quarta-feira, 11 de março de 2020

Projeto Recuperar terá nova metodologia de funcionamento

Uma nova metodologia para funcionamento do sistema está sendo iniciada a partir dessa semana, a fim de dar mais celeridade ao Projeto Recuperar. A mudança objetiva que os trabalhos de manutenção e recuperação das rodovias estaduais aconteçam de forma mais rápida, uma vez que os recursos financeiros já estão disponíveis, bem como, as empresas já estão contratadas. A decisão foi tomada em reunião realizada nesta segunda-feira, dia 09, que contou com a presença de representantes do CINCATARINA, da Secretária de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) e da Central de Atendimento aos Municípios (CAM).

A mudança aconteceu a partir de vários estudos e trabalhos desenvolvidos em conjunto entre a Secretária de Infraestrutura e Mobilidade, Casa Civil e Consórcio. Segundo o Diretor Eloi Ronnau, o novo modelo facilitará o processo, garantindo que as obras aconteçam com maior celeridade mas respeitando as normas e condições previamente contratadas.

“O CINCATARINA foi o primeiro consórcio a conveniar com o Estado, a receber os recursos, contratar as empresas e o primeiro a iniciar os trabalhos. Esse pioneirismo resultou na constatação de alguns problemas internos que travavam a celeridade necessária dos trabalhos. De forma conjunta, construímos um novo modelo. Nossa expectativa é que se consiga avançar ainda mais e atender melhor as demandas de manutenção rotineira das rodovias estaduais” apontou Eloi.

O novo modelo será iniciado para execução de novos trechos de rodovias, no entanto, os processos em execução no modelo anterior serão concluídos naquele formato. “Acreditamos que durante esse primeiro mês os trabalhos acontecerão nos dois formatos, e a partir da metade de abril o novo modelo seja único” concluiu o Gerente do Projeto Recuperar no CINCATARINA, Maurício Perazzoli.

Fonte: Cincatarina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário