quinta-feira, 13 de junho de 2019

Governador de SC defende reinclusão dos Estados na reforma da Previdência

O governador do Estado, Carlos Moisés da Silva (PSL) se manifestou na manhã desta quinta-feira sobre a exclusão das unidades federativas e dos municípios do projeto que trata das alterações no sistema previdenciário do país. A decisão foi tomada na noite de quarta-feira em reunião de líderes partidários com o relator da reforma na comissão especial, Samuel Moreira (PSDB-SP). 

Na reunião de quarta, ficou acertado que servidores estaduais e municipais não serão incluídos na reforma de Jair Bolsonaro. Na terça-feira, Carlos Moisés e outros 24 chefes de Estado participaram de reunião em Brasília e manifestaram apoio à PEC, mas não foi suficiente para que deputados aceitassem mexer nas regras para funcionalismo de outros entes, além dos federais. 

Nesta quinta, o governador catarinense reforçou a defesa pela inclusão dos Estados na reforma da Previdência e disse que a medida pode entrar novamente posteriormente da votação da comissão especial: 

- Os Estados e Municípios devem ser mantidos na proposta de reforma da previdência. Esta é uma posição não só de Santa Catarina, mas da maioria dos governadores brasileiros, reafirmada na última terça-feira, durante a reunião do Fórum dos governadores, em Brasília. A inclusão deste tema poderá ser feita na sequência, antes da votação em plenário, ou seja, até a primeira semana de julho – afirmou. 

​Fonte: NSC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário