terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Reviravolta! Polícia afirma que morte de funcionário da Copercampos não foi acidental

No mesmo dia dois funcionários da cooperativa morreram em situações diferentes.

Jaisson Gomes Pinto, de 26 anos foi encontrado morto na Copercampos de Lebon Régis

A Polícia Civil descartou a hipótese de morte acidental de Jaisson Gomes Pinto, de 26 anos, encontrado morto na Copercampos de Lebon Régis no último sábado, 12. A perícia preliminar apontou que a vítima morreu de traumatismo cranioencefálico.

Jaisson foi encontrado caído e sem vida no chão do armazém, setor que ele trabalhava. O caso era tratado inicialmente como um acidente de trabalho, mas policiais civis e peritos do IGP constataram indícios de crime.

De acordo com a delegada Milena Rosa, que estava de plantão naquele dia, o laudo cadavérico ainda não foi concluído, mas é possível identificar três lesões no rosto e na cabeça da vítima, possivelmente causadas por uma barra de ferro.

“A equipe da Polícia Civil de Lebon Régis constatou que se tratava de uma morte não acidental, pois o Jaisson apresentava lesões com indicativos de agressão física, não de queda”, comenta.

Milena acrescenta que também está sendo investigada a morte de outro funcionário da Copercampos, ocorrida no mesmo dia. José Maria Varela sofreu um acidente próximo à cooperativa e morreu a caminho do hospital. A polícia investiga se há relação desse caso com a morte de Jaisson.

“Uma das linhas de investigação é que esta pessoa possa estar envolvida com os fatos, mas não é a nossa única hipótese. Imagens da empresa estão sendo analisadas para que possamos identificar as pessoas que estiveram no local no momento dos fatos”, finaliza a delegada.

O caso foi repassado para a Divisão de Investigação Criminal (DIC), da Polícia Civil de Caçador, cujos agentes estão investigando desde sábado.

Fonte: Caçador Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário