quinta-feira, 30 de maio de 2019

Tornado pode ter sido o autor do forte vendaval que atingiu o extremo oeste de SC, segundo meteorologista


O comportamento do tempo por volta das 12h20 desta quinta-feira (30) assustou moradores da região. O forte vendaval causou uma série de de estragos em São Miguel do Oeste, Bandeirante e Paraíso. Postes de energia elétrica, árvores e pontos de ônibus de ferro maciço vieram abaixo surpreendendo a comunidade regional pela força da natureza.

Em contato nesta tarde com a equipe de reportagem do Grupo WH Comunicações, o meteorologista Piter Scheuer não descartou a possibilidade de que evento climático tenha sido um tornado. Conforme o meteorologista, o vendaval na regão foi intenso e tem características de tornado.

“Tivemos enxurradas, rajadas de vento que atingiram valores acima de 100 km/h. Tivemos temporais severos pela região que provocaram diversos estragos. Esse comportamento do tempo foi provocado através de um sistema de baixa pressão que reforçou áreas de instabilidade que tinham células fortes de tempestades. Essas células foram transportadas através do ar quente e úmido proveniente da Floresta Amazônica e provocaram essas chuvas, granizo, muito vento pela região provocados por uma micro-explosão, um vendaval muito intenso. Não pode ser descartada a hipótese de algum tornado pela região porque a região é propícia a isso. A região de Chapecó, Guaraciaba, São Miguel do Oeste, Descanso, Paraíso são propícios a ter formação de tornados. Muito provável que possa ter sido, só falta o registro”, explica.

Ainda conforme o meteorologista a condição instável do tempo permanece nesta quinta-feira (30) podendo haver tempestades severas à qualquer momento da tarde e noite. Para sexta-feira (31), a tendência é que o tempo continue instável. “É clássico esse tipo de comportamento com essas condições do tempo. Tudo indica que as tempestades possam ainda atingir a região, mas não com essa intensidade. A chuva ainda pode acontecer de maneira intensa. Chuvas volumosas que vem em um curto espaço de tempo, granizo, raios, ventanias ainda podem acontecer nesta tarde e no turno da noite. Estamos com muita instabilidade na região então a qualquer momento pode haver uma tempestade severa na região”, alerta.

Em toda a região, uma força tarefa formada pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Defesa Civil e Prefeituras estão auxiliando no atendimento à comunidade. Em São Miguel do Oeste a força impressionante do vento trouxe abaixo a estrutura de um hangar do Aeroporto Hélio Wassum. Um avião que era abrigado pelo hangar foi atingido pelos entulhos da estrutura.


Fonte: Michel Teixeira e WH3.

Nenhum comentário:

Postar um comentário