quarta-feira, 3 de julho de 2019

BRF e Sindicatos fecham acordo com reajuste salarial de 4,78%

Foi realizada nesta terça-feira (02) na cidade de Videira a segunda rodada de negociação entre sindicatos e representantes da BRF onde foi tratado sobre a negociação salarial e demais benefícios aos trabalhadores da unidade de Capinzal. 

De acordo com o presidente do SINDICADEZAL, Ludovino Soccol, apesar de não ter atingido aquilo que se esperava inicialmente o acordo foi satisfatório, principalmente pelo atual momento que a empresa está passando, embora exista expectativa de crescimento.

Após amplo debate os sindicalistas acabaram fechando o acordo pelo reajuste de 4,78%, retroativo ao mês de junho de 2019. O piso salarial inicial de R$ 1.236,00 e de efetivação, após três meses de R$ 1.306,00.

Foi mantido o adicional mensal de 3% do quinquênio, em 5, 10, 15 e 20 anos. Esse é um benefício do trabalhador que está na empresa a mais de cinco anos ininterruptos, sendo que o reajuste ocorre a cada cinco anos trabalhados, com teto de R$ 1.920,00.

O auxílio creche de 12 meses, 10% do piso de R$ 1.306,00, altera a regra da entrega da matrícula, passando a comprovação à exigência tão somente da certidão de nascimento do filho, mantidas as demais regras praticada; ticket alimentação de R$ 171; 3 kits de produtos BRF no valor de R$ 55 cada e auxílio escolar passou de R$ 430 para R$ 440. (Rádio Capinzal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário