terça-feira, 30 de julho de 2019

Caso de H1N1 é registrado em Joaçaba

Uma mulher de Joaçaba foi diagnosticada com H1N1. A paciente que tem 29 anos ficou internada o Hospital Universitário Santa Terezinha e já recebeu alta. De acordo com a Secretaria de Saúde de Joaçaba, a paciente não pertencia a grupos prioritários (que tem a vacina a disposição na rede pública de saúde) e não tinha feito a imunização. Após o diagnóstico, além dela os familiares que tiveram contato próximo também foram medicados. 

Esse foi o primeiro caso registrado no município. Ainda de acordo o setor de Saúde, Joaçaba atingiu a meta de vacinação imunizando 90% do público-alvo. Além disso, as cerca de 400 doses da vacina que foram liberadas para outros grupos após o encerramento da campanha foram distribuídas para a população em gera ainda nos primeiros dias da liberação.

Cuidados e prevenção

 Além da vacina, é recomendado adotar algumas medidas de prevenção para evitar a gripe: higienizar as mãos com água e sabão ou com álcool gel, principalmente depois de tossir ou espirrar; a higienização também é importante depois de usar o banheiro; antes das refeições; antes e depois de tocar os olhos, a boca e o nariz; evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies potencialmente contaminadas (corrimão, bancos, maçanetas etc), além de manter hábitos de alimentação saudáveis, com ingestão de líquidos e realização de atividades físicas.

 Pessoas com influenza devem evitar contato com outras pessoas. Em caso de suspeita, o paciente deve procurar atendimento médico o mais rápido possível. O tratamento precoce com Oseltamivir (Tamiflu) reduz tanto os sintomas quanto a ocorrência de complicações da influenza e está disponível em todas as unidades de saúde e hospitais de Santa Catarina.

Fonte: Éder Luiz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário