domingo, 3 de março de 2019

Acadêmicos do Grande Vale vence o carnaval de Joaçaba e conquista seu primeiro título


A Acadêmicos do Grande Vale é a campeã do carnaval de Joaçaba em 2019. A escola voltou no tempo e exaltou a diversidade cultural e histórica da região para contar a história de sua gente em um desfile colorido, empolgante e que encantou o público.

Nenhuma escola foi penalizada e todas cumpriram obrigatoriedades regulamentares. As agremiações foram avaliadas nos quesitos: alegorias, bateria, comissão de frente, enredo, evolução, fantasias, mestre-sala e porta-bandeira e samba enredo.

O corpo de jurados foi composto por 24 membros, distribuídos em 3 módulos, com oito jurados cada, julgando um quesito. Ou seja, cada quesito foi avaliado por três julgadores, com notas de 9 a 10.

A briga pelo título começou no quesito mestre-sala e porta-bandeira, em que a Acadêmicos conquistou três notas 10. Enquanto a Aliança teve 9,9, 9,5 e 9,8. A vermelha e branco também superou as notas da segunda colocada em alegorias, evolução e samba enredo.

Na noite do sábado a Acadêmicos foi a terceira a entrar na avenida, exaltando a história regional com o enredo “No Contestado Vale do Carnaval a Acadêmicos faz uma grande festa Cultural”, de autoria do presidente e carnavalesco da escola Jorge Zamoner.




Para contar a história do Vale e destacar a diversidade cultural, a caçula do Carnaval de Joaçaba, levou para a avenida a arte, com a dança, música, escultura, pintura e toda a cultura floresce e frutifica na região.

Alemães e gaúchos formavam alas, além de palhaços, maquinistas e diversas outras figuras, com em 20 alas, quatro carros e um tripé, que além de coloridos, preencheram a avenida com brilho e toda alegria que é peculiar da agremiação. A escola entrou com cerca de 1.200 integrantes e fez um desfile de resgate a autoestima, brindando a história de quem faz o carnaval.

O destaque ficou para a comissão de frente que encenou a Guerra do Contestado, as baianas, a bateria, além do casal de mestre-sala e porta bandeira – Júlio Alberguini e Fernanda Zamoner que desfilam há 17 anos juntos.

Com sete anos de vida, e fundada por Jorge Zamoner, João Paulo Dantas (in memoriam) e os demais membros da diretoria do TEJO – Teatro de Joaçaba, em 2012 nasceu o Grêmio Recreativo e Escola de Samba Acadêmicos do Grande Vale, as cores oficiais da escola são Vermelho e Branco, tendo como símbolo seu pavilhão traz o Centauro, um ser mitológico.

A escola participou dos desfiles de 2013 e 2014 apenas como convidada. Após cumprir os dois anos determinado pela Liga Independente das Escolas de Samba de Joaçaba e Herval d'Oeste, participou pela primeira vez como concorrente do desfile oficial em 2015. Em 2017 conquistou o segundo lugar com o enredo “Acadêmicos Guerreiros da Paz”.

Para o presidente da agremiação, Jorge Zamoner Joaçaba tem o maior espetáculo devido as agremiações que fazem esse grandioso evento. "Parabéns a cada integrante da Acadêmicos e muito obrigada. O título é um presente para todos nós".





Fonte: Éder Luiz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário