sexta-feira, 22 de junho de 2018

Golpista clonam conta do WhatsApp do prefeito de Capinzal

Foto:Imagem ilustrativa
O prefeito de Capinzal, Nilvo Dorini, teve o celular clonado na tarde desta quinta-feira (21). De acordo com as primeiras informações, uma pessoa não identificada utilizando o Whatsapp do prefeito fez contato com o assessor e pediu que ele transferisse R$ 500 mil da conta da Prefeitura e para uma conta particular.  

O assessor estranhou o pedido e afirmou que não faria qualquer tipo de transferência até por que esse expediente não se aplica em nenhuma situação envolvendo recursos públicos. A conversa se estendeu por mais de 40 minutos e o golpista chegou a insinuar que exoneraria o servidor caso o pedido não fosse atendido.

O servidor não fez a transferência e, orientado pela assessoria jurídica da Prefeitura, procurou a Delegacia de Polícia da Comarca de Capinzal onde registrou um boletim de ocorrência.

Enquanto o golpista insistia pela transferência dos recursos, os demais assessores conseguiram contato com o prefeito, que estava no interior do município. Dorini afirmou que não havia feito qualquer contato ou pedido ao servidor.

O boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Polícia da Comarca de Capinzal foi encaminhado direto para a necessária investigação em Florianópolis.

Golpes na região

Nesta semana uma Prefeitura do Oeste teve prejuízo de R$ 200 mil em um caso semelhante. Policiais civis da Divisão de Repressão a Crimes na Internet (DRCI/Deic) detectaram na quarta-feira (20) a clonagem de pelo menos três chips de celular na região Oeste do Estado.

Quando o chip é clonado o celular sai do ar, como se houvesse uma pane. O criminoso então passa a usar o WhatsApp como se fosse o proprietário porque todos os dados são recuperados, inclusive a foto permanece a mesma. A partir daí o criminoso começa a monitorar os grupos, as conversas, para ver qual contato é o mais acessível para pedir dinheiro.

Fonte: Rádio Capinzal

Nenhum comentário:

Postar um comentário