quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Polícia Militar prende dois homens por tráfico e posse de drogas no centro de Joaçaba

Ação ocorreu na tarde desta terça-feira (22). Homem comercializada entorpecentes na rua próxima a Delegacia de Polícia de Joaçaba.


No fim da tarde da terça-feira (22) a Polícia Militar efetuou a prisão de um homem que estava realizando comércio de drogas em uma residência na Rua Tiradentes, próximo a Delegacia de Polícia de Joaçaba.

De acordo com o relatório divulgado pela PM, a guarnição monitorou a residência, momento que avistaram um homem parar um Gol no lado oposto da residência monitorada, em seguida desembarcou e seguiu em direção a casa. Foram vistos o proprietário da casa e o usuário conversando na varanda, minutos depois o comprador deixou o local, fez o retorno e seguiu com o automóvel pela Rua Tiradentes, sentido Rua Coronel Artur Pereira, onde foi abordado pela Guarnição do Pelotão De Patrulhamento Tático (PPT). Em revista pessoal nada de ilícito foi encontrado, mas em revista veicular foi encontrado embaixo do tapete do motorista um torrão grande de maconha, pensando aproximadamente 86.4 gramas.

Questionado pelos policiais, o usuário disse que adquiriu a substância na rua da delegacia, informou que pagou R$ 400,00 pela droga. Então, com apoio da guarnição do canil, os policias deslocaram até a residência abordando os proprietários.

O homem de iniciais R.L.F, assumiu "que faz comércio de substância, porém sua esposa não sabe de nada, e também confirmou que vendeu minutos antes da abordagem policial a substância ao usuário abordado no valor de R$ 400,00. Relatou ainda que vendeu a droga, possibilitando ao comprador pagar mais tarde pelo valor acordado".

Diante do flagrante, foram feitas buscas na residência. Foram aprendidos R$ 166,00 em espécie que estavam no bolso da bermuda e três aparelhos celulares.

Diante dos fatos, os dois homens foram conduzidos até a delegacia de polícia. A companheira do conduzido foi liberada no local, já que seu companheiro assumiu a autoria do delito.

A operação e monitoramento da residência foram gravados em vídeos. As imagens auxiliarão no inquérito policial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário