segunda-feira, 27 de abril de 2020

Erval Velho tem 30% de percas na agricultura devido à estiagem


Além da pandemia do novo Coronavírus, há uma grande preocupação com o abastecimento de água em Erval Velho , tanto na cidade quanto nas comunidades do interior já que as percas na agricultura são grandes.

A estiagem que se prolonga em Santa Catarina, afeta gravemente o setor do agronegócio ervalhense que corresponde por 70% da arrecadação do município.

Diante disso, a Secretaria de Agricultura juntamente com a EPAGRI e Defesa Civil, fez um levantamento de perdas e prejuízos causados pela estiagem.

Em consequência da falta de chuvas, está sendo verificada a escassez  de água subterrânea, dos rios, açudes e reservatórios.

O Diretor de Agricultura, Sr. Gelson Dalmédico relatou:''Esse desabastecimento de água para a população e para os animais acarreta significativas percas agropecuárias, produção de grãos, leite e outros itens de produção do campo''

Na área rural, cerca de 90% das comunidades são abastecidas por poços artesianos e 10% por fontes naturais. Segundo Gelson, pode-se observar uma diminuição de 40% da capacidade dos poços e ainda fontes naturais que pararam de produzir, açudes e rios secos.

A produção da agricultura, pecuária e produção de leite aproximadamente 30% de perca.

De acordo com o Diretor Gelson, Erval Velho deixou de produzir ose seguintes números de acordo com cada produto:
  • Milho: 180 Mil sacas;
  • SOJA: 33 Mil sacas;
  • LEITE: 19.500 Litros por dia, totalizando 585 Mil Litros de leite por mês;
  • GADO DE CORTE: Aproximadamente 76 Mil quilos que foram deixados de produzir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário