quinta-feira, 30 de abril de 2020

Joaçaba: Base dos Bombeiros no aeroporto volta a funcionar

Moradores dos bairros da chamada ‘cidade alta’ de Joaçaba voltam a contar com o atendimento mais próximo do Corpo de Bombeiros. É que a unidade, que esteve fechada por um longo período, voltou a operar em meados de fevereiro.

Segundo informações do Comandante da Companhia de Joaçaba, Capitão Bombeiro Militar Ilton Schpil, a reabertura da unidade foi possível em função de ajustes internos que possibilitou o remanejamento de mais Bombeiros para o setor operacional. Ainda segundo Schpil, no momento, em função da pandemia do coronavírus, para evitar aglomerações e considerando que a unidade dos Bombeiros na Avenida Caetano Branco tem menor espaço físico, todos os serviços operacionais foram transferidos para base do aeroporto. Desta forma, apenas a base do aeroporto está em atividade no momento. A base sediada na Caetano Branco deve voltar a operar quando a situação do coronavírus estiver normalizada.

A importância da volta dos Bombeiros a esta unidade foi comentada em recente sessão da Câmara de Vereadores de Joaçaba pelo vereador Almir Pastori que falou da importância de que esta região, e também a BR 282 passem a contar novamente com este serviço.

Fonte:Com informações Adriana Panizzi/Ascom Câmara de Vereadores de Joaçaba

Governo do Estado confirma 2.085 casos e 46 mortes por Covid-19

O Governo do Estado informou que há 2.085 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Santa Catarina. O dado foi divulgado por meio de entrevista coletiva nesta quarta-feira, 29, concedida pelo governador Carlos Moisés. A Covid-19 já causou 46 mortes no estado desde o início da pandemia. Os dois registros mais recentes são de homens moradores de Concórdia e Ituporanga, de 46 e 61 anos, respectivamente. Ambos faziam parte dos grupos de risco.

São Bernardino e São Martinho passaram a figurar na lista dos municípios que já têm pelo menos um caso confirmado, que agora tem 122 cidades. No topo está Florianópolis, que soma 336 casos. Em seguida, estão Blumenau (200), Joinville (173), Criciúma (119), Braço do Norte (94), Balneário Camboriú (93), Itajaí (86), Camboriú (68) e Concórdia (62).

Santa Catarina está com 91 pacientes internados nas redes pública e privada em leitos de unidade de terapia intensiva (UTI), entre casos confirmados de infecção por coronavírus (64) e suspeitos (27). Atualmente, o Estado está com 403 leitos de UTI reservados para pessoas com Covid-19 pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A ocupação é de 13,9%. A recuperação evoluiu bem para 192 pacientes que deixaram a UTI e foram para leitos de enfermaria.

Fonte: Governo de SC.

PRF apreende 250 mil maços de cigarros contrabandeados em Erval Velho

Na quarta-feira, 29, por volta das 18h30, policiais rodoviários federais flagraram um ônibus paranaense carregado de cigarros na BR 282, município de Erval Velho-SC.

Os policiais viram o veículo parado no acostamento com dois masculinos próximos. Quando realizaram a aproximação, os dois masculinos correram para a mata e não puderam ser capturados.

No interior do ônibus os policiais encontraram as caixas contendo 250 mil maços de cigarros contrabandeados.

O veículo junto com a carga foi entregue na Receita Federal de Joaçaba.

Fonte:Nucom PRF

quarta-feira, 29 de abril de 2020

Moisés fala sobre compra de respiradores fantasmas por R$ 33 millhões






O governador Carlos Moisés (PSL) se pronunciou pela primeira vez nesta quarta-feira (29) após a denúncia da compra de respiradores fantasmas por R$ 33 milhões. Conforme Moisés, a partir do momento em que o governo soube do fato, foi solicitado ao secretário da Saúde, Helton de Souza Zeferino, que fosse instalada uma sindicância para apurar todas as compras realizadas no Estado desde o início da pandemia.

Com isso, conforme o governador, foram instaladas duas sindicâncias: uma para avaliar a situação dos respiradores, e outra para as compras vinculadas ao evento da pandemia.

O procurador-geral de Santa Catarina, Alisson de Bom Souza, o delegado-geral de Polícia, Paulo Koerich, o controlador geral do Estado, Luiz Felipe, e o secretário da Saúde estiveram ao lado de Moisés no pronunciamento.

A PGE (Procuradoria-Geral do Estado) entrou no processo para garantir, por meio de medidas judiciais, que não haja nenhum prejuízo aos cofres públicos de Santa Catarina, afirmou Moisés.

Foi acionada a Polícia Civil, que instaurou um inquérito para averiguar responsabilidades criminais referentes ao fato.
Procedimento “não é indicado pelo governo”

Sobre o motivo de o governo ter pago antecipadamente pelos respiradores, o governador afirmou que este não é um procedimento indicado no Estado. “Essa questão [antecipação de pagamento] será respondida pela sindicância e pelo inquérito policial”, afirmou.

“Primeiro recebe-se o bem, certifica-se as condições de entrega. Isso precisa ser esclarecido nos autos da investigação que será instaurada agora”, pontuou Moisés.

O governador citou a importação de equipamentos da China que o governo realizou, e que devem ser entregues no final de maio. “Esse processo não teve pagamento antecipado, por isso nos causa estranheza”, explicou.

O governador confirmou que a empresa Veigamed, do Rio de Janeiro, não entregou os equipamentos. Mas que ainda estaria na “expectativa de recebe-los, ou que haja a restituição para que não se caracterize uma lesão aos cofres públicos”.

“Todas as medidas cabíveis nos âmbito administrativo, cível e criminal serão tomadas pelo governo de Santa Catarina”, afirmou o governador.

O delegado-geral Paulo Koerich afirmou que, concluído o inquérito, será remetido ao Poder Judiciário e ao Ministério Público para as “devidas providências”. “Todos os princípios que não foram cumpridos serão devidamente apurados”, afirmou.

Moisés finalizou o pronunciamento reforçando o pedido para “quem puder” continuar em casa e seguir tomando as medidas de prevenção à Covid-19. “Este é um compromisso de transparência”, finalizou.

Fonte: NDmais

CORONAVIRUS: ERVAL VELHO

Nenhuma descrição de foto disponível.

Luzerna confirma 1° caso de Coronavírus


Foi confirmado na manhã desta quarta-feira (29) o primeiro caso de Coronavírus no município de Luzerna. A Secretaria de Saúde não informou a idade e nem a faixa etária. A pessoa fez o exame em laboratório particular. O resultado saiu ontem à noite. A Secretaria está fazendo trabalho de rastreamento com os demais membros da família e adotando as demais medidas recomendadas.

Fonte: Rádio Catarinense.

MP de Contas pede suspensão da compra dos respiradores pelo Governo de Santa Catarina

O Ministério Público de Contas de Santa Catarina (MPC/SC) protocolou, nesta terça-feira (28),  representação junto ao Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE/SC) pedindo a" imediata suspensão" da compra polêmica 200 respiradores que custaram R$ 33 milhões e que ainda não foram entregues. O MPC quer a suspensão do processo de dispensa de licitação 754/2020 e do contrato firmado pela Secretaria Estadual de Saúde. A denúncia é do site The Intercept Brasil.

Como medida preventiva, o MPC pede a suspensão do processo e do contrato, a devolução dos valores pagos antecipadamente, a realização de diligências para possível tomada de contas por parte do TCE/SC e compartilhamento das informações com o Ministério Público de Santa Catarina. 

"As denúncias por parte da imprensa são muito graves e precisam ser apuradas com urgência. Até que se esclareçam os fatos, precisamos garantir que esse dinheiro retorne aos cofres públicos. Por isso, decidimos protocolar Representação junto ao TCE com pedido de liminar para suspender os efeitos da dispensa de licitação e, consequentemente, do contrato", explica a Procuradora-Geral de Contas, Cibelly Farias.

Fonte: NSC.

Caminhoneiro morre em acidente na BR-470 em Campos Novos

Um acidente fatal foi registrado na tarde desta terça-feira (28) na BR-470 em Campos Novos. A ocorrência foi por volta das 16h no km 357,7 da rodovia federal. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal o fato envolveu uma carreta Scania com placas de Carazinho (RS) que saiu de pista. O condutor, de 47 anos, morreu no local. O acidente ocorreu no sentido a Barracão (RS). O Instituto Geral de Perícias (IGP) foi mobilizado para fazer a remoção do corpo do condutor ao IML.

Fonte: Michel Teixeira.

Bandidos armados assaltam Posto de Combustíveis em Erval Velho

Um assalto foi registrado na Distribuidora de Combustíveis Pasinato, localizada no Distrito Industrial de Erval Velho, as margens da BR-282 por volta das 22:00 horas da última terça-feira, dia 28.

De acordo com o proprietário, dois bandidos armados, encapuzados e de jaquetas, invadiram a conveniência, renderam todos os funcionários e levaram todo o dinheiro  que havia no caixa, um boné e cigarros. Valor total do dinheiro furtado ainda está para ser confirmado. Felizmente ninguém ficou ferido.

Os dois elementos possivelmente usaram um carro na fuga.

A PM de Herval d'Oeste atendeu a ocorrência e até as 9:00 horas desta quarta-feira (29) não foram localizados os responsáveis pelo assalto.






Mais três casos de Covid-19 são confirmados em Joaçaba

Na manhã desta quarta-feira, 29, a Prefeitura de Joaçaba informou que mais três casos de Covid-19 foram confirmados no município. São três mulheres, duas com idade entre 40 e 50 anos e uma com idade entre 30 e 40 anos. Dois exames foram coletados em laboratórios particulares e um pelo Lacen. Elas estão em isolamento domiciliar.

Com esses novos casos sobe para 14 o número de pessoas que foram positivadas com Covid-19 no município, sendo que nenhuma está internada. Ainda conforme o boletim divulgado pela Prefeitura, 62 casos estão sendo monitorados e nesta quarta-feira, 29, mais uma pessoa se recuperou, totalizando 4 pessoas recuperadas.

Fonte: Prefeitura de Joaçaba.


terça-feira, 28 de abril de 2020

Brasil registra 474 mortes em 24h e total chega a 5.017, mais que a China

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (28) o mais recente balanço dos casos de coronavírus no Brasil. Os principais dados são:

5.017 mortes, na segunda-feira (28) eram 4.543.
Em 24 horas, foram 474 mortes a mais, aumento de 10,4%.
Número de mortes é maior do que na China, que teve 4.643.
71.886 casos confirmados, na segunda-feira (28) eram 66.501. Foram 5.385 casos a mais (8,1%).
Em 7 dias, foram mais 2.111 mortes.
34.325 estão em acompanhamento(48%).
32.544 pessoas estão recuperadas (45%).
1.156 mortes em investigação.

FONTE/G1

SC registra mais de 500 casos de Coronavírus em um dia e total chega a 1.995

O número de pacientes contaminados por coronavírus em Santa Catarina teve um acréscimo significativo nesta terça-feira (28). O governo do Estado confirmou 1.995 casos de Covid-19 e 44 mortes. Se comparado ao dia anterior, são 519 pessoas a mais infectadas pela doença, porém, sem registros de óbitos. A taxa de letalidade está em 2,2%, conforme divulgado pelo governador Carlos Moisés da Silva, em transmissão ao vivo. Uma morte segue em investigação.

Internados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), há 94 pacientes, entre suspeitos e confirmados para a doença, conforme apresentado pelo secretário de Saúde, Helton Zeferino. Desses, 61 estão hospitalizados em leitos de rede pública e outros 33 estão internados na rede privada.

O aumento considerável da conta de contaminados ocorreu, segundo Carlos Moisés, porque o Estado passou a considerar também os números municipais, ao invés de contabilizar somente os resultados de exames realizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-SC), como vinha fazendo. 



Fonte: NSC.

Primeiros leilões virtuais comercializam mais de 1.300 terneiros em SC

Três municípios catarinenses estrearam a inovação na pecuária do Estado regulamentada no início deste mês pelo Governo de Santa Catarina. São Miguel do Oeste, Água Doce e Caçador promoveram os primeiros leilões virtuais para comercialização de terneiros, atendendo regras estabelecidas para evitar aglomerações e diminuir os riscos de contágio do Coronavírus. Juntos, eles garantiram a venda online de 1.382 animais que estavam retidos nas fazendas devido à suspensão das feiras agropecuárias durante a pandemia.

A inovação atende demanda da Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (Faesc) que sugeriu a medida ao Governo para evitar perdas aos produtores diante da retenção dos rebanhos. Apesar de ainda estar em fase de adaptação, a novidade tem agradado sindicatos e produtores.

Em São Miguel do Oeste, o primeiro leilão virtual realizado no dia 18/04 garantiu a venda de 400 bezerros. O Sindicato Rural do município já organiza o segundo para o dia 16 de maio com mais 400 terneiros assistidos pelo programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) de pecuária de corte do Sistema Faesc/Senar-SC. Segundo o presidente do Sindicato, Adair Teixeira, a venda online aumenta a abrangência e o número de compradores, apesar de limitar o contato e a troca de experiência entre produtores. “É uma grande novidade a qual estamos nos adaptando. É uma tendência que certamente veio para ficar”, avalia Teixeira.

Em Água Doce, conforme o presidente do Sindicato Rural, Nilton Bedin, o leilão virtual realizado no feriado de Tiradentes, 21 de abril, no recinto do parque de exposições do município, teve grande adesão dos produtores, que aprovaram a nova modalidade. O evento comercializou 477 cabeças e encerrou com boa média de preços do quilo dos terneiros em R$ 8,05 fêmeas e R$ 8,60 machos, devido à qualidade dos animais assegurados pelo programa ATeG. De acordo com Bedin, o leilão foi semipresencial, com visitação agendada aos lotes para lances dos compradores no período da manhã e remates virtuais à tarde, via WhatsApp.

“Tivemos um retorno muito positivo dos compradores e produtores que acharam a ferramenta virtual muito interessante e indispensável diante da situação causada pela pandemia. Nós temos uma tradição muito forte aqui de lotar os recintos e organizar grandes almoços. Acredito que esse costume deve continuar assim que possível, porém, agora, com uma opção a mais que é a ferramenta online”, ressalta Bedin. O município terá o próximo leilão virtual nos dias 23 e 24 de maio.

Em Caçador, o leilão aconteceu no dia 12 de abril e vendeu 505 terneiros. A média de preços por quilo ficou em R$ 7,71 fêmeas e R$ 8,38 machos. Os lotes foram filmados nas fazendas e as imagens transmitidas pela internet a partir das 14 horas. Na avaliação do presidente da Associação dos Pecuaristas de Caçador e Região (APCR), Joel de Mello, a nova modalidade superou as expectativas dos produtores.

“Foi excelente, com bastante adesão e ótimas vendas. Na nossa opinião, foi melhor que o presencial, porque atraiu compradores de fora e mais visualizações”, destaca Mello que já organiza, em parceria com o sindicato rural local, o próximo leilão para o dia 17 de maio com mais 500 terneiros para venda.

LEILÕES NO OESTE

Os municípios de Concórdia e Chapecó organizam os leilões virtuais para maio. Em Concórdia, o leilão será no dia 1º, totalmente online no recinto do parque de exposições do município, a partir das 13 horas, com 550 terneiros disponíveis para comercialização. A organização é do Sindicato Rural em parceria com a Associação de Bovinocultura de Corte do município. Segundo o presidente da Associação, Haroldo Vendrúsculo, os produtores estão aceitando bem o novo formato.

Em Chapecó, o evento acontece no Parque de Exposições da Efapi, no dia 16 de maio e será semipresencial. De acordo com o presidente do Sindicato Rural do município e vice-presidente regional da Faesc, Ricardo Lunardi, os compradores agendarão horário no sábado pela manhã para avaliar os lotes e depositar seus lances de forma individualizada. A empresa leiloeira coletará os dados e entrará em contato com os compradores para informar as melhores ofertas e definir os remates. Na avaliação de Lunardi, além uma boa solução para o momento, a modalidade virtual se tornou uma alternativa para ser mantida de forma paralela à presencial.

Além desses, o Sindicato Rural de Campo Belo do Sul realizou leilão virtual no dia 25 de abril e, para maio, estão previstas mais 15 feiras: nos dias 2, 9 e 11 em Lages; dia 8 em Correia Pinto; 9 em Ponte Serrada; 23 em Campos Novos; 16 em Bocaina do Sul; 17 em Abdon Batista; 23 em Capão Alto; 24 em Painel e 31 em Tubarão. Cada leilão terá, em média, 700 animais para comercialização.

De acordo com o vice-presidente de finanças da Faesc, Antônio Marcos Pagani de Souza, que coordena o programa de pecuária de corte, os leilões virtuais estão agregando valor nas vendas dos bovinos em todo o Estado. Os animais comercializados têm idade média de oito meses, pesam em média 200 kg e são predominantemente de raças britânicas e continentais.

 “É algo pioneiro e inovador em Santa Catarina, possibilita o comprador fazer negócio a partir da sua casa, com segurança e sem riscos de contaminação com a COVID-19. Além disso, aumenta a abrangência e o alcance dos leilões a um público maior no território catarinense, fato que não apenas agrega valor, mas também diversifica o cliente comprador de animais, com segurança para quem está ofertando os lotes”, avalia Pagani ao destacar que além dos leilões virtuais, os pecuaristas também seguem com vendas diretas nas propriedades rurais.

“É um momento decisivo para o produtor rural, pois é justamente nessa época do ano que ele comercializa sua safra. Muitos desses produtores são assistidos pelo Programa ATeG, investem em seus rebanhos e possuem animais de qualidade e excelente genética, fatores que atendem ao mercado cada vez mais exigente por carne de qualidade. Medidas como esta auxiliam o pecuarista a se manter capitalizado e a incrementar na economia de seu município e do Estado”.

Para o presidente da Faesc José Zeferino Pedrozo os leilões virtuais são uma conquista e um avanço para a agropecuária catarinense. “É uma aposta do setor que soube inovar na crise. A medida foi fundamental para assegurar a comercialização do rebanho e está agradando aos produtores”, sublinha.

 RECOMENDAÇÕES

Entre as regras estabelecidas pela portaria 242 para a regulamentação dos leilões virtuais estão o uso obrigatório de máscaras para todas as pessoas que trabalham nos leilões e nas feiras e o distanciamento mínimo de um metro e meio. A visitação dos animais nos recintos de leilões também deverá ter agendamento prévio por lote, com controle de acessos para evitar aglomerações, além da disponibilização de álcool em gel 70% em locais estratégicos para higienização. Os estabelecimentos devem, ainda, fixar cartazes informativos com orientações sobre higiene das mãos, etiqueta respiratória e normas de precauções.

A portaria também estabelece que no horário programado para recebimento ou carregamento dos bovinos só será permitida a presença do motorista do caminhão e de um proprietário ou responsável pelos animais. É proibida a presença de público e de compradores no recinto de leilões e os trabalhadores devem ser orientados a intensificar a higienização das mãos. No caso de locais fechados, os organizadores devem manter todas as áreas ventiladas e desinfetar com álcool 70% maçanetas, mesas, corrimões, interruptores, banheiros e lavatórios.




Fonte: MB Comunicação.

Anvisa aprova testes rápidos para covid-19 em farmácias

A diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou hoje (28) a aplicação de testes rápidos para a detecção do novo coronavírus (covid-19) em farmácias. Com a decisão, a realização deixará de ser feita apenas em ambiente hospitalar e clínicas das redes públicas e privadas.

“O aumento [dos testes] será uma estratégia útil para diminuir a aglomeração de indivíduos [em hospitais] e também reduzir a procura dos serviços médicos em estabelecimento das redes públicas”, disse o diretor presidente substituto da Anvisa, Antonio Barra Torres.

As farmácias não serão obrigadas a disponibilizar o teste. O estabelecimento que optar pelo procedimento deverá ter profissional qualificado para realizar do exame.

A realização dos exames não servirá para a contagem de casos do coronavírus no país. Em seu voto, Barra Torres, que foi o relator do processo, destacou ainda que o teste não terá efeito de confirmação do diagnóstico para o coronavírus, uma vez que há a possibilidade de o teste apontar o chamado “falso negativo”, quando o paciente é testado ainda nos primeiros dias de sintomas.

"Os testes imunocromatográficos não possuem eficácia confirmatória, são auxiliares. Os testes com resultados negativos não excluem a possibilidade de infecção e os positivos não devem ser usados como evidência absoluta de infecção, devendo ser realizados outros exames laboratoriais confirmatórios”, disse.

A liberação dos testes rápidos em farmácias enfrentava resistências, devido a questões sanitárias e ligadas também à eficácia dos exames. Ao comentar a aprovação da realização dos testes em farmácias, Barra Torres lembrou que esses testes vêm sendo feitos por determinação de alguns governos locais.

A liberação desses testes será temporária e deve permanecer no período de emergência de saúde pública nacional decretado pelo Ministério da Saúde em 4 de fevereiro deste ano.

Fonte: Agência Brasil.

Realizada em Erval Velho a 2° etapa do ''Sabão Solidário''


No último final de semana, foi realizado no município de Erval Velho a segunda etapa do ''Sabão Solidário'' por um grupo de amigos e colaboradores voluntários. Na primeira etapa foram produzidas 14 receitas do sabão e nesta 20.

Nesta etapa, além de produzido o sabão de álcool, foram confeccionadas 120 mascarás para serem distribuídas às famílias mais carentes da cidade.

As famílias que tem interesse em receber doação de sabão e mascarás devem entrar em contato com os pontos de entrega, Assistência Social ou no Posto de Saúde pelos telefones: 3542-1206 ou 3542-1923 ou se dirigir até os locais citados.

O Residencial Nossa Senhora de Fátima também foi contemplado com as doações.











Troca-Troca de sementes de milho encerra na próxima quinta-feira


A Copérdia de Erval Velho através de seu novo Gerente Sidnei Faccin, informa todos seus associados e clientes para o prazo do Programa Troca-Troca de semente de milho.

O programa encerra no próximo dia 30, quinta-feira, e o produtor que ainda tem direito deve comparecer na cooperativa para aproveitar o subsídio proporcionado pelo governo nas sementes de milho através do programa troca-troca.

BRF em Concórdia instala túnel de desinfecção

 A empresa BRF de Concórdia instalou um túnel de desinfecção que começou a funcionar nesta segunda-feira (27), para combater a Covid-19 . Com a instalação, os trabalhadores ao adentrarem na empresa, passarão obrigatoriamente no túnel e receberão “jatos” de um produto hospitalar para combater qualquer tipo de vírus e bactérias.

Conforme as orientações, os colaboradores passarão pelo túnel, de um em um, caminhando de forma normal para que o produto tenha contato com todo o corpo. Para os calçados, as pessoas devem esfregar os pés em um “capacho” existente para desinfecção.
Nos últimos dias os boletins da secretaria de Saúde de Concórdia, vários trabalhadores da empresa estão entre os infectados, os suspeitos e os monitorados. Segundo o prefeito Rogério Pacheco revelou em entrevista, na manhã desta terça-feira, dos últimos 20 casos positivos no município, seis são da empresa. “Tivemos esse crescimento no número de casos relacionados a empresa. “Estamos em contato constante com a empresa e eles estão cientes do problema e tomando medidas para amenizar a situação”, citou Pacheco.

Nas últimas horas a empresa se pronunciou através da assessoria de comunicação, de uma forma geral, já que também na unidade em Marau-RS trabalhadores contraíram a doença, informando que a BRF está tomando todas as medidas e afastando os colaboradores que apresentem sintomas da doença.

“A assessoria de imprensa da BRF informou por meio de comunicado à imprensa que, em respeito à privacidade de seus colaboradores e familiares, divulga os casos de funcionários com testes positivos para a Covid-19 apenas para as autoridades competentes.

“Os colaboradores nesta situação foram afastados imediatamente de suas funções e estão recebendo o tratamento adequado e serão acompanhados pela área de Saúde Ocupacional da empresa até sua total recuperação”.
A empresa informou também que as famílias dos funcionários contaminados estão recebendo assistência e orientações sobre os cuidados necessários.

“Vale lembrar que a operação não foi impactada e que a BRF continua imprimindo o ritmo normal em sua produção, assegurando a qualidade de seus produtos, não havendo no momento risco de desabastecimento do mercado brasileiro e internacional”.  






Fonte:Rádio Rural.

Prévia indica deflação de 0,01% em abril, aponta IBGE

Supermercado na Zona Norte de São Paulo — Foto: Kátia Beziaco/Arquivo pessoal

Com queda dos preços dos combustíveis, IPCA-15 teve menor taxa para meses de abril desde 1995. Preços dos alimentos, porém, subiram 2,46%.

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) teve deflação de 0,01% em abril, em meio a queda dos preços dos combustíveis e tombo da atividade econômica, segundo divulgou nesta terça-feira (28) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em março, o indicador – que é considerado uma prévia da inflação oficial – havia ficado em 0,02%.

Segundo o IBGE, foi a menor taxa para meses de abril desde 1995 e a primeira deflação desde dezembro de 2018 (-0,16%).

No ano, o IPCA-15 acumula alta de 0,94% e, em 12 meses, a variação acumulada é de 2,92%, abaixo dos 3,67% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores.


IPCA-15 — Foto: Economia G1

Queda do preço dos combustíveis
Seis dos 9 grupos pesquisados tiveram deflação em abril.

Segundo o IBGE, a queda nos preços dos combustíveis (-5,76%) foi o fator que garantiu a deflação no mês. A gasolina (-5,41%) exerceu o maior impacto individual negativo no índice (-0,27 ponto percentual). Ao longo de março, a Petrobras anunciou várias reduções nos preços nas refinarias em meio ao tombo dos preços internacionais do petróleo.

Os preços do etanol (-9,08%) e do óleo diesel (-4,65%) também recuaram no mês. O grupo Transportes (que abrange o preço dos combustíveis e tem o maior peso no consumo das famílias) teve a maior influência na taxa do mês, com queda de 1,47%.


Outro grupo a apresentar queda mais intensa em abril foi artigos de residência (-3,19%), com destaque para os eletrodomésticos (-7,15%).

Veja o resultado para cada um dos grupos pesquisados pelo IBGE:

Alimentação e bebidas: 2,46%
Habitação: 0,12%
Artigos de residência: -3,19%
Vestuário: 0,01%
Transportes: -1,47%
Saúde e cuidados pessoais: -0,32%
Despesas pessoais: -0,28%
Educação: -0,01%
Comunicação: -0,30%


Preços dos alimentos sobem 2,46%

No lado das altas, os preços do grupo Alimentação e bebidas, subiram 2,46%, com impacto de 0,48 p.p no IPCA-15. No grupo, o item alimentação no domicílio foi o que mais pesou, com aumento de 3,14%.

Entre os itens que ficaram mais caros em abril, destaque para cebola (35,79%), cenoura (31,67%) batata-inglesa (21,24%) e tomate (17,01%). Os preços das carnes (-0,27%) recuaram pelo terceiro mês consecutivo, embora a queda sido menos intensa que as registradas em fevereiro (-5,04%) e março (-1,81%).

Com isolamento e renda menor, brasileiro consome menos e foca em produtos básicos

Perspectivas e meta de inflação
A meta central do governo para a inflação em 2020 é de 4%, e o intervalo de tolerância varia de 2,5% a 5,5%. Para alcançá-la, o Banco Central eleva ou reduz a taxa básica de juros da economia (Selic), que está atualmente em 4,25% ao ano – mínima histórica.
A expectativa de inflação do mercado para este ano segue abaixo do piso da meta. Os analistas das instituições financeiras reduziram a projeção de inflação para 2,20% no ano, conforme aponta a última pesquisa Focus do Banco Central. Foi a sétima redução seguida do indicador.
A nova redução da expectativa para o nível de atividade foi feita em meio à pandemia do novo coronavírus, que tem derrubado a economia brasileira e mundial, e colocado o mundo no caminho de uma recessão.
O mercado continuou prevendo redução da taxa Selic nos próximos meses, que atualmente está em 3,75% ao ano. Os analistas seguem estimando um recuo para 3,25% ao ano no começo de maio, e um novo corte em meados de junho – para 3% ao ano – patamar no qual fecharia 2020.
Para André Perfeito, economista-chefe da Necton, o resultado do IPCA-15 sugere mais uma vez que dado o choque de demanda os preços tendem a ficar baixos ao longo do ano, o que abre caminho para cortes adicionais na taxa básica de juros (Selic).

"No geral a inflação está sob controle revelando assim o novo equilíbrio dentro da sociedade onde a demanda por alimentos cresce em detrimento de outros produtos e isto sugere que dentro dos modelos do BCB haja espaço para maiores cortes na Selic", avaliou.
Fonte: G1

11 casos de Coronavírus são confirmados em Joaçaba


Joaçaba acabou de confirmar o 11º caso de Coronavírus, 2 a mais do que ontem. A informação foi repassada à pouco pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal e pelo Secretário de Saúde, Valor Reisdorfer. Segundo ele, os dois novos casos são de duas mulheres com idade entre 20 e 30 anos que fizeram exame em laboratório particular.

Neste momento há 50 casos monitorados, 3 recuperados e nenhum hospitalizado

Fonte: Rádio Líder.

Detran retomará atendimento presencial ao público em Santa Catarina no dia 4 de maio

Portaria publicada pelo Departamento Estadual de Trânsito de Santa Catarina (Detran-SC) permite a volta do atendimento presencial ao público em geral com agendamento pelo aplicativo a partir de 4 de maio. O texto também prevê a partir desta terça-feira (28) o atendimento presencial das entidades credenciadas no órgão. As duas medidas de liberação, no entanto, devem ser feitas com regramento descrito no documento assinado pela diretor do departamento, Sandra Mara Pereira, incluindo a entrada limitada de pessoas.

Inicialmente, a portaria permite que sejam retomados os serviços internos no Detran e nas unidades de Ciretran e Citran do Estado nos casos em que as atividades não puderem ser prestadas de forma remota e quando não seja possível a postergação das medidas. O regime de trabalho remoto continua autorizado.

No caso do atendimento aos credenciados, que já está liberado, as associações de entidades devem nomear representantes em cada região de trânsito para evitar aglomeração de pessoas. Esta pessoa fará o agendamento e vai retirar os documentos para todos os envolvidos. Os não associados terão atendimento individual.

A partir de 4 de maio, quando o público geral estará liberado, a pessoa somente pode ir até a unidade depois do agendamento pelo aplicativo Detran Digital SC ou através de despachantes e centros de formação de condutores. As regras sanitárias impostas pela secretaria de Saúde para outras atividades devem ser seguidas dentro dos espaços.

Veja abaixo outras medidas impostas pela nova portaria do Detran:

- O prazo para que o processo de habilitação do candidato permaneça ativo no DETRAN/SC, permanece ampliado para 18 (dezoito) meses, inclusive para os processos administrativos em trâmite

- Os prazos para apresentação de defesa de autuação, recursos de multa, defesa processual, identificação do condutor infrator, recursos de suspensão do direito de dirigir e de cassação do documento de habilitação, permanecem interrompidos

- Permanecem interrompidos os prazos para o proprietário adotar as providências necessárias à efetivação da expedição de Certificado de Registro de Veículo (CRV) em caso de transferência de propriedade de veículo adquirido desde 19 de fevereiro de 2020; II - relativos a registro e licenciamento de veículos novos, desde que ainda não expirados; III - para que o condutor possa dirigir veículo com validade Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida desde 19 de fevereiro

- Manter a suspensão da realização de leilões por tempo indeterminado. As demais modalidades licitatórias seguem com seus prazos mantidos, uma vez que estas ocorrem exclusivamente em formato eletrônico;

- O documento eletrônico de licenciamento (CRLV-e) será fornecido pelo Detran Digital. O CRLV-e contendo QRCode poderá ser impresso pelo proprietário;

- O documento (CRLV-e) seja na forma eletrônica ou impressa poderá ser emitido pelas respectivas Ciretrans e Citrans

- Ficam suspensos por prazo de 30 (trinta) dias os prazos de defesa e os prazos recursais no âmbito dos processos administrativos que tramitam no DETRAN/SC

- Fica estabelecida a limitação de entrada de alunos nas salas de aulas teóricas no quantitativo de 5 (cinco) alunos por  turma, mantendo-se o distanciamento mínimo de raio entre as  pessoas de 2 m (dois metros). Deverá ser previsto um intervalo mínimo de 30 minutos entre cada turma para que seja providenciado a limpeza de todo o ambiente com desinfetantes próprios para a finalidade, bem como a desinfecção com álcool 70% de maçanetas, mesas, corrimãos, cadeiras e interruptores; Todos os alunos e instrutores deverão estar utilizando máscara durante as aulas.

Fonte: NSC.

Governo do Estado investe R$ 1,5 milhão na construção de poços artesianos

Ilustração/Internet
Os produtores rurais de Santa Catarina contam com linha especial de financiamento para a construção de poços artesianos. A Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural investirá, via Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR), R$ 1,5 milhão em financiamentos sem juros para captação e uso da água.

“Esta é mais uma medida para minimizarmos os efeitos da estiagem em Santa Catarina. Já anunciamos dois outros programas para apoiar o capital de giro dos pequenos empreendimentos rurais e pesqueiros, e agora iremos reforçar as linhas de financiamentos para que os agricultores possam investir na construção de poços artesianos. Infelizmente, as estiagens não são raras em nosso estado e a prevenção é sempre o melhor caminho, por isso nosso incentivo aos investimentos em captação e uso da água”, ressalta o secretário Ricardo de Gouvêa.

Financiamento

O financiamento via FDR tem o limite de R$ 25 mil por produtor, com cinco anos para pagar e sem juros. Essa é uma linha já existente e que será reforçada ao longo de 2020.

Nos últimos cinco anos, o Governo do Estado investiu mais de R$ 22,9 milhões em projetos de construção de cisternas e sistemas de abastecimento, além da cessão de uso de mais de 400 distribuidores de água para os municípios. Em 2019, foram apoiados 538 projetos de irrigação, num investimento de R$ 182,9 mil em subvenção de juros de financiamentos.

Novos Programas

Os produtores rurais de Santa Catarina contam com três novas medidas para minimizar os impactos da estiagem no estado. A intenção da Secretaria da Agricultura é injetar R$ 60 milhões na economia catarinense.

Os produtores rurais e pescadores que que transformam sua produção e comercializam utilizando Nota de Produtor Rural contam com financiamentos, via Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR), para custeio ou capital de giro. O limite é de R$ 30 mil, com cinco anos de prazo para pagamento sem juros. Podem participar produtores familiares que comercializem a produção industrializada, própria e legalizada e/ou desenvolva atividade de turismo rural.

Para os empreendimentos rurais que utilizam CNPJ, a Secretaria da Agricultura irá conceder a subvenção aos juros de financiamentos adquiridos por agricultores e pescadores, num limite de 2,5% ao ano. Os financiamentos seguirão as regras de contrato feito com o agente bancário, em um limite de R$ 100 mil.

Além disso, a Secretaria anunciou que irá prorrogar o vencimento das parcelas dos financiamentos contraídos junto ao Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR). As parcelas anuais que venceriam em março, abril, maio ou junho poderão ser pagas no dia 3 de agosto.

Estiagem em SC

Desde junho de 2019, o estado vem passando pela estiagem que já é considerada a mais severa dos últimos anos e que vem afetando, principalmente, as regiões Extremo-Oeste, Oeste, Meio-Oeste, Planalto Sul, Planalto Norte e Alto Vale do Itajaí. Situações semelhantes aconteceram apenas em 1978 e 2006.

Fonte: Secretaria da Agricultura e Pesca de SC.

Governador de SC sanciona leis que proíbem demissão de ACTs e cortes de energia elétrica e água durante a pandemia

O governador Carlos Moisés sancionou mais duas leis com o intuito de reduzir os impactos financeiros dos catarinenses em decorrência da pandemia causada pela Covid-19. As medidas foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta segunda-feira, 27. 

Com a Lei 17.934/2020, o professor admitido em caráter temporário (ACT) não poderá ser dispensado no período de vigência do decreto de calamidade pública editado pelo Poder Legislativo (nº 18.332), com efeitos até 31 de dezembro de 2020. A medida se aplica ao professor com contrato vigente em 20 de março de 2020. 

“Com a necessidade de isolamento de alunos e professores e a suspensão das aulas para evitarmos o aumento acentuado do contágio de Covid-19, os profissionais com caráter temporário temiam a demissão. Precisamos dar segurança a esses professores, que tão bem cumprem seu papel”, afirmou o governador.  

O projeto de lei, de autoria da deputada Luciane Carminatti, altera a lei estadual (nº 16.861/2015) que disciplina a admissão de pessoal por prazo determinado no âmbito do Magistério Público Estadual.

Cortes de energia, água, esgoto e gás
O governador sancionou parcialmente a Lei 17.933/2020, proibindo o corte dos serviços de energia elétrica, água, esgoto e gás até 31 de dezembro de 2020 para todos os consumidores de Santa Catarina. O projeto é do deputado Altair Silva.

As empresas distribuidoras ainda deverão prorrogar o pagamento dos débitos tarifários dos meses de março e abril de 2020. As contas serão cobradas a partir de maio de 2020 em 12 parcelas iguais e sucessivas sem juros, encargos ou multas.

Um dispositivo do projeto de lei foi vetado. Ele previa que as empresas distribuidoras de energia elétrica e gás prorrogassem o recolhimento do ICMS durante 12 meses sucessivos, no montante correspondente a 5% a partir de maio de 2020. Também previa que o imposto pudesse ser recolhido em 24 parcelas após o término do prazo de adiamento.

Segundo parecer da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e da Secretaria de Estado da Fazenda (SEF), a medida é inconstitucional ao permitir que as empresas distribuidoras posterguem o recolhimento do ICMS, tendo em vista que o benefício fiscal não foi previamente autorizado por deliberação dos Estados e do Distrito Federal e que tal benefício interfere diretamente no cálculo do valor devido aos municípios a título de participação na arrecadação do tributo. O dispositivo ainda apresenta contrariedade ao interesse público, uma vez que tal medida acarretará grande impacto financeiro aos cofres públicos, inviabilizando o fluxo de caixa das distribuidoras e a arrecadação estatal.

Fonte: Governo do estado de SC.

Concórdia registra mais 20 casos de Coronavírus em 24h e total chega a 51

Concórdia – O número de pessoas contaminadas pelo coronavírus em Concórdia saltou para 51. Segundo dados da Prefeitura, foram 20 novos registros em apenas 24 horas.

Além dos casos confirmados o município ainda tem 27 suspeitos para Covid-19, 21 descartados, 7 curados e 1428 monitorados, ou seja, pessoas que tiveram contato com pacientes confirmados com a doença ou suspeitos. 

Dos últimos casos confirmados, 16 positivados por testes rápidos em laboratório ou no hospital São Francisco e quatro através do Lacen de Florianópolis.

Dos confirmados por testes rápidos, três estão hospitalizados. Dois em clínica e um em UTI. Os demais estão em isolamento domiciliar.
21 a 30 anos – 3 mulheres
31 a 40 anos – 4 mulheres
41 a 50 anos – 4 homens e 4 mulheres
51 a 60 anos – 2 homens
61 a 70 anos – 2 mulheres
71 a 80 anos –1 mulher
81 a 90 anos – sem registro no dia

Sobre os suspeitos:

São 2 homens e 2 mulheres. Todos em isolamento domiciliar
21 a 30 anos – sem registro no dia
31 a 40 anos –2 mulheres
41 a 50 anos – sem registro no dia
51 a 60 anos – 1 homem
61 a 70 anos – sem registro no dia
71 a 80 anos –1 homem
81 a 90 anos – sem registro no dia

Fonte: ATUAL FM.

segunda-feira, 27 de abril de 2020

Joaçaba tem 3 pacientes recuperados do Coronavírus

No início da tarde desta segunda-feira, 27, a Prefeitura de Joaçaba divulgou o relatório com os casos confirmados de Covid-19 no município, além disso, o relatório passou a integrar a informação dos pacientes já recuperados.

De acordo com os dados repassados pela Prefeitura, até esse momento Joaçaba tem 09 casos confirmados de coronavírus, destes, três pacientes estão recuperados. Ainda segundo informado pela assessoria, os pacientes recuperados já passaram pelos 14 dias de isolamento social.

Outros 48 casos estão sendo monitorados e nenhum caso de Covid-19 de Joaçaba está internado.

Casos de Herval

Herval d´Oeste possui dois casos confirmados de coronavírus. Eles são pai e filho , de 80 e 50 anos respectivamente. São os dois pacientes que estão internado no Hospital universitário Santa Terezinha.

Um terceiro paciente que precisou de internação foi um home de Tangará. Ele ficou na UTI do hospital e faleceu, sendo a primeira e única morte registrada até agora no oeste do estado.

Fonte: Éder Luiz.

Prefeituras são autorizadas a conter desperdício de água para enfrentar estiagem




Diante da estiagem que atinge todas as regiões de Santa Catarina, com déficit de chuvas desde o ano passado, a Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) recomenda a proibição de usos de água que não sejam para consumo humano ou para saciar a sede de animais.

Em Nota Técnica, na qual declara “situação de escassez hídrica prolongada nos cursos d’água de Santa Catarina”, a Secretaria se apoia no Artigo 1 º da Política Nacional de Recursos Hídricos para recomendar às Prefeituras Municipais e aos demais órgãos responsáveis pelo saneamento e pela fiscalização “a adoção de regras e critérios, em regime de urgência, da proibição e penalização de atividades notadamente reconhecidas como promotoras de desperdício de água”, tais como:

- Lavagem de fachadas, calçadas, pisos, muros e veículos com o uso de mangueiras.
- Irrigação de gramados e jardins.
- Resfriamento de telhados com umectação e umectação de vias públicas, exceto quando a fonte for o reuso de águas residuais.

O documento emitido pela Secretaria ainda recomenda a empreendimentos industriais a adoção de medidas de reuso, reaproveitamento e reciclagem de água em suas unidades fabris visando à redução do consumo.

“Com o objetivo de estimular o controle e reservar a água tratada para uso da população, a CASAN está distribuindo uma correspondência a todas as 195 Prefeituras em que gerencia o sistema de abastecimento sugerindo que adotem as recomendações da SDE”, diz o Diretor de Operação e Expansão, engenheiro Fábio Krieger.

DÉFICIT DE CHUVAS

Segundo dados do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia (CIRAM), da Epagri, o Meio Oeste acumulou um déficit de 635 milímetros de chuvas nos últimos 12 meses. Nos demais municípios do Oeste e na Serra que abastece Florianópolis o déficit é da ordem de 612 milímetros. Em nove das 10 regiões do Estado, a falta de chuvas é superior a 300 milímetros no período.

PRINCIPAIS DIFICULDADES

Nos municípios gerenciados pela CASAN, as maiores dificuldades de abastecimento estão em São Miguel do Oeste, onde há abastecimento intercalado entre os bairros em períodos de até 12 horas, em São Joaquim e região da Serra, onde o Rio Antonina está praticamente seco, em Barra Velha e São José do Itaperiú, no Litoral Norte, e em Itaiópolis, no Vale do Itajaí. Em todas as cidades a Companhia vem executando obras emergenciais para reduzir os transtornos da estiagem.

GRANDE FLORIANÓPOLIS

Na Grande Florianópolis a CASAN adotou duas medidas operacionais para manter o abastecimento. Reduziu em 40% a captação na Lagoa do Peri para preservar o manancial, colocando em operação nove poços do Aquífero do Campeche, e instalou nova bomba na captação do Rio Cubatão para reforçar o Sistema Integrado da Região Metropolitana já que o Rio Pilões (Vargem do Braço) está com menos de 50% de seu volume habitual.
Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Casan

Erval Velho tem 30% de percas na agricultura devido à estiagem


Além da pandemia do novo Coronavírus, há uma grande preocupação com o abastecimento de água em Erval Velho , tanto na cidade quanto nas comunidades do interior já que as percas na agricultura são grandes.

A estiagem que se prolonga em Santa Catarina, afeta gravemente o setor do agronegócio ervalhense que corresponde por 70% da arrecadação do município.

Diante disso, a Secretaria de Agricultura juntamente com a EPAGRI e Defesa Civil, fez um levantamento de perdas e prejuízos causados pela estiagem.

Em consequência da falta de chuvas, está sendo verificada a escassez  de água subterrânea, dos rios, açudes e reservatórios.

O Diretor de Agricultura, Sr. Gelson Dalmédico relatou:''Esse desabastecimento de água para a população e para os animais acarreta significativas percas agropecuárias, produção de grãos, leite e outros itens de produção do campo''

Na área rural, cerca de 90% das comunidades são abastecidas por poços artesianos e 10% por fontes naturais. Segundo Gelson, pode-se observar uma diminuição de 40% da capacidade dos poços e ainda fontes naturais que pararam de produzir, açudes e rios secos.

A produção da agricultura, pecuária e produção de leite aproximadamente 30% de perca.

De acordo com o Diretor Gelson, Erval Velho deixou de produzir ose seguintes números de acordo com cada produto:
  • Milho: 180 Mil sacas;
  • SOJA: 33 Mil sacas;
  • LEITE: 19.500 Litros por dia, totalizando 585 Mil Litros de leite por mês;
  • GADO DE CORTE: Aproximadamente 76 Mil quilos que foram deixados de produzir.

Estiagem em Santa Catarina já é a pior desde 2006, segundo a Epagri

O déficit de chuva em Santa Catarina chega a 500 milímetros de junho de 2019 a abril de 2020. Esse foi um dos dados apresentados em videoconferência sobre a estiagem realizada nesta quarta-feira entre o secretário de Agricultura, Ricardo de Gouvêa, pesquisadores da Epagri e lideranças do setor produtivo. 

Isso representa cerca de 1/3 da chuva prevista para o período. Segundo o pesquisador em hidrologia do Ciram/Epagri, essa é a pior situação desde 2006.

– A estiagem do ano passado foi severa, mas não foi tão abrangente como está acontecendo este ano, principalmente nos meses de março e abril . Isso vem acumulando desde junho de 2019, com uma falta de chuva em algumas regiões na ordem de 600 mm. Esta é uma das estiagem mais severa já registrada em Santa Catarina desde 1978 e outra em 2006 – disse Miranda.

Além do problema para abastecimento urbano e para os animais, a estiagem já causou uma quebra de 10% na safra de milho, 6,6% no feijão e 4,4% na soja.

O secretário de agricultura disse que o estado tomou algumas medidas para auxiliar os produtores que tiveram perdas.

– Já temos muitos municípios que decretaram estado de emergência em Santa Catarina e a nossa preocupação continua porque não há previsão de chuvas significativas para os próximos dias. Para minimizar os impactos da estiagem no estado, a Secretaria da Agricultura criou dois novos programas e prorrogou o prazo de vencimento de pagamento das parcelas de financiamentos do FDR. Além disso, seguimos com os nossos programas de apoio aos produtores, que têm como prioridade o atendimento de projetos de captação, armazenagem e uso da água – disse o secretário da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa. 

Fonte: Darci Debona/NSC.

Mais de 100 trabalhadores da BRF de Concórdia estão afastados

Os últimos dados atualizados pela Prefeitura de Concórdia confirmam que o número de casos de Covid-19 passou de 27 para 31 no Município. Estão sendo monitorados mais de 1,2 mil pessoas que tiveram contato com algum suspeito, com exame confirmado ou tem sintomas gripais.

A preocupação é grande com relação as agroindústrias na região do Alto Uruguai Catarinense e o contágio pelo novo coronavírus. “Eu não vou negar. Eu tenho conversado com frequência com o presidente da JBS, Gilberto Tomazoni. Ele disse que vai nos auxiliar no sentido de garantir apoio nas ações de combate”, revelou.

De acordo com o prefeito Rogério Pacheco, boa parte dos pacientes com a confirmação da Covid-19 é proveniente da agroindústria. Nos últimos dias, o prefeito também esteve em uma videoconferência com a direção da BRF para tratar desse assunto. As companhias estão preocupadas e querem auxiliar nas medidas visando combater a Covid-19.

Segundo o Sintrial, mais de 100 trabalhadores da BRF de Concórdia estão afastados das atividades por terem o diagnóstico positivo e outras por estarem sendo monitoradas. A situação da JBS de Ipumirim também requer a atenção devido muitos casos terem sido confirmados em funcionários da companhia.

Informações Atual FM

Mundo tem mais de 2,9 milhões de infectados e mais de 206 mil mortes

O levantamento da universidade norte-americana Johns Hopkins desta segunda-feira (27) aponta que há mais de 2,9 milhões de casos confirmados de coronavírus e mais de 206 mil mortes em todo o mundo por complicações da Covid-19.

Quase um terço de todas as confirmações de casos de coronavírus do mundo está nos Estados Unidos. O país tem cerca de 965 mil confirmações e ao menos 54 mil mortes.

No Brasil foram registradas 4,2 mil mortes provocadas pela Covid-19 e 60 mil casos confirmados da doença em todo o país, segundo o Ministério da Saúde.

Destaques da segunda:

  • Mundo tem mais de 2,9 milhões de casos e ao menos 206 mil mortes
  • Brasil soma 60 mil infecções e 4,2 mil mortes
  • China anuncia mais 11 casos e 11º dia consecutivo sem registrar mortes
  • Argentina estende quarentena até 10 de maio, mas prevê leve flexibilização
  • O governo iraniano planeja reabrir mesquitas em partes do país
  • Primeiro-ministro indiano pede que cidadãos fiquem em casa
  • Miami Beach, nos EUA, mantém o fechamento das praias até junho
  • Nova York registrou 367 novas mortes, o número mais baixo desde 31 de março
  • Itália começa a aliviar restrições no dia 4 de maio
  • Contrariando a OMS, Chile distribui certificado para quem já se curou da Covid-19


Fonte: NSC.

Santa Catarina deve receber mais de 34 mil testes rápidos

Santa Catarina deve receber 34,5 mil testes rápidos para diagnóstico do novo coronavírus (Covid-19) até a próxima quarta-feira (29). A informação foi divulgada conforme calendário de distribuição do Ministério da Saúde.

Os quase um milhão de exames serão enviados nos próximos dias para todos os estados brasileiros, de acordo com o ministro da saúde, Nelson Teich.

Esse tipo de teste permite uma detecção rápida do vírus. Sendo necessários menos de 20 minutos para a resposta. Florianópolis vem realizando esse tipo de teste no Terminal de Integração da Trindade.

Teich considera “fundamental para respostas mais assertivas ao Covid-19) essa nova remessa. Em Santa Catarina, será a quarta entrega de testes rápidos desde o início da pandemia no país.

Fonte: ND MAIS.

Santa Catarina tem 1.337 casos e 43 óbitos por Covid-19

O Governo do Estado informou que há 1.337 casos confirmados de Covid-19 em Santa Catarina. O dado foi divulgado no fim da tarde deste domingo, 26, pelo governador Carlos Moisés. A doença respiratória já causou 43 mortes no estado desde o início da pandemia.

O óbito mais recente foi o de um homem de 77 anos, morador de Joinville, que apresentava comorbidades. Ele faleceu na última quinta-feira, 23, e teve o resultado do exame confirmado neste fim de semana.

Itá, Ponte Serrada, Tunápolis, Turvo e Xavantina foram incluídos na lista dos, agora, 122 municípios que já têm pelo menos um caso confirmado. Florianópolis contabiliza 258 casos e é a que mais tem confirmações de Covid-19. Na sequência, aparecem Joinville (132), Blumenau (100), Balneário Camboriú (68), Camboriú (65), Criciúma (54), Itajaí (50), São José (49), Brusque (39) e Tubarão (34).

Santa Catarina está com 111 pacientes internados nas redes pública e privada em leitos de unidade de terapia intensiva (UTI), entre casos confirmados de infecção por coronavírus (56) e suspeitos (55). Atualmente, o Estado está com 398 leitos de UTI reservados para pessoas com Covid-19 pelo Sistema Único de Saúde (SUS), dos quais 17,1% estão ocupados. Até este dia 26, 175 pacientes com a doença tiveram alta da UTI e foram para leitos de enfermaria.

Fonte: Governo de SC.