quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Deputados tornam obrigatório repasse mensal para a saúde

Foto:Eduardo Guedes/Agência AL
No dia do seu aniversário, o deputado estadual Fernando Coruja (Podemos) teve um presente extra: ganhou 24 votos de seus colegas para derrubar o veto do atual governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) ao projeto que torna obrigatório o repasse mensal para a Saúde.

Agora, para 2019, o governo será obrigado a repassar 15% de toda a arrecadação de impostos para priorizar a área da Saúde catarinense. A distribuição dos recursos será similar ao que é feito para o TCE (Tribunal de Contas do Estado), Ministério Público e o Tribunal de Justiça, no chamado duodécimo.

Lideranças de várias legendas defenderam e votaram pela derrubada do veto, entre elas o deputado Gelson Merisio (PSD), autor da PEC da Saúde, a deputada Luciane Carminatti (PT) e até parlamentares da base governista, como o deputado Valdir Cobalchini (MDB).

A partir da publicação da medida no Diário Oficial, estará criado também então o "duodécimo da Saúde".


Fonte: Thiago Santaella/Assessoria de imprensa do deputado Gelson Merisio

Nenhum comentário:

Postar um comentário