está desaparecido desde do dia 12 de junho, uma sexta-feira, quando saiu mais cedo da empresa que trabalhava e desde então não mais tinha sido visto. O rapaz é natural de Marcelino Ramos, porém morava há 12 anos em Capinzal.

Buscas foram feitas, porém Orlei não tinha sido localizado. O carro dele foi encontrado no Contorno Viário em Linha Galdina, interior de Campos Novos. O VW/Santana estava abandonado e dentro uma mochila com uniforme e crachá da empresa que ele trabalhava.

Conforme o médico legista, tudo indica que trata-se do corpo de Orlei, mas será necessário o reconhecimento por parte dos familiares através da tatuagem.

CAUSA DA MORTE

A Polícia Civil deverá apurar mais detalhes sobre a situação que envolve a morte do rapaz. Não se descarta a possibilidade de homicídio, mas somente a polícia poderá dar os encaminhamentos oficiais através de inquérito policial que foi aberto a partir do seu desaparecimento.

Na necropsia foi possível encontrar um ferimento perfuro-contundente na cabeça. Como o corpo estava em avançado estado de decomposição foi possível apenas verificar esse ferimento mais aparente. Um laudo detalhando a necropsia deverá ser entregue à Polícia Civil.

Fonte: Atual FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário