quinta-feira, 11 de abril de 2019

Sindicato de Joaçaba sedia 11º encontro das Rodadas Microrregionais


O encontro da Microrregião Baixo Vale do Rio do Peixe ocorre nesta quinta-feira (11) e sexta-feira (12)

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Joaçaba e Luzerna sedia o 11º encontro das Rodadas Microrregionais, promovidas pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Santa Catarina (Fetaesc), nesta quinta-feira (11) e sexta-feira (12), na Microrregião Baixo Vale do Rio do Peixe, que é composta por 14 sindicatos: Capinzal e Zortéa; Catanduvas; Herval do Oeste; Erval Velho; Ibicaré; Ipira; Irani; Jaborá; Joaçaba e Luzerna; Lacerdópolis; Ouro; Peritiba; Piratuba e Vargem Bonita.

 25 dirigentes sindicais e diretores da Microrregião estão participando de diversas atividades, dinâmicas motivacionais, trabalhos em grupo e discussões sobre o futuro do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) e da Agricultura Familiar de Santa Catarina.

Com o tema “O futuro do Movimento Sindical está em nossas mãos. Desafios e estratégias de atuação junto às bases”, as Rodadas Microrregionais têm o objetivo de avaliar e construir, junto com a base, ações que fortaleçam o Movimento Sindical, articulando as lutas contra as propostas que enfraquecem a categoria e reduzem os direitos já conquistados para a Agricultura Familiar do Estado.

Preocupada com o futuro das 164 mil famílias agricultoras de Santa Catarina, responsáveis por 70% dos alimentos que chegam à mesa da população todos os dias, a Fetaesc percorrerá as 17 microrregiões do Estado para ouvir os dirigentes sindicais e construir novas ações e estratégias que fortaleçam o Movimento Sindical.

O presidente da Fetaesc, José Walter Dresch, avalia positivamente os 10 primeiros encontros pela participação e envolvimento dos dirigentes sindicais nas Rodadas Microrregionais. “Assim que encerrarmos o roteiro, quatro representantes de cada Microrregião vão se reunir na sede da Fetaesc para tirarmos juntos encaminhamentos importantes para o Movimento Sindical e construirmos propostas baseadas nas demandas e particularidades de cada região do nosso Estado, nos posicionando em relação às políticas públicas e direitos dos trabalhadores e trabalhadoras rurais conquistados ao logo dos últimos 50 anos”, ressalta Dresch.

Fonte: Viviana Ramos/Fetaesc

Nenhum comentário:

Postar um comentário