segunda-feira, 24 de junho de 2019

PRF registra aumento expressivo no número de acidentes durante feriado de Corpus Christi

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Santa Catarina encerrou à meia-noite deste domingo, dia 23, a Operação Corpus Christi 2019. Nos cinco dias foram registrados 116 acidentes, com 129 pessoas feridas e sete mortes nas rodovias federais.

Três vítimas fatais foram em colisões na BR-101, outras três na BR-282 e uma na BR-470. Os números representam um aumento em comparação ao mesmo feriado de 2018, quando houve 77 acidentes, com 76 feridos e três mortes.

Segundo a PRF, o principal motivo para o aumento acentuado de ocorrências se deve à greve nacional dos caminhoneiros em 2018, já que o baixo movimento na época contribuiu para a redução da violência no trânsito no feriado de Corpus Christi do ano passado.

Durante a operação, a PRF ainda lavrou neste ano 2.234 autos de infração, sendo 112 deles para motoristas dirigindo sob efeito de álcool e 286 para motoristas flagrados ultrapassando em local proibido. (Oeste Mais)

Veículo é destruído por incêndio na BR-282 em Catanduvas


Um automóvel foi destruído por incêndio na manhã deste sábado (22) na BR-282 em Catanduvas. A ocorrência foi próximo à ervateira Regina. Conforme as informações, a família (casal e uma criança) que ocupava o veículo havia saído de Nonoai/RS e retornava para Palhoça/SC, onde reside. Quando estavam em um trecho de faixa dupla o Ford Ka começou a pegar fogo na parte do motor.

Rapidamente as chamas se alastraram, inviabilizando a extinção com uso de extintores veiculares. O Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer a contenção e rescaldo. A Polícia Militar esteve no local prestando auxílio. Um guincho foi acionado para fazer a remoção. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.


Fonte: Michel Teixeira.

Motociclista perde a vida em acidente na BR 282

Foto: Oeste Mais
Um grave acidente de trânsito foi registrado na tarde deste sábado (22), na BR-282. O acidente ocorreu na altura do km 491 da rodovia, nas proximidades do CTG Querência do Minuano em Faxinal dos Guedes.

No local uma saída de pista ocorreu envolvendo uma motocicleta Kawasaki/Z1000 verde placa QHV 8946 de Concórdia.

O Corpo de Bombeiros e a PRF foram acionados para atendimento à ocorrência, sendo que ao chegar no local constataram que o piloto da moto já estava em óbito.

Diante dos fatos, o perímetro foi isolado até a chegada do IGP. A vítima foi identificada como Pablo Hack, 23 anos.

Fonte:Rádio Atual Fm Com informações Ronda Policial

Motorista capota veículo na BR-282 em Joaçaba


O motorista de um Ford/Fiesta, placas MIL-3550 de Capinzal, capotou o veículo na manhã deste domingo (23) na BR-282, proximidades do CASEP, em Joaçaba. O acidente foi registrado por volta das 11h, quando o carro saiu da pista, colidiu em um barranco e capotou na rodovia.

Bombeiros encontraram a vítima fora do automóvel, apenas algumas escoriações. Após os procedimentos, o condutor foi encaminhado ao Hospital Universitário Santa Terezinha para avaliação médica.

A Polícia Rodoviária Federal foi acionada para registrar a ocorrência e providenciar a remoção do veículo do local.

Fonte: Caco da Rosa.

BR-282 tem o maior número de acidentes fatais entre as rodovias catarinenses

Entre as rodovias federais que cortam Santa Catarina, a BR-282 foi a que teve mais acidentes fatais em 2018, segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF-SC). Ao todo, 107 pessoas morreram na estrada que liga o Litoral ao Oeste. 

Com isso, em 2018, uma pessoa morreu a cada 82 horas na BR-282. O número é superior ao registrado na BR-101, onde 106 morreram no ano passado, mas o fluxo de veículos é pelo menos três vezes maior.

"Ano passado pela primeira vez a BR-282 superou em número de mortes a BR-101. Isso demonstra a periculosidade da rodovia", explica o inspetor Luiz Graziano, da PRF-SC.
Nos primeiros cinco meses deste ano, já foram 34 mortos em acidentes na BR-282.

Imprudência

A BR-282 tem pista simples, com subidas, descidas e muitas curvas. E um ingrediente multiplica o risco na rodovia: a imprudência.

Muitos motoristas tentam ultrapassagens em locais proibidos. Esse tipo de infração é uma das mais cometidas pelos condutores, e é considerada gravíssima. A multa é de R$ 1.467,35 e o motorista ainda leva sete pontos na carteira.

Com informações do G1 SC

sexta-feira, 21 de junho de 2019

Jackson L.Nunes é escalado para atuar na Final do Mundial de Clubes da FIFA

O Anotador e Cronometrista da Confederação Brasileira de Futsal e professor de Educação Física, Jackson Luiz Nunes de Erval Velho, foi escalado para atuar na final do Mundial de Clubes FIFA de futebol de salão feminino.

O evento acontece no próximo domingo (23) no município de Lages com inicio as 10h30min com transmissão no canal SporTV. A disputa é entre as equipes de Leoas da Serra de Lages e Atlético de Madrid da Espanha. No primeiro jogo, a equipe lageana foi derrotada pelo placa de 3x1 em terras espanholas.

Em entrevista Jackson comentou: ''Estou muito feliz pela oportunidade recebida e pelo apoio da família e amigos, venho fazendo grandes jogos, em menos de um ano fiz semifinal da liga nacional, início deste ano a pré libertadores no Paraná e no próximo sábado estou escalado na copa do Brasil e no domingo mundial de clubes, trabalho sério e que requer muita responsabilidade [...] maior prazer representar o nosso município dentro do quadro nacional na arbitragem''.

Por: Yuri Ferrari/Rádio Erval FM.

Inverno deste ano deve ter poucos dias de frio extremo e temperaturas mais altas que o normal

O inverno deste ano em Santa Catarina deverá ter poucos dias de frio extremo. O solstício— maior grau de afastamento angular do Sol em relação à Linha do Equador — ocorre nesta sexta-feira, dia 21, no hemisfério Sul, exatamente às 12h54 (horário de Brasília), marcando oficialmente a chegada da estação fria.

Se o friozinho desta quinta-feira, dia 20, empolgou quem esperava ansiosamente pela chegada do inverno, ainda não vai dar para usar aquele casacão de lã que está guardado no armário. As temperaturas voltam a subir ao longo da tarde desta sexta e permanecem agradáveis no fim de semana.

De acordo com o meteorologista da NSC Comunicação, Leandro Puchalski, o inverno será um pouco atípico neste ano. “O inverno vai ter frio? Vai. Mas o frio será em períodos mais curtos, intercalados com períodos de temperaturas amenas, que as pessoas podem até estranhar para um inverno”.

Segundo a previsão climática do trimestre da Epagri/Ciram, as ondas de frio serão pouco duradouras, com períodos mais quentes. As massas de ar de origem polar, típicas da estação, até irão trazer temperaturas próximas a zero e negativas nas áreas altas do estado, como na Serra e Planalto Norte. Inclusive, existe alguma probabilidade de neve em julho e agosto, avalia o órgão.

El Niño e suas chuvas

A influência do fenômeno climático El Niño, um conhecido já dos catarinenses, marca o ano. Sua principal característica é dificultar a entrada de massas de ar frio no interior dos estados, desviando as ondas de frio para o oceano. O clima neste inverno, portanto, deve ficar parecido com o que já sentimos no outono.

“O El Niño tende a trazer volumes elevados de chuva e as temperaturas não ficam tão baixas, justamente porque as massas de ar frio não conseguem passar pelas nuvens de chuva. As duas brigam pelo mesmo lugar”, explica Puchalski.

A Epagri/Ciram, em sua previsão climática para o trimestre de junho, julho e agosto (realizada em maio), indica chuvas acima da média para o período. Como junho foi um mês que choveu pouco em Santa Catarina, há possibilidade de esta água aparecer no mês que vem ou em agosto. Na próxima semana, a previsão climática para o trimestre será atualizada pela Epagri/Ciram.

Com informações do NSC Total

Família de Videira procura por jovem desaparecida

Uma família de Videira está à procura de uma jovem de 22 anos. Jaqueline Mastaler teria saído de casa no último dia 11, sem manter nenhum tipo de contato com a família desde então. De acordo com a avó da jovem, ela teria saído apenas com a roupa do corpo, vestindo uma calça jeans clara e um moletom de cor escura. Jaqueline é magra e tem cabelo preto.

A jovem morava em Curitiba e passou a residir em Videira, no bairro Santos Dumont, nos últimos meses para auxiliar a vó cuidar da mãe, que enfrenta problemas de saúde.

Qualquer informação sobre o paradeiro da jovem pode ser repassada aos familiares no telefone (49) 3533-2007, ou ainda com a Polícia Militar via 190. 

Fonte: Rádio Videira.

Idoso de 70 anos morre após ser atropelado por automóvel

Um idoso morreu após ser atropelado por um veículo de passeio no final da tarde desta quarta-feira, dia 19, em Piratuba. O acidente foi registrado por volta das 18h15, na Linha Serraria, interior do município, envolvendo um Fiat Strada, com placas de Capinzal.

Segundo o portal Magronada, a vítima de 70 anos já estava sem os sinais vitais na chegada dos socorristas. O condutor do automóvel que estava no local, relatou que o homem atravessou inesperadamente em frente ao veículo. Com o impacto, o idoso foi arremessado alguns metros longe.

O IGP de Campos Novos recolheu o corpo e encaminhou o mesmo para o IML para necropsia. A Polícia Civil também esteve no local e a Polícia Rodoviária Estadual de Ibicaré registrou a ocorrência.

Fonte: Oeste Mais.

quarta-feira, 19 de junho de 2019

Justiça cancela mais de 500 títulos eleitorais na região de Joaçaba

Se você não votou ou justificou seu voto nas últimas três eleições, e não procurou por um cartório até 06 de maio deste ano para regularizar a situação, provavelmente esteja com seu título eleitoral cancelado. Nas duas zonas eleitorais da Comarca de Joaçaba, que envolvem 08 municípios, foram cancelados 562 títulos. Os títulos envolvem eleitores dos municípios de Água Doce, Erval Velho, Lacerdópolis, Herval d’Oeste, Catanduvas, Joaçaba, Jaborá e Luzerna. Para saber se o título está cancelado o eleitor pode acessar o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e fazer a pesquisa no link “situação do eleitor”. A listagem oficial foi divulgada pelo TSE no início deste mês de junho.

Dentre os prejuízos que podem afetar a vida dos eleitores em situação não-regular com a Justiça Eleitoral estão, não poder se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles; não receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, não obter passaporte ou carteira de identidade; não obter empréstimos nas autarquias, sociedades de economia mista, caixas econômicas federais ou estaduais e outros.

Fonte: Rádio Catarinense/Marcelo Santos

Santa Catarina: alta de 51% nas exportações de carne suína em maio

Maior produtor nacional de carne suína e com acesso aos mercados mais competitivos do mundo, Santa Catarina segue ampliando sua presença no cenário internacional. Em maio, o faturamento com os embarques de carne suína passou de US$77,9 milhões, uma alta de 51% em relação ao mesmo mês de 2018. Os bons resultados ao longo do ano colocam Santa Catarina como responsável por quase 60% das exportações brasileiras do produto em 2019.

“Hoje, Santa Catarina tem acesso aos mercados mais exigentes do mundo, o setor agropecuário é o carro chefe da nossa economia, gerando emprego e renda ao longo de toda a cadeia produtiva. A alta nas exportações mostra que estamos no caminho certo, porém temos grandes desafios e oportunidades pela frente”, destaca o secretário da Agricultura e da Pesca, Ricardo de Gouvêa.

Em maio, Santa Catarina obteve um excelente resultado com as exportações de carne suína. Foram mais de 37,8 mil toneladas embarcadas, 39,8% a mais do que no ano anterior. A venda de produtos com maior valor comercial e o aumento nos preços da carne suína no mercado internacional fazem com que o crescimento no faturamento seja ainda maior: as receitas geradas pelos embarques passaram de US$ 77,9 milhões, 51% a mais do que em 2018.

Acumulado do ano

De janeiro a maio deste ano, Santa Catarina respondeu por 60% das exportações brasileiras de carne suína. Foram 167 mil toneladas embarcadas, gerando receitas de US$ 319,8 milhões. Em comparação com o mesmo período de 2018, o crescimento foi de 40,4% no volume e de 34% no valor.

Principais mercados

Em maio, os maiores compradores do produto catarinense foram China, Hong Kong, Chile, Rússia e Argentina, que juntos respondem por 80% das receitas obtidas. O crescimento nas exportações de Santa Catarina se deve à ampliação de importantes mercados, algumas altas passam de 100%, como é o caso do Chile (101,9%), Uruguai (120,4%) e Japão (428,3%) - um dos mercados mais exigentes do mundo.

No último mês, China e Hong Kong foram responsáveis por quase 60% do total exportado por Santa Catarina.

Cenário mundial

Segundo relatório divulgado em junho pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a contaminação com peste suína africana já levou à eliminação de 3,4 milhões de suínos em diversos países da Ásia. A situação mais crítica é a da China, onde já foram detectados 138 focos da doença em 32 províncias, incluindo a região de Hong Kong.

Os casos de peste suína africana na China, Vietnã, Coreia do Norte e Camboja estão transformando o mercado da suinocultura mundial. “Isso traz uma grande oportunidade para o agronegócio brasileiro, que é fornecer alimento para esses países, principalmente para a China; porém exige de todos nós um cuidado ainda maior com a vigilância agropecuária para que uma doença como essa não chegue ao Brasil”, ressalta o secretário.

O analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), Alexandre Giehl, explica que os impactos da doença podem ser ainda maiores do que aqueles levantados pela FAO. “Outras instituições apresentam um cenário muito mais grave associado à essa doença. Segundo estimativas não oficiais, a China já teria eliminado cerca de 20% de seu rebanho, algo sem precedentes na história da suinocultura chinesa e mundial. Alguns especialistas chegam a falar no maior surto de doença animal já ocorrido no planeta”, explica.

Fonte: MB Comunicação

Erval Velho - Mais de R$100 Mil reais estão sendo investidos na Rua Honorato Vieira

O município de Erval Velho iniciou no dia 05 de junho uma obra na Rua Honorato Vieira que tem por finalidade aumentar a vazão da água na troca da tubulação daquela localidade.

O novo sistema que será usado é chamado de Aduelas de Concreto Armado, também adotadas na construção de pontes, passagens e outros serviços, pois gera maior segurança e rapidez.

Em Erval Velho, as aduelas ajudarão no sistema de drenagem como uma GALERIA, para não gerar mais problemas no local quando o nível de água é muito alto.

O investimento é de R$ 104.447,91 Mil reais com recursos próprios. A obra tem previsão de término em 05/09. O serviço está sendo realizado pela empresa VIGA Pavimentações e Obras LTDA.



Por: Yuri Ferrari/Rádio Erval FM.

E.E.B.Prefeito Agenor Piovezan divulga resultado do bazar realizado nos dias 6 e 7 de junho

A Escola de Educação Básica Prefeito Agenor Piovezan realizou nos dias 6 e 7 de junho um bazar com o apoio do Grêmio estudantil.

Em entrevista, a Diretora do Colégio, Márcia Bulla de Sordi comentou que o resultado financeiro foi surpreendente. Foi arrecadado um total de R$ 3.624,00 sendo que, R$ 1.500,00 foi destinado para o Residencial Nossa Senhora de Fátima. Segundo Márcia, R$2.124,00 serão destinados para melhorias na escola. Parte do dinheiro será investido em medalhas para o torneio que acontece no final deste ano e também será adquirido um bebedouro, o qual vai ser inserido na quadra de esporte da escola.

A diretora agradeceu todos que fizeram doações e quem ajudou na realização do bazar.

Por: Yuri Ferrari/Rádio Erval FM. 

Erval Velho - Arraiá do Agenor acontece na próxima semana

No dia 29 de junho (sábado) acontece na Escola Estadual Prefeito Agenor Piovezan a tradicional Festa Junina conhecida como ARRAIÁ DO AGENOR, a qual é realizada a 10 anos no município. Este evento também faz parte das comemorações dos 56 anos de Erval Velho que foram completados na última terça-feira (18). A diretora da escola, Sra. Márcia Bulla de Sordi gravou entrevista para a Rádio Erval FM comentando sobre o arraiá.

A festa tem início as 13h no ginásio do colégio e segue até as 18h com muitas danças juninas, dentro dos padrões, apresentação dos casais de  SINHOZINHO E SINHOZINHA, comidas típicas a tarde toda e uma novidade neste ano, o entreveiro. A escola municipal também fará apresentações. A escola ainda está aceitando doações para produção dos alimentos para a festa.

A diretora convida toda a população para participar e prestigiar as apresentações culturas típicas desta época do ano.

Por: Yuri Ferrari/Rádio Erval FM.

Confira quem são os inscritos para eleição de novos membros do Conselho Tutelar de Erval Velho


A COMISSÃO ELEITORAL ESPECIAL, constituída na forma da Resolução nº02/CMDCA, de 05 de abril de 2019, torna pública a Relação dos Candidatos Inscritos para a eleição de novos membros do Conselho Tutelar de Erval Velho.

Confira quem são:

01 Rejane Ribeiro Rodrigues
02 Linda Inez Brocardo
03 Rita da Silva - INDEFERIDA
04 Roseli Padilha Vettori
05 Vanessa Júlia Baratieri
06 Solange de Fátima Reinaldo
07 Cristiane Wernecke de Andrade Amora
08 Marcos Aurélio Piovesan
09 Fabiana Aparecida de Souza
10 Ivonete da Aparecida Ferreira
11 Aline Telles Gemelli
12 Rudinei Luiz Piovesan Junior
13 Samara Nogueira da Silva
14 Luciane Padilha da Luz
15 Leidiane Rosa Fillipiaki de Giacometi
16 Ivonir Laurentino Dadalt

Governo amplia número de atividades autorizadas a trabalhar aos domingos e feriados

 O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, assinou nesta terça-feira (18) uma portaria que amplia de 72 para 78 o número de categorias autorizadas a funcionar aos domingos e feriados.

Marinho deu a informação em uma mensagem em uma rede social. Segundo o Ministério do Trabalho, está sendo concedida permissão para o trabalho aos domingos e feriados, "em caráter permanente", para seis novas atividades. Elas se somam às 72 previstas no decreto 27.048/1949. A justificativa para inclusão foi o "dinamismo do setor produtivo".

Atividades incluídas:

Indústria de extração de óleos vegetais e indústria de biodiesel, excluídos os serviços de escritório;
Indústria do vinho, do mosto de uva, dos vinagres e bebidas derivadas da uva e do vinho, excluídos os serviços de escritório;
Comércio em geral;
Estabelecimentos destinados ao turismo em geral;
Serviço de manutenção aeroespacial;
Indústria aeroespacial.

"Muito mais empregos! Assinei hoje portaria que autoriza empresas funcionarem aos domingos e feriados. Com mais dias de trabalho das empresas, mais pessoas serão contratadas. Esses trabalhadores terão suas folgas garantidas em outros dias da semana. Respeito à Constituição e à CLT [Consolidação das Leis do Trabalho]", escreveu o secretário.

A CLT diz, em seu artigo 67, que "será assegurado a todo empregado um descanso semanal de 24 horas consecutivas, o qual, salvo motivo de conveniência pública ou necessidade imperiosa do serviço, deverá coincidir com o domingo, no todo ou em parte".

A lei diz ainda que, nos serviços que exijam trabalho aos domingos, com exceção quanto aos elencos teatrais, será estabelecida escala de revezamento, mensalmente organizada e constando de quadro sujeito à fiscalização.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego no Brasil caiu para 12,5% no trimestre encerrado em abril, atingindo 13,2 milhões de pessoas. Foi a primeira queda após três altas seguidas e um leve recuo ante a taxa de 12,7% registrada no trimestre encerrado em março.

Veja todas as atividades com autorização para o trabalho aos domingos e feriados em caráter permanente.

I - INDÚSTRIA

1) Laticínios; excluídos os serviços de escritório.

2) Frio industrial, fabricação e distribuição de gelo; excluídos os serviços de escritório.

3) Purificação e distribuição de água (usinas e filtros); excluídos os serviços de escritório.

4) Produção e distribuição de energia elétrica; excluídos os serviços de escritório.

5) Produção e distribuição de gás; excluídos os serviços de escritório.

6) Serviços de esgotos (excluídos os serviços de escritório).

7) Confecção de coroas de flores naturais.

8) Pastelaria, confeitaria e panificação em geral.

9) Indústria do malte; excluídos os serviços de escritório.

10) Indústria do cobre eletrolítico, de ferro (metalúrgica) e do vidro; excluídos os serviços de escritório.

11) Turmas de emergência nas empresas industriais, instaladoras e conservadoras de elevadores e cabos aéreos.

12) Trabalhos em curtumes; excluídos os serviços de escritório.

13) Alimentação de animais destinados à realização de pesquisas para preparo de soro e outros produtos farmacêuticos.

14) Siderurgia, fundição, forjaria, usinagem (fornos acesos permanentemente); excluídos os serviços de escritório.

15) Lubrificação e reparos do aparelhamento industrial (turma de emergência).

16) Indústria moageira; excluídos os serviços escritório.

17) Usinas de açúcar e de álcool; excluídos oficinas e escritório.

18) Indústria do papel de imprensa; excluídos os serviços de escritório.

19) Indústria de vidro; excluídos os serviços de escritório.

20) Indústria de cimento em geral; excluídos os serviços de escritório.

21) Indústria de acumuladores elétricos, porém unicamente nos setores referentes a carga de baterias, moinho e cabine elétrica; excluídos todos os demais serviços.

22) Indústria da cerveja; excluídos os serviços de escritório.

23) Indústria do refino do petróleo.

24) Indústria Petroquímica; excluídos os serviços de escritório.

25) Indústria de extração de óleos vegetais comestíveis; excluídos os serviços de escritório.

26) processamento de hortaliças, legumes e frutas.

27) indústria de extração de óleos vegetais e indústria de biodiesel, excluídos os serviços de escritório.

28) Indústria do Vinho, do Mosto de Uva, dos Vinagres e Bebidas Derivados da Uva e do Vinho, excluídos os serviços de escritório;

29) Indústria aeroespacial.

II - COMÉRCIO

1) Varejistas de peixe.

2) Varejistas de carnes frescas e caça.

3) Venda de pão e biscoitos.

4) Varejistas de frutas e verduras.

5) Varejistas de aves e ovos.

6) Varejistas de produtos farmacêuticos (farmácias, inclusive manipulação de receituário).

7) Flores e coroas.

8) Barbearias, quando funcionando em recinto fechado ou fazendo parte do complexo do estabelecimento ou atividade, mediante acordo expresso com os empregados.

9) Entrepostos de combustíveis, lubrificantes e acessórios para automóveis (postos de gasolina).

10) Locadores de bicicletas e similares.

11) Hotéis e similares (restaurantes, pensões, bares, cafés, confeitarias, leiterias, sorveterias e bombonerias).

12) Hospitais, clínicas, casas de saúde e ambulatórios.

13) Casas de diversões; inclusive estabelecimentos esportivos em que o ingresso seja pago.

14) Limpeza e alimentação de animais em estabelecimentos de avicultura.

15) Feiras-livres e mercados, comércio varejista de supermercados e de hipermercados, cuja atividade preponderante seja a venda de alimentos, inclusive os transportes a eles inerentes.

16) Porteiros e cabineiros de edifícios residenciais.

17) Serviços de propaganda dominical.

18) Comércio de artigos regionais nas estâncias hidrominerais.

19) Comércio em portos, aeroportos, estradas, estações rodoviárias e ferroviárias.

20) Comércio em hotéis.

21) Agências de turismo, locadoras de veículos e embarcações.

22) Comércio em postos de combustíveis.

23) Comércio em feiras e exposições.

24) Comércio em geral.

25) Estabelecimentos destinados ao turismo em geral.

III - TRANSPORTES

1) Serviços portuários.

2) Navegação, inclusive escritório, unicamente para atender a serviço de navios.

3) Trânsito marítimo de passageiros; excluídos os serviços de escritório.

4) Serviço propriamente de transportes; excluídos os transportes de carga urbanos e os escritórios e oficinas, salvo as de emergência.

5) Serviço de transportes aéreos; excluídos os departamentos não ligados diretamente ao tráfego aéreo.

6) Transporte interestadual rodoviário, inclusive limpeza e lubrificação dos veículos.

7) Transporte de passageiros por elevadores e cabos aéreos.

8) Serviços de manutenção aeroespacial.

IV - COMUNICAÇÕES E PUBLICIDADE

1) Empresa de comunicação telegráficas, radiotelegráficas e telefônicas; excluídos os serviços de escritório e oficinas, salvos as de emergência.

2) Empresas de radiodifusão, televisão, de jornais e revistas; excluídos os serviços de escritório.

3) Distribuidores e vendedores de jornais e revistas (bancas e ambulantes).

4) Anúncios em bondes e outros veículos (turma de emergência).

V – EDUCAÇÃO E CULTURA

1) Estabelecimentos de ensino (internatos); excluídos os serviços de escritório e magistério.

2) Empresas teatrais; excluídos os serviços de escritório.

3) Biblioteca; excluídos os serviços de escritório.

4) Museu; excluídos de serviços de escritório.

5) Empresas exibidoras cinematográficas; excluídos de serviços de escritório.

6) Empresa de orquestras.

7) Cultura física; excluídos de serviços de escritório.

8) Instituições de culto religioso.

VI - SERVIÇOS FUNERÁRIOS

1) Estabelecimentos e entidades que executem serviços funerários.

VII - AGRICULTURA E PECUÁRIA

1) Limpeza e alimentação de animais em propriedades agropecuárias.

2) Execução de serviços especificados nos itens anteriores desta relação.

3) Colheita, beneficiamento, lavagem e transporte de hortaliças, legumes e frutas.

Fonte:G1

Senado aprova proposta para suspender decreto das armas

O plenário do Senado aprovou nesta terça-feira, dia 18, por 47 votos a 28, o parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que pede a suspensão dos decretos do presidente Jair Bolsonaro que facilitaram o porte de armas.

Com a decisão, o texto seguirá para análise da Câmara dos Deputados. Enquanto a Câmara não analisar o tema, as regras previstas nos decretos continuarão valendo.

O direito ao porte é a autorização para transportar a arma fora de casa. É diferente da posse, que só permite manter a arma dentro de casa. O primeiro decreto sobre armas e munições foi assinado em 7 de maio. Desde então, foi alvo de questionamentos na Justiça e no Congresso Nacional.

Diante da polêmica em torno do assunto, Bolsonaro recuou e, em 22 de maio, assinou um outro decreto sobre o tema. A medida também se tornou alvo de contestações.

A discussão no plenário sobre o parecer da CCJ levou cerca de três horas. Durante o debate, dez senadores favoráveis aos decretos e dez contrários puderam discursar – cada um teve direito a três minutos de fala. Logo depois, o resultado da votação foi anunciado.

Pouco antes de proclamar o resultado, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que os parlamentares demonstraram "maturidade política" ao discutir o tema.

Após a confirmação do resultado, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse respeitar a decisão do Senado, mas acrescentou discordar. Na opinião do ministro, os parlamentares focaram a discussão no mérito (conteúdo) da proposta, sem se concentrar no debate sobre a constitucionalidade das regras.

G1

terça-feira, 18 de junho de 2019

Plano Safra: Governo anuncia recursos para construção de casas rurais

Nesta terça-feira (18), durante o anúncio do Plano Safra 2019/2020, o Ministério da Agricultura comunicou que, pela primeira vez, o Plano terá verbas para construção de casas rurais. Serão destinados R$ 500 milhões para financiar a construção ou reformas de moradias dos pequenos agricultores. Com os recursos, será possível construir até 10 mil casas para os agricultores familiares, informou o Ministério.

Outra novidade será o recurso para custeio ou investimento, com juros de 3% ao ano, para apoiar as seguintes atividades: exploração extrativista sustentável e produção de ervas medicinais, aromáticas e condimentares.

Plano Safra tem R$ 53,41 bilhões para investimento; veja as taxas de juros

O Plano Safra 2019/2020 foi anunciado nesta terça, dia 18, em Brasília. As linhas de investimento receberão R$ 53,41 bilhões. Durante a cerimônia, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse que o volume de recursos liberados atesta o compromisso do atual governo com desenvolvimento do setor.

“Aumentam os recursos de investimento para a Agricultura de Baixo Carbono (ABC), programas de inovação, tecnologia, irrigação, correção de solo e produção de leite, suínos e aves”, diz.

Moderfrota

Total de recursos: R$ 9,690 bilhões
Limite de crédito por beneficiário: 85%
Prazo máximo para pagamento: 7 anos
Carência máxima: 14 meses
Taxas de juros: 8,5% a 10,5%

Moderagro


Total de recursos: R$ 1,2 bilhão
Limite de crédito por beneficiário: R$ 880 mil
Prazo máximo para pagamento: 10 anos
Carência máxima: 3 anos
Taxas de juros: 8%

Moderinfra

Total de recursos: 732 milhões
Limite de crédito por beneficiário: R$ 3,3 milhões
Prazo máximo para pagamento: 10
Carência máxima: 3
Taxas de juros: 8%

ABC

Total de recursos: R$ 2,096 bilhões
Limite de crédito por beneficiário: R$ 5 milhões
Prazo máximo para pagamento: 12 anos
Carência máxima: 8 anos
Taxas de juros: 5,25% e 7%

PCA

Total de recursos: R4 1,815 bilhão
Limite de crédito por beneficiário: não há
Prazo máximo para pagamento: 15 anos
Carência máxima: 3 anos
Taxas de juros de até: 6% a 7%

Inovagro


Total de recursos: R$ 1,5 bilhão
Limite de crédito por beneficiário: R$ 1,3 milhão
Prazo máximo para pagamento: 10 anos
Carência máxima: 3 anos
Taxas de juros de até: 7%

Prodecoop

Total de recursos: R$ 1,285 bilhão
Limite de crédito por beneficiário: R$ 150 milhões
Prazo máximo para pagamento: 10 anos
Carência máxima: 3 anos
Taxas de juros de até: 8%

Pronaf

Total de recursos: R$ 12,927 bilhões
Limite de crédito por beneficiário: R$ 165 mil
Prazo máximo para pagamento: 10 anos
Carência máxima: 3 anos
Taxas de juros de até: 3% e 4,6%

Pronamp

Total de recursos: R4 2,715 bilhões
Limite de crédito por beneficiário: R$ 430 mil
Prazo máximo para pagamento: 8 anos
Carência máxima: 3 anos
Taxas de juros de até: 7%

Fundos Constitucionais


Total de recursos: R$ 6,230 bilhão
Limite de crédito por beneficiário: não há
Prazo máximo para pagamento: 12 anos
Carência máxima: 3 aos
Taxas de juros de até: Taxa por porte

Bancos cooperativos

Total de recursos: R$ 600 milhões
Limite de crédito por beneficiário: R$ 450 mil
Prazo máximo para pagamento: 12 anos
Carência máxima: 3 anos
Taxas de juros de até: 8%

BNDES – Procap-Agro

Total de recursos: R$ 2,5 bilhões
Limite de crédito por beneficiário: R$ 65 milhões
Prazo máximo para pagamento: 2 anos
Carência máxima: 6 meses
Taxas de juros de até: Taxa de Juros de Longo Prazo+3,7%

BNDES – Prorenova

Total de recursos: R$ 1,5 bilhão
Limite de crédito por beneficiário: não há
Prazo máximo para pagamento: 6 anos
Carência máxima: 18 meses
Taxas de juros de até: Taxa de Juros de Longo Prazo+3,7%

BNDES – Agro

Total de recursos: R$ 2,5 bilhão
Limite de crédito por beneficiário: não há
Prazo máximo para pagamento: não há
Carência máxima: não há
Taxas de juros de até: Taxa de Juros de Longo Prazo+3,7%

BB – Investe Agro

Total de recursos: R$ 1 bilhão
Taxas de juros: Taxa de mercado

Juros livres

Total de recursos: R$ 5,125 bilhões
Taxas de juros: Taxa de mercado

Fonte: FETAESC.

PRF inicia nesta quarta-feira Operação Corpus Christi 2019 em SC


A Polícia Rodoviária Federal vai iniciar a Operação Corpus Christi 2019, nesta quarta-feira, dia 19, em Santa Catarina.

A ação ocorrerá durante cinco dias, até o próximo domingo, dia 23, com aumento relevante de fluxo de veículos nas rodovias. Esse fator pode contribuir para a ocorrência de acidentes nas rodovias.

O objetivo é prevenir condutas que aumentam o risco de acidentes graves ou aumentem as lesões das vítimas, como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade, consumo de álcool e falta de equipamentos de segurança (capacete, cinto de segurança ou cadeirinhas para crianças).

Fonte: Oeste Mais.

Prefeito de Florianópolis Gean Loureiro/MDB é preso pela PF

Prefeito Gean Loureiro foi detido pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira – Arquivo/Cristiano Andujar/Divulgação/ND
O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, foi preso na manhã desta terça-feira (18) como parte da Operação Chabu, da Polícia Federal. A operação visa combater a prática de uma organização que violava o sigilo de operações policiais em Santa Catarina.

O prefeito e uma comitiva eram esperados na inauguração da Via Expressa – a visita acabou não ocorrendo e toda a agenda de Gean foi cancelada. Às 10h30, assessores e servidores do governo municipal permaneciam reunidos no gabinete da Prefeitura de Florianópolis, no Centro, onde o silêncio predomina nesta terça-feira.

Em nota, o chefe de gabinete da prefeitura, Bruno Oliveira, informou que divulgará um posicionamento apenas quando tiver “informações concretas sobre o caso da PF”. “Peço paciência de todos porque precisamos ter informações também”, escreveu.

Entre os detidos como parte da operação está o delegado Fernando Caieron, da Polícia Federal em Florianópolis. Segundo a Polícia Federal, ele é suspeito de atrapalhar a investigação contra uma organização criminosa.

Os agentes federais prenderam, também durante a manhã, o ex-secretário da Casa Civil, Luciano Veloso Lima. Entre os 30 mandados expedidos pelo TRF 4 em Porto Alegre há 23 de busca e apreensão.

Entenda a Operação Chabu

Após análises dos materiais apreendidos durante a Operação Eclipse, deflagrada em agosto de 2018, a Polícia Federal apurou que a organização criminosa construiu uma rede composta por um núcleo político, empresários, e servidores da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal lotados em órgão de inteligência e investigação. O objetivo era embaraçar investigações policiais e proteger o núcleo político em troca de vantagens financeiras e políticas.

Durante as investigações foram apuradas várias práticas ilícitas, dentre as quais destacam-se o vazamento sistemático de informações a respeito de operações policiais a serem deflagradas até o contrabando de equipamentos de contra inteligência para montar “salas seguras” a prova de monitoramento em órgãos públicos e empresas.

As provas obtidas durante as investigações apontam a prática de crimes de associação criminosa, corrupção passiva, violação de sigilo funcional, tráfico de influência, corrupção ativa, além da tentativa de interferir em investigação penal que envolva organização criminosa.

O nome dado à operação, Chabu, significa dar problema, dar errado, falha no sistema, e é usado comumente em festas juninas, quando os fogos de artifício falham. Segundo a Polícia Federal, o termo era empregado por alguns dos investigados para avisar da existência de operações policiais que viriam a acontecer.

Fonte: ND Online

Polícia Rodoviária flagra ônibus transportando contrabando

Uma grande carga de mercadorias contrabandeadas foi apreendida pela Polícia Militar Rodoviária na noite desta segunda-feira (17) na SC-157, em São Lourenço do Oeste. A mercadoria estava em um ônibus com placas de Guaporé/RS, que foi abordado no Km 5 da rodovia.

Em buscas no veículo, os policiais localizaram 66 volumes de mercadorias diversas, sem a documentação aduaneira, no valor aproximado de R$ 120 mil reais. O ônibus era conduzido por um homem de 54 anos.

Diante das irregularidades, o ônibus e a mercadoria foram apreendidos e encaminhados à Receita Federal.




Fonte: Caco da Rosa.

Dieta de alto concentrado é alternativa para produção intensiva de caprinos e ovinos

Dietas de Alto Concentrado (DAC) são alternativas de nutrição animal que podem trazer benefícios para alguns objetivos na produção de caprinos e ovinos. Usadas principalmente em sistemas de produção intensiva, como o confinamento, essa estratégia pode colaborar com melhores resultados na produção de carne, leite e no alcance de indicadores zootécnicos, como ganho de peso. Mas há necessidade de orientação para que essa alternativa, usada de forma inadequada, não traga prejuízos, como doenças que podem até causar a morte de animais.

“A Dieta de Alto Concentrado pode trazer benefício, como permitir alto desempenho e ganho de peso rápido em categorias com ciclo de produção mais curto, como os cordeiros em confinamento para terminação [engorda para posterior abate]. Mas há um mito de que esse tipo de dieta pode ser uma ‘solução mágica’ para substituir a forragem, que é escassa em certas épocas do ano em regiões como o Semiárido”, alerta o médico-veterinário Marcos Cláudio Rogério, pesquisador de nutrição animal da Embrapa Caprinos e Ovinos (CE).

O pesquisador é um dos autores da publicação “Dietas de alto concentrado para ovinos de corte: Potencialidades e limitações”, que traz esclarecimentos sobre o uso dessa dieta para ovinos de corte. Segundo Rogério, o documento surgiu para atender a demandas e dúvidas de produtores e técnicos, como subsídio para que eles possam utilizar de forma adequada as dietas com altos níveis de alimento concentrado, aproveitando o potencial sem trazer riscos para os rebanhos.

Quando é respeitada uma proporção mínima de alimento volumoso (vindo de fontes como as plantas forrageiras, no pasto ou em formas de conservação como silagem e feno), utilizada para ciclos curtos de produção e observado um período de adaptação, as DACs podem trazer bons resultados para sistemas de produção de ovinos de corte ou caprinos leiteiros. Entre eles, melhor eficiência na produção de leite ou de carne ovina com melhor qualidade. Isso porque o alimento concentrado fornece energia e proteína necessárias para as exigências nutricionais de rebanhos de onde se esperam índices mais elevados de produtividade.

Ampliação do potencial produtivo

A publicação cita um experimento realizado por pesquisadores da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) com cordeiros mestiços das raças Dorper (especializada para ganho de peso) e Santa Inês (raça mais rústica e localmente adaptada a condições do Semiárido). O estudo mostrou que, com diferentes proporções de concentrado na dieta total (70% a 100%), os animais apresentaram ganhos de peso diário de 120 a 232 gramas. Outros testes com diferentes raças também apresentaram ganhos de desempenho no peso e rendimentos na carcaça dos animais, gerando potencial para uma carne de melhor qualidade.

"DAC pode promover ganho de peso rápido em categorias de ciclo de produção curto"

“Geralmente esses ganhos dependem também de fatores como grupo genético dos animais, composição do pasto, suplementação. Mas a DAC permite que se exacerbe o potencial produtivo. Com ela, raças como Dorper e Texel, voltadas para ganho de peso, podem ganhar 300 a 350 gramas por dia. Animais mais rústicos como Somalis e Morada Nova podem adicionar 160 a 200 gramas diárias. Em outras dietas em que não se aproveita esse potencial produtivo, o resultado costuma ser de 10% a 20% menor”, explica Marcos Cláudio.

As DACs também são utilizadas na caprinocultura leiteira. Na Região Sudeste, ela é uma prática adotada por produtores de caprinos leiteiros em sistema de confinamento, objetivando aumento da produtividade animal. Um exemplo é o do Capril Triqueda, em Coronel Pacheco (MG), onde a estratégia traz melhorias na produção de leite e ganhos em outros indicadores, como a eficiência no uso da mão de obra, em uma melhor relação da quantidade de litros de leite de cabra produzidos diariamente para cada pessoa envolvida na produção.

“Observamos melhor desempenho nas categorias de cria e recria, reduzindo a assim a idade ao primeiro parto, comparada à dos animais em lactação”, destaca o zootecnista Marcus Vinícius Fonseca, sócio-proprietário de um capril que hoje possui 210 animais da raça Saanen, dos quais 130 são matrizes (fêmeas adultas) aptas para produção de leite.

Segundo Marcus, o desafio para os produtores é usar o alimento concentrado de forma eficiente, para garantir uma melhor quantidade de litros de leite para cada quilo de alimento concentrado fornecido aos animais. Portanto, a compra de insumos para nutrição dos animais deve ser feita de forma estratégica. “O investimento com nutrição, hoje, fica em torno de 60% dos custos de produção. É preciso ter um equilíbrio para extrair ao máximo a produção leiteira, sem extrapolar no aspecto financeiro e, assim, utilizar a nutrição como ferramenta para melhor performance: econômica e produtiva”, afirma o zootecnista.

Entre caprinocultores do Sudeste que utilizam as dietas para os animais em confinamento, há aqueles que adquirem o concentrado no formato de rações comerciais e há quem opte por preparar a dieta em sua propriedade. O importante, segundo Fonseca, é observar critérios estabelecidos e ter orientação de profissional especializado para formulação das dietas em cada categoria animal, de modo a evitar problemas metabólicos. “O ideal é utilizar as dietas formuladas com base nas exigências nutricionais para caprinos, atendendo o mínimo de fibra necessária”, ressalta ele.

Cuidados na formulação

Para atingir resultados produtivos, é necessário que, ao se formular a dieta, produtores e técnicos estejam cientes de que a DAC deve observar algumas condições específicas. Segundo Rogério, ela não é recomendável para longos períodos de tempo (podendo, inclusive, gerar custo alto se administrada dessa forma), nem para todas as categorias de animais. Além disso, não pode substituir totalmente o consumo das plantas forrageiras pelos caprinos e ovinos, pois elas são importantes fontes de fibra para nutrição animal.

“Na hora da formulação, tem de se pensar em um mínimo de fibra para um animal herbívoro consumir”, ressalta o pesquisador, destacando a necessidade de equilibrar alimentos concentrados e volumosos. “O consumo da forrageira estimula a mastigação e favorece uma série de reações que facilitam o processo digestivo. Se não houver o mínimo de fibra ou se há fornecimento da DAC muito rapidamente, sem adaptação, pode haver desenvolvimento de doenças metabólicas, resultantes do excesso de ingestão de carboidratos do concentrado”, explica o especialista.

Entre esses distúrbios estão: a acidose ruminal (acúmulo de ácido lático que afeta o pH ruminal), o timpanismo (alta produção de gases no rúmen que impede o animal de liberá-los pelos mecanismos fisiológicos normais) e a laminite (inflamações nos cascos de ovinos). A primeira, especialmente, pode causar perdas graves. “O animal pode reduzir seu consumo, ter perda de produção e até morrer”, alerta o pesquisador.

Além de uma formulação orientada por profissional especializado, que observe os teores de alimentos e a disponibilidade das fontes de concentrado e volumoso para a realidade de cada produtor, é necessário um período de adaptação à DAC. Um período mínimo recomendado, com inclusão gradativa do concentrado, é de 14 dias, tempo necessário para que sejam minimizados os riscos de efeitos adversos como a redução de consumo de matéria seca ou de água, ou mesmo a ocorrência de diarreias.

Durante esse período, uma proporção de alimento concentrado pode aumentar de forma gradativa. “Se o animal inicialmente se alimenta apenas do pasto, podemos iniciar a dieta com uma proporção de 50% de volumoso e 50% de concentrado em período inicial de três a cinco dias. Depois, o teor de concentrado pode ter acréscimo de mais 20%, dependendo da forma como o produtor rural verificar que é viável”, exemplifica a zootecnista Luciana Guedes, pesquisadora visitante da Embrapa Caprinos e Ovinos na área de nutrição animal.

Dietas de Alto Concentrado

Vantagens:

antecipação da época de abate e melhor acabamento da carcaça para animais de corte;
melhorias de índices produtivos como produção de leite, ganho de peso, idade no primeiro parto;
diminuição de área destinada ao plantio de pastagens propiciando maior área
para confinamento;

redução do custo com a produção de volumosos;
aumento da eficiência alimentar dos animais.


Fontes de alimento

- Concentrado: milho, farelo de soja, farelo de trigo, polpa cítrica, torta de algodão ou outras fontes alternativas de energia e proteína existentes na região de produção. Essas fontes também costumam ser a base das rações comerciais.

- Volumoso: plantas forrageiras em pasto (nativo ou cultivado), em área de capineira ou em forma de conservação (feno ou silagem).

Fonte: EMBRAPA.

Acidente com trator no interior de Ipumirim, uma pessoa ferida

Equipe do Corpo de Bombeiros de Ipumirim atendeu na tarde desta segunda-feira, dia 17, um acidente com equipamento agrícola no interior do município. O fato foi registrado na região de Linha Silvano e os bombeiros receberam chamado as 12h50 . 

Foi tombamento de um trator envolvendo Sergio Conchinski 58 anos. Conforme relato, houve o tombamento e a vítima ficou presa debaixo do equipamento. Colegas que estavam no local conseguiram com outro trator levantar o equipamento que havia tombado e remover a vítima.

De acordo com informações do comandante dos Bombeiros de Ipumirim, Paulo Sergio Rizzi, a vítima foi socorrida e encaminhada ao hospital São Camilo com suspeita de fraturas nas costelas, fêmur e coluna cervical.

Fonte: Rádio Rural/JULIANE RELL

Quatro casos de morte a mais por gripe são confirmados em uma semana em SC


Santa Catarina tem ao menos 17 mortes e 129 casos confirmados de Influenza até esta segunda-feira (17). São quatro óbitos e 23 casos a mais que a semana anterior.

Nesta segunda, foi divulgado o relatório da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC), que contabiliza 16 mortes até a última sexta-feira (14). No sábado (15), uma mulher de 59 anos morreu de A H1N1 em Jaraguá do Sul, confirmou a prefeitura do município. O caso será contabilizado no próximo boletim, conforme a Dive-SC.

Das 16 mortes do boletim, são 14 pelo subtipo A H1N1 e 2 por A H3N2. Os três casos confirmados neste boletim são de pacientes que não resistiram à Influenza A (H1N1).

As confirmações do boletim foram de um homem de 83 anos, morador de Florianópolis, que morreu em 11 de junho; outro homem de 50 anos, morador de São Bento do Sul, que faleceu em 12 de junho, e um paciente de 82 anos, de Tubarão, que morreu em 31 de maio, mas houve uma demora para a notificação, segundo a Dive-SC.

Cidades

Joinville é a cidade do estado com maior número de mortes, três casos. Blumenau, Chapecó e Tubarão e Jaraguá do Sul (contabilizando o caso de sábado) têm dois cada. Já Balneário Camboriú, Brusque, Canoinhas, Florianópolis, São Bento do Sul e São Francisco do Sul têm um óbito cada.

O município com maior número de casos de influenza no estado é Chapecó, com 21. Na sequência, Blumenau com 14 casos, Joinville com 13 e Florianópolis com 12.

Dos casos confirmados de influenza, são 108 pelo vírus A H1N1, 18 pelo vírus A H3N2, 2 aguardando subtipagem e 1 pelo vírus Influenza B.

Vacinação

A vacinação contra gripe teve cobertura de 86,72% do público-alvo até esta segunda-feira, conforme a Dive-SC. A vacina está disponível para toda a população, de acordo com a disponibilidade de estoque de cada município, nos postos de saúde.

Fonte: G1 SC.

Parentes de vítimas mortas no Chile decidem doar dinheiro recebido por vaquinha online

Os parentes das seis vítimas de um vazamento de monóxido de carbono no Chile, no mês de maio deste ano, decidiram doar R$ 20.113,44 a uma instituição de caridade. O repasse do dinheiro deve ser formalizado na quarta-feira (19).

O valor foi arrecadado em uma campanha feita pela internet e deveria ser usado para ajudar a pagar a viagem dos familiares, para reconhecer e liberar os corpos. No entanto, a empresa responsável pelo aluguel do apartamento onde os brasileiros morreram acabou pagando todos os custos.

De acordo com o advogado da família, Mirivaldo de Campos, a instituição que vai receber o dinheiro será a Casa de Apoio Vovó Gertrudes. A entidade atende crianças que sofrem de câncer e são pacientes do Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis. No local, elas recebem hospedagem durante o período de tratamento na Capital catarinense.

O incidente

O incidente que matou as seis vítimas brasileiras aconteceu em um apartamento em Santiago, capital do Chile, no dia 22 de maio. Todos eram da mesma família e cinco deles eram catarinenses. Eles tinham viajado ao país para comemorar o aniversário da adolescente Karoliny Nascimento de Souza, que completaria 15 anos de idade dois dias depois de morrer.

Além de Karoliny, também morreram os pais dela, Fabiano de Souza e Débora Muniz Nascimento de Souza, o irmão Felipe Nascimento de Souza e os tios Jonathas Nascimento Kruger e Adriane Krueger.

O imóvel onde eles estavam hospedados foi alugado pela plataforma AirBnb. Conforme as investigações, o apartamento estava com a vistoria de segurança vencida. 

Os laudos mostraram que eles foram vítimas da inalação de monóxido de carbono, um gás sem cheiro e que tóxico, que pode ser mortal em altas concentrações. Ele é produzido a partir da queima incompleta de combustíveis à base de carbono, como o gás natural e a gasolina. 

A polícia chilena acredita que tenha acontecido uma falha no sistema de aquecimento do imóvel. O problema acabou causando o vazamento do gás pelo apartamento. 

Os policiais chilenos também investigam uma possível negligência dos agentes que foram deslocados para atender o chamado de socorro dos brasileiros. Isso porque o resgate demorou tempo demais para chegar ao apartamento. 

Foram feitas ao menos duas chamadas para o atendimento, sendo que na primeira o policial que foi destacado disse não ter encontrado o endereço. Na segunda chamada, que foi feita pelo consulado brasileiro outro grupo foi enviado ao local. Quando os policiais chegaram, encontraram todos mortos.

Bens retidos

Campos afirmou ainda que os bens dos brasileiros mortos ficaram retidos no Chile, incluindo roupas e itens de uso pessoal. Ele afirmou que a investigação segue sob segredo e que, por isso, não recebeu novas informações sobre o andamento do caso.

O advogado ainda disse que a família está negociando com o AirBnB uma indenização pela morte dos brasileiros. Ele ressaltou que, até o momento, a empresa arcou com todas as despesas que foram necessárias.

Fonte: NSC.

segunda-feira, 17 de junho de 2019

Mais de três mil veículos são flagrados transitando em alta velocidade na BR-101

Mais de três mil veículos foram flagrados transitando com excesso de velocidade neste final de semana, nas rodovias federais do Estado. De acordo com os dados da Polícia Rodoviária Federal, o destaque negativo ficou com um automóvel a 168 km/h na BR-101, em Içara, no domingo, dia 16.

 O excesso de velocidade é uma das principais causas de acidentes e por isso é importante o controle dela. (Oeste Mais.

Idoso perde a vida em acidente com trator em Vargem

L’image contient peut-être : une personne ou plus, personnes debout, arbre, plein air et nature

O Corpo de Bombeiros Militar de Campos Novos foi acionado para atender um acidente com máquina agrícola (trator) na localidade de Gramados, Vargem.

Segundo informações, no local um trator teria tombado sobre seu condutor o qual encontrava-se preso embaixo do maquinário.

Chegando na localidade, foi constatada a ocorrência e encontrado um senhor de 74 anos prensado embaixo do trator em óbito devido a gravidade do acidente.

Conforme informações de colegas de trabalho, a vítima perdeu o controle da máquina, um trator guincho com lâmina, usado em desmatamento de pinus, quando ao subir um terreno de aclive, acabou retornando de ré e tombado sobre seu condutor.

Uma equipe da secretaria de Saúde do município de Vargem esteve no local, efetuando os primeiros procedimentos, enquanto os bombeiros estabilizaram a máquina para o trabalho de resgate do corpo.

A Polícia Militar e o Instituto Geral de Pericias foram acionados para os procedimentos de retirada do corpo das ferragens.

Efetuando a retirada o corpo foi entregue ao IGP. (Jornalismo Cultura FM)

Expovale Capinzal 2019 é lançada oficialmente

Na noite da última sexta-feira (14), o Sindicato Rural de Capinzal realizou o lançamento oficial da Expovale 2019, que acontecerá nos dias 14 a 17 de novembro, no Parque de Exposições Domingos Pellizzaro.

O lançamento foi prestigiado pelo Prefeito Nilvo Dorini, pela vice-prefeita Noemia Pizzamiglio, pelo presidente da Câmara de Vereadores, Renato Markus, pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico de Capinzal, Leandro Paza, pelo prefeito de Ouro, Neri Miqueloto, pelo prefeito de Zortéa, Alcides Mantovani, pelo presidente da Comissão Organizadora, Marcelo Barison, pelo presidente do Sindicato Rural de Capinzal, Pedro Panis, e pelas rainhas e princesas da Expovale 2017, Fernanda Taise, Helena Crivelatti Coelli e Maria Eduarda Tobaldini.

O prefeito Nilvo Dorini aproveitou a oportunidade para agradecer a diretoria do Sindicato Rural e seus associados que se disponibilizaram a tornar o evento real e afirmou que a Administração Municipal auxiliará no que for possível para que neste ano o evento tenha ainda mais sucesso.

A Expovale Capinzal 2019 irá contar com 4 shows nacionais: Maiara e Maraisa irão se apresentar no dia 14, Lauana Prado no dia 15, Mc Kevinho no dia 16 e Gian e Giovani no dia 17 de novembro, este último com entrada gratuita.

Também haverá stands gastronômicos, de comércio, pecuária, indústria, entre outros, além das competições de motocross parque de diversões e leilões de gado geral.

A escolha da Rainha e Princesas da Expovale 2019 será no dia 30 de agosto, no Labarra Gastrobar. No dia 04 de outubro haverá a entrega do Troféu Destaque Econômico 2019 em local ainda a definir.



Fonte: Imprensa Municipal de Capinzal.

Programa Celesc Rural irá substituir redes monofásicas por trifásicas e instalar cabos protegidos


Santa Catarina mantém, em cerca de 200 mil estabelecimentos rurais, plantéis permanentes formados por 150 milhões de frangos e 7,5 milhões de suínos. Nos últimos anos, essa base produtiva vem sofrendo com a deficiência no fornecimento de energia. A má qualidade da energia elétrica na zona rural e o preço cobrado pelo consumo encarecem a produção, especialmente em relação a armazenagem de grãos, fumo, resfriamento de leite e criatórios automatizados para aves e suínos.

          Os criadores de aves e os produtores de fumo são os mais prejudicados. Em face da escassez de mão de obra na área rural e da otimização dos processos produtivos, está ocorrendo crescente emprego da automação nos aviários, com equipamentos automáticos de climatização em criatórios hermeticamente fechados. Mesmo dilema ocorre na fumicultura, com o uso de estufas para a secagem das folhas, obedecendo ao padrão de qualidade exigido pelas fumageiras.

            As frequentes oscilações de tensão e as quedas no fornecimento têm causado sérios prejuízos, com perda de equipamentos e produção. Com a climatização sem funcionar, as temperaturas próximas ou superiores a 40 graus causam a mortandade de plantéis e inviabilizam a comercialização do tabaco, uma vez que o processo de secagem é interrompido. Muitos desses casos resultaram em ações indenizatórias que tramitam na justiça, gerando um passivo anual de cerca de 6 milhões de reais, apenas com prejuízos na fumicultura do planalto norte catarinense.

Além do suprimento de energia elétrica, o problema se concentra na qualidade das redes de distribuição. Os maiores percalços à produção, na zona rural, situam-se nas propriedades rurais localizadas nas pontas das redes. As quedas constantes da energia causam a queima e a perda de equipamentos, paralisando a produção. A par das perdas econômicas para os fumicultores, avicultores e as indústrias, a mortandade frequente de aves e o calor excessivo trazem riscos de ordem sanitária.

A avicultura e a suinocultura catarinense, como grandes cadeias produtivas, estão perdendo competitividade em razão de várias condicionantes: a escassez do principal insumo, o milho; as deficiências logísticas de transporte, a falta de mão de obra e os incentivos fiscais oferecidos por outros Estados, como Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Em face desses problemas, defendemos uma política de abastecimento de energia elétrica para as áreas agrícolas orientada para baixar custos, viabilizar as atividades agrícolas e pecuárias,  manter as famílias rurais no campo e aumentar a produção e a produtividade. Agora, surge uma notícia alvissareira. O programa Celesc Rural, lançado neste mês pelo Governo do Estado, promete reduzir esses percalços. O programa está focado em duas ações: a substituição de redes monofásicas por trifásicas para ampliar a capacidade do sistema elétrico e permitir o emprego de motores mais potentes para ampliar a mecanização e a instalação de cabos protegidos, para reduzir o número de desligamentos das redes elétricas devido ao contato com a vegetação. Serão investidos R$ 65,7 milhões em 1,2 mil quilômetros de rede da área de concessão da Celesc, com início já no segundo semestre deste ano.

A energia elétrica é um insumo indispensável à vida moderna na cidade e no campo. Nas áreas rurais, ela garante segurança e conforto, melhores condições de trabalho e de produção.

Fonte: MB Comunicação.

Uso de simulador para obtenção de CNH será facultativo

Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicada no Diário Oficial da União de hoje (17) torna facultativo o uso de simulador de direção veicular no processo de formação de condutores, para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

As novas regras preveem, ainda, redução de 25 para 20, no número de horas-aula (h/aula) práticas nas autoescolas, para a categoria B da CNH. No caso da categoria A, serão necessárias pelo menos 15 h/aula. Em ambos casos, pelo menos 1h/aula terá de ser feita no período noturno. Para condutores de ciclomotores, a carga horária mínima será de 5h/aula.

As medidas começam a valer no prazo de 90 dias contados a partir de hoje – data em que a matéria foi publicada no Diário Oficial

Em abril, durante reunião do Contran que definiu as novas regras, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse que as mudanças ajudarão a desburocratizar etapas do processo de formação do condutor. “As decisões foram fruto de muita reflexão e estão sendo tomadas com toda responsabilidade”.

Na oportunidade, ele argumentou que o simulador não teria eficácia comprovada. “Ninguém conseguiu demonstrar que isso tem importância para formação do condutor. Nos países ao redor do mundo, ele não é obrigatório, em países com excelentes níveis de segurança no trânsito também não há essa obrigatoriedade. Então, não há prejuízo para a formação do condutor”, disse.

De acordo com o ministro, a medida visa reduzir a burocracia na retirada da habilitação. Ele disse que a decisão vai estimar uma redução de até 15% no valor cobrado nos centros de formação de condutores.

Fonte: Agência Brasil.