domingo, 12 de julho de 2020

Santa Catarina divulga mais 26 mortes por coronavírus, maior número desde o início da pandemia

O Governo de Santa Catarina divulgou mais 26 mortes por coronavírus, o maior número em um único boletim desde o início da pandemia no Estado, na noite deste sábado (11). Destas, 21 ocorreram nesta semana, entre terça-feira (7) e sábado, e as outras cinco são registros que ainda não haviam entrado no sistema do Governo do Estado.

Com isso, o Estado contabiliza 485 mortes de moradores que contraíram a doença nos últimos 122 dias, desde que os primeiros casos foram confirmados. 

O boletim deste sábado também mostrou que 42.026 pessoas já foram diagnosticadas com Covid-19 em Santa Catarina, um aumento de 1.920 em relação ao boletim de sexta-feira. Há 7.783 pessoas em tratamento, o maior número registrado desde março.

Joinville é a cidade com a maior quantidade de infectados, contabilizando 3.385 casos, e também é o local com mais pacientes ativos, com 905, e com maior número de mortes pela doença, 54 — três delas foram divulgadas no boletim deste sábado. As internações mais do que dobraram na cidade nos últimos nove dias na cidade e, nesta semana, a rede pública de saúde ficou sem vagas de UTI para Covid-19.

Na sequência, Blumenau é a segunda cidade catarinense com maior número de casos confirmados (2879), seguida por Chapecó (2845), Balneário Camboriú (2567), Itajaí (2327), Florianópolis (2041), Concórdia (1481), Palhoça (1258), Criciúma (1153) e São José (983).

Itajaí se mantém como a segunda cidade com maior número de mortes, com 51 óbitos registrados. Neste sábado, a colunista Dagmara Spautz, do NSC Total, informou que a prefeitura de Itajaí alugou um contêiner frigorífico para servir de necrotério durante a pandemia.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina é de 68,8%. Isso significa que, dos 1.376 leitos existentes no estado, 430 estão vagos e 946 estão ocupados, sendo 362 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus.


Fonte:NSC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário