quinta-feira, 19 de março de 2020

Coronavírus em SC: sobe para 14 o número de casos confirmados

Em nova coletiva de imprensa, o governo de Santa Catarina atualizou o número de pacientes infectados pelo novo coronavírus no estado e manteve o decreto de situação de emergência por sete dias, a contar desta quarta-feira (18), para todo o território. Atualmente, são 14 casos confirmados ao longo da região do litoral catarinense, segundo informou o secretário de Saúde, Helton Zeferino. 

​​​​Em site especial, saiba tudo sobre coronavírus​

Desses, cinco pacientes estão em Florianópolis, dois em Rancho Queimado, um em Joinville, dois em Braço do Norte, dois em Tubarão e dois em Balneário Camboriú. Dos 14, um único está em atendimento hospitalar. Outras 177 suspeitas da doença são investigadas em todo o território catarinense, ainda segundo Zeferino:

— Isto é o motivo das decisões e medidas do Governo do Estado, para tentar diminuir a cadeia de ligações entre as cidades. As pessoas precisam entender que o melhor é ficar em residência. Isso vai dar capacidade operativa para o enfrentamento em Santa Catarina.

Em relação ao decreto e as drásticas medidas de enfrentamento à pandemia, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) reforçou que o perigo é invisível e que a antecipação da Administração é fundamental para a redução de riscos: 

— Dobraram os números de casos. A partir do momento que tem 10 casos identificados, para se transformar em mil pode ser questão de poucos dias. Por isso do isolamento, para que a transmissão não ocorra rapidamente.

É na região Sul do Estado que estão os casos de contaminação comunitária, ou seja, que não é mais possível identificar a origem da contaminação. São quatro pacientes contaminados com Covid-19: dois em Tubarão e dois em Braço do Norte. 

​Coronavírus em SC: onde buscar atendimento ao ter sintomas da doença​

Na região Norte estão os outros três casos, porém, de pessoas que vieram de áreas de contágio. Um é de Joinville e dois estão em Balneário Camboriú. A outra metade dos infectados está na região da Grande Florianópolis: dois em Rancho Queimado e cinco na Capital catarinense. Dos 14 pacientes confirmados, um único - de Braço do Norte - está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em Içara. 

Segundo Zeferino, o quadro clínico do paciente em tratamento hospitalar é bom e, apesar de ter apresentado agravamento no início do contágio, está sem ventilação mecânica e logo deve ter alta hospitalar. Moisés aproveitou o gancho para alertar a população sobre o contágio e os riscos também para pessoas fora do grupo de risco:

— O caso do paciente mais grave até agora (em Santa Catarina), é de um homem que não tinha 40 anos e nem outra doença que poderia ser complicadora. Foge do perfil que se tem dos casos graves.

Medidas econômicas
O governo do Estado informou que estuda medidas econômicas para suavizar a situação dos  empresários e dos trabalhadores. Segundo Carlos Moisés, junto com a equipe econômica do Administrativo, já se traçou um projeto.

O plano, segundo adiantou, deve prever um crédito facilitado para micro e pequenos empresários e, também, créditos subsidiados par que paguem menos juro ou que não paguem, em alguns casos, além de ampliação dos programas já existentes. O anúncio deve ser feito nos próximos dias.

— Estamos estudando junto ao governo Federal, a possibilidade de aderirmos, no que diz respeito aos tributos estaduais, ao simples, para que possamos prorrogar o recolhimento de tributos — esclareceu o governador. 

Fonte: NSC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário