quinta-feira, 23 de julho de 2020

Sobe para nove o número de regiões em estado gravíssimo em SC; veja quais são

Testes rápidos em Florianópolis
A nova versão da classificação de risco da pandemia em Santa Catarina, divulgada pelo Secretaria de Estado da Saúde na noite de quarta-feira (22), traz nove regiões em estado gravíssimo, o mais alto nível de alerta. São duas a mais do que na semana passada, indicadas em vermelho no mapa.Mapa de risco do coronavírus em SC


Subiram de nível grave, na última semana, para gravíssimo, as regiões Oeste, Meio Oeste e Extremo Sul. Também estão nessa condição a Grande Florianópolis, Nordeste (Joinville), Médio Vale do Itajaí (Blumenau), Foz do Itajaí-Açu, Xanxerê e Carbonífera.

A situação é melhor, em comparação com a semana passada, para a região de Laguna, que desceu de nível gravíssimo para nível grave. Nessa mesma classificação estão o Alto Vale do Itajaí, Serra, Alto Vale do Rio do Peixe, Planalto Norte e Alto Uruguai. Apenas o Extremo Oeste está em nível alto de risco – o de menor gravidade na atual avaliação.

Dos quatro quesitos avaliados - índice de isolamento social, ampliação dos leitos de UTI, testagem da população e fluxo de atendimento – o isolamento social é o ponto mais delicado no Estado. Está em nível gravíssimo em praticamente todas as regiões, exceto o Extremo Oeste, onde o nível é grave.No último domingo (19), por exemplo, o nível mais alto de isolamento social no Estado foi registrado no Médio Vale do Itajaí, com 53,8%. Em 12, das 16 macrorregiões do Estado, esteve abaixo de 50%.

Santa Catarina chegou registrou 3.081 novos casos de coronavírus nesta quarta-feira. O Estado tem 59.558 registros, e 764 óbitos. A taxa de letalidade é de 1,28%.

Fonte: NSC

Nenhum comentário:

Postar um comentário