quarta-feira, 1 de julho de 2020

Celesc registra o maior dano da história, após ciclone deixar 1,5 milhão de casas sem luz em SC

 Mais de 1,5 milhão de unidades consumidoras ficaram sem energia depois da passagem de um ciclone extratropical que atingiu várias regiões de SC nesta terça-feira (30). A extensão e os danos provocados fizeram a Celesc afirmar que este foi o maior dano da história da rede elétrica catarinense.

Árvores, postes e placas caíram sobre a rede elétrica em várias cidades, provocando graves problemas no abastecimento de energia. “Embora estivéssemos preparados para a passagem do Ciclone com equipes de sobreaviso, os danos foram muito significativos”, informou a companhia em uma postagem nas redes sociais nesta quarta-feira (1).

Trabalhos para normalizar o abastecimento

Segundo a Celesc, 300 equipes estão trabalhando para recuperar o sistema, com cerca de 1,3 mil pessoas envolvidas. “Mas o trabalho exige retirada de material pesado das redes e a previsão é que seja estendido por alguns dias em determinadas localidades”, informou.

As rajadas de vento provocaram ainda o rompimento de cabos de fibra ótima, “o que impossibilitou a recomposição automática do sistema e a comunicação de consumidores com o call center. Não foi possível identificar os locais com defeito na rede de distribuição. A única forma de comunicação dos consumidores é através do aplicativo Celesc”.

Orientação

A orientação da Celesc é que as pessoas fiquem em casa e não se aproximem de locais próximos a redes elétricas para evitar acidentes.

A expectativa da Celesc é recompor 90% do sistema até o fim desta quarta-feira (1). 

Fonte: Com informações do Diário do Iguaçu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário