segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Moradores de SC que estavam em quarentena desembarcam em Florianópolis


Chegaram por volta das 18h40min deste domingo (23), na Base Aérea de Florianópolis, os quatro moradores de Santa Catarina que estavam há 14 dias na Base Aérea de Anápolis. Eles fazem parte de um grupo de 58 pessoas repatriadas da China, na região de Wuhan, epicentro dos casos de coronavírus. 

Eles ficaram em quarentena de isolamento para a realização de exames com o objetivo de descartar uma possível contaminação. O grupo ficaria 18 dias, mas foi liberado após a terceira coleta de exames dar negativo.

A chinesa Hui Zhang e a filha Isabela Lassale Zhang, de um ano e meio, que moram em Palhoça desde 2017, puderam reencontrar o marido e pai Pablo Lassale. Elas tinham ido visitar familiares na China no final de outubro e, posteriormente, ficaram isoladas após o fechamento dos aeroportos na região onde ocorreram os casos de coronavírus. 

Após apelo da comunidade o governo federal disponibilizou voo para buscar os interessados em voltar ao país, desde que passassem pelo período de isolamento.

Os moradores de nove estados foram distribuídos em dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). Além da família de Palhoça, outras duas pessoas também estavam no voo que chegou em Florianópolis.


Uma delas era Germano Correa, diplomata na Embaixada de Pequim. Ele decidiu fazer uma surpresa para a família, que está em Florianópolis. A quarta pessoa é modelo e se chama Adrielly Eger. O pai a esperava na Base Aérea e depois foram para Balneário Piçarras, onde moram. Ela disse que estava cansada e não queria falar no momento.

Fonte: NSC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário