sexta-feira, 29 de junho de 2018

Acidente na BR-282 em Herval D` Oeste deixa uma vítima fatal


Um homem morreu e outro ficou ferido em um acidente que aconteceu por volta das 18h50 desta sexta-feira, 29, na BR-282 em Herval d´Oeste, na entrada para Linha Itororó.

Se envolveram no acidente um caminhão, com placas de Erval Velho, e um Vectra, de Lacerdópolis. No veículo de passeio estavam duas pessoas, o motorista, de iniciais S.F., 38 anos, morreu no local e um carona foi levado ferido ao hospital pelo Samu. O motorista do caminhão, morador de Herval d´Oeste, não se feriu.

Segundo informações do motorista do caminhão, o Vectra teria saído do acesso a Itororó e cortado a sua frente. “Estava chegando em casa já, perto da minha empresa e ele saiu desta estrada de chão. Tentei tirar o máximo possível, mas não teve o que fazer”.

O Corpo de Bombeiros informou que o carona do Vectra sofreu ferimentos leves.

A Polícia Rodoviária Federal esteve no local e o Instituto Médico Legal (IML) de Joaçaba será o responsável pela necrópsia.





Fonte: Éder Luiz.

Carreta com 450 mil maços de cigarros paraguaios é apreendida pela PRF no oeste catarinense


Policiais rodoviários federais apreenderam na noite de ontem (quinta), na BR 282 em Ponte Serrada∕SC, um caminhão transportando aproximadamente 450 mil maços de cigarros contrabandeados e detiveram um homem de 39 anos.

Através de denúncia anônima, os agentes foram informando que um Mercedes Benz∕LS emplacado no município gaúcho de Santa Maria, tracionando um semirreboque de Santana do Livramento∕RS, trazia o contrabando do Paraná para o Rio Grande do Sul e passaria nas rodovias da região oeste de Santa Catarina.

A Polícia Rodoviária Federal se posicionou em diferentes pontos para localizar o veículo, que foi visualizado e abordado no km 460 da BR 282.

Ao ser questionado sobre a carga, o condutor afirmou que transportava paletes e inclusive apresentou nota fiscal do produto. Contudo, o aparente nervosismo e a negativa em abrir a lona da carreta, reforçou a desconfiança da presença do contrabando, que foi confirmada durante a vistoria e ocupava totalmente o semirreboque, somando 900 caixas com quinhentos maços de cigarros cada.

O motorista foi preso e conduzido à Polícia Federal de Chapecó, onde responderá por contrabando. A carreta e a carga, avaliada em mais de 2,5 milhões de reais, foram encaminhadas à Receita Federal de Joaçaba.




Fonte: PRF

Motorista capota veículos após sair da pista na SC-150

Foto:Rádio Capinzal/Divulgação
Um Fiat/Palio com placas de Capinzal foi encontrado capotado na manhã desta sexta-feira (29) na SC-150, comunidade de Engenho Novo, interior de Capinzal. No entanto, o acidente aconteceu durante a noite, quando o motorista perdeu o controle da direção e saiu da pista. O carro só parou depois de atingir uma araucária.

Familiares informaram que socorreram o rapaz, que chegou a ser projetado do veículo. Ele foi encaminhado ao Hospital Nossa Senhora das Dores, e seguida transferido para o hospital de Concórdia com escoriações e suspeita de fratura no braço.

Segundo informações, a vítima, que estava na casa de parentes em Capinzal, se acidentou quando retornava para Piratuba.  





Fonte: Jardel Martinazzo/Rádio Capinzal

Santa Catarina dá início à Operação Esforço Integrado na Fronteira

Foto:Polícia Militar/Divulgação
A Operação Esforço Integrado na Fronteira, em Santa Catarina, começou às 15h desta quinta-feira, 28. A ação das Militar, Civil, Federal, Rodoviária Federal e da Argentina, receitas Federal e Estadual, Cidasc, secretarias da Justiça e Cidadania e Defesa Civil, além do IMA e IGP, se estende, na divisa com o RS, de Itapiranga a Mondaí e, com o PR, de Dionísio Cerqueira a São Lourenço d’Oeste, passando por todo o limite com o território argentino. O número do efetivo envolvido não foi informado.

Policiais argentinos estão auxiliado como observadores na conferência de documentos de veículos do país vizinho, assim como os brasileiros fazem o mesmo trabalho naquele país. As informações são do tenente-coronel da PMSC, Jailson Aurélio Franzen, coordenador do Centro de Comando e Controle Integrado da operação, montado em Dionísio Cerqueira pelo Batalhão de Ajuda Humanitária da PM.

O centro de comando catarinense conta com acesso à internet e está online com o Centro de Comando e Controle da Secretária Nacional de Segurança Pública (Senasp), em Brasília, responsável por toda a operação nos 11 estados. Em SC, o comando é do tenente-coronel Alexandre dos Santos Cabral e o planejamento começou faz cerca de 30 dias pelas diretorias de Integração e a de Informação e Inteligência da Secretaria de Estado da Segurança Pública.

O trabalho conjunto tem como objetivo implementar ações de controle da criminalidade e da violência, com foco no tráfico de drogas, contrabando de armas, homicídios, furtos, roubo e receptação de veículos, principalmente.


Fonte: Assessoria de Imprensa

PIS/Pasep: por que é importante resgatar?


O prazo para sacar o Abono Salarial PIS-Pasep calendário 2017/2018, ano base 2016, termina no dia 29 de Junho e mais de 2,2 milhões de pessoas ainda não resgataram o recurso. A quantia disponível chega a R$ 1,6 bilhão, segundo o Ministério do Trabalho.

"Não buscar esse direito é sinal da falta de educação financeira da população brasileira. Para que possamos realizar sonhos e ter melhores condições de vida, é imprescindível buscar os recursos disponíveis. Acredito que muitas pessoas não sacaram o valor por falta de informação. Portanto, é preciso divulgar para que os que mais necessitam não percam esse direito", explica Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin).

Veja algumas orientações para se programar:

O que fazer com o dinheiro?

É importante considerar a sua situação financeira atual para planejar o uso do valor disponível. Para os que estão endividados, o foco é o pagamento das contas com planejamento. É preciso analisar todas e priorizar as essenciais, que correspondem a serviços que podem ser cortados, como energia elétrica, água, aluguel, etc., e as quais possuem as maiores taxas de juros, como cheque especial e cartão de crédito.

Caso não haja dívidas, o abono pode ser usado para a realização de sonhos (individuais ou da família). Afinal, se não houver um destino certo para esse dinheiro extra, o benefício poderá facilmente gasto com supérfluos, e não para a conquista de objetivos que realmente agregam valor à vida.

É importante estabelecer pelo menos três sonhos: um de curto prazo (até um ano), um de médio prazo (entre um e dez anos) e outro de longo prazo (acima de dez anos) – o qual aconselho que seja a sua aposentadoria sustentável. Em seguida, é válido direcionar para investimentos mais adequados ao prazo. 

Quem pode sacar:

Para ter direito ao saque, além de estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, é preciso ter trabalhado com carteira assinada e recebido até dois salários mínimos mensais durante, pelo menos, 30 dias em 2016. Além disso, é preciso estar com os dados atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2016. Os valores variam entre R$ 80 e R$ 954, dependendo do tempo trabalhado.

Como receber?

- Os beneficiários do PIS podem receber os pagamentos via crédito em conta; diretamente no caixa (apresentando o número do PIS e um documento de identificação) ou com o Cartão do Cidadão e senha em caixas eletrônicos, Casas Lotéricas e Correspondentes Caixa Aqui.

- Os beneficiários do PASEP podem receber os pagamentos via crédito em conta ou em uma agência do Banco do Brasil com documento de identificação.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Sede do 2º Batalhão de Policiamento Militar Rodoviário é instalada em Ibicaré


O Comando de Policiamento Militar Rodoviário (CPMR) de Santa Catarina realizou na manhã desta quinta-feira, 28, em Ibicaré, a solenidade de instalação da sede do 2º Batalhão de Policiamento Militar Rodoviário (BPMRv). A transferência de Lages para Ibicaré foi confirmada por meio do Decreto nº 1.574, de 12 de abril de 2018, assinado pelo governador Eduardo Pinho Moreira.

O comandante do CPMR, coronel José Norberto de Souza Filho, participou do evento e destacou que a Polícia Militar Rodoviária é constituída pelo Comando com sede em Florianópolis e dois batalhões, um responsável pela área litorânea e outro pelo interior do estado, com um total de 24 postos distribuídos em todo o território catarinense e que atendem aproximadamente 4.200 quilômetros de rodovias estaduais pavimentadas.

O 2º BPMRv comanda a 1ª Companhia em Painel, a 2ª Companhia em Ibicaré e a 3ª Companhia em Iporã do Oeste, além de 10 postos de Polícia Militar Rodoviária em Painel, Lebon Régis, Bom Jesus, Palmeira, Ibicaré, Iporã do Oeste, Bom Jardim da Serra, Concórdia, São Lourenço do Oeste e Calmon. O efetivo de 156 policiais é responsável por fiscalizar 2.292 quilômetros de rodovias estaduais.

Para o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional de Joaçaba, Jorge Ronaldo Pohl, a transferência do 2º BPMRv é importante principalmente pela logística, já que a área de abrangência compreende a Serra, o Meio-Oeste e o Oeste catarinense. “O nosso reconhecimento a todos os que se mobilizaram para viabilizar a instalação em Ibicaré e a Polícia Militar Rodoviária, que trabalha efetivamente na manutenção da ordem pública para garantir cidadania e qualidade de vida aos catarinenses”, ressaltou.

Além do comandante do CPMR, coronel José Norberto de Souza Filho, do comandante do 2º BPMRv, tenente coronel Raul Assunção, e do secretário executivo da ADR Joaçaba, Jorge Ronaldo Pohl, descerraram a placa de instalação do 2º Batalhão de Policiamento Militar Rodoviário o secretário de Estado da Infraestrutura e presidente do Deinfra, Paulo França, e o prefeito de Ibicaré, Gianfranco Volpato. O ato foi prestigiado pelo comandante da 10ª Região de Polícia Militar (RPM), coronel Luiz Roberto Muller, além de prefeitos e vereadores da região e a comunidade em geral.

Homenagens

A solenidade na manhã desta quinta-feira, 28, na sede do 2º BPMRv em Ibicaré, também foi marcada por homenagens. Na oportunidade foram entregues certificados de referência elogiosa aos militares que ingressaram na reserva remunerada no ano de 2018, além de medalhas de mérito pessoal e medalhas de mérito rodoviário aos policiais que se destacaram durante o desempenho de suas funções.






Fonte: Assessoria de Imprensa 

Santa Catarina embarca segundo lote de carne suína para Coreia do Sul


As carnes produzidas em Santa Catarina conquistam o mercado internacional e chegam aos países mais exigentes do mundo. O estado embarca o segundo lote de carne suína para a Coreia do Sul – considerado um dos mercados Premium para exportação de carnes. Esta semana, a BRF de Campos Novos enviou 25 toneladas do produto para o país asiático.

Este é o segundo embarque de carne suína com destino à Coreia do Sul e demonstra a evolução das negociações com as empresas catarinenses. Em maio deste ano, a JBS de Seara já havia exportado 50 toneladas de cortes suínos partindo do Porto de Itajaí para atender o mercado sul-coreano.

“Esta é uma ótima notícia. Aos poucos, os embarques para Coreia do Sul começam a crescer e, conforme o previsto, as empresas catarinenses que já atuam naquele mercado com carne de frango expandem seus negócios também para carne suína. É a qualidade da produção catarinense de carnes sendo convertida em riquezas e desenvolvimento para nosso estado”, destaca o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies.

A Coreia do Sul é uma grande oportunidade para o agronegócio catarinense. Já um grande parceiro comercial de Santa Catarina na importação de carne de frango, o país é o quarto maior comprador de carne suína do mundo (foram 645 mil toneladas importadas em 2017). Segundo Spies, Santa Catarina trabalhou por muitos anos para ter acesso a esse mercado e a expectativa é de que os as exportações aumentem ainda mais.

Maior exportador nacional de carne suína, Santa Catarina é o único estado do país habilitado a vender o produto para Coreia do Sul. A escolha se deve ao status sanitário diferenciado de Santa Catarina, reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como livre de febre aftosa sem vacinação. “Os embarques da JBS e da BRF são o resultado do grande trabalho feito em prol da excelência sanitária catarinense, numa parceria entre Governo do Estado, iniciativa privada e produtores”, ressalta o secretário.

De acordo com o secretário adjunto da Agricultura, Athos de Almeida Lopes Filho, as exportações partindo de Campos Novos trazem mais uma oportunidade para o agronegócio da região. “Campos Novos, que é o celeiro catarinense e uma vitrine para o agronegócio, se destaca agora na produção animal exportando carne suína para os países mais exigentes do mundo”.

Santa Catarina tem quatro empresas autorizadas a exportar carne suína para a Coreia do Sul: JBS de Seara, Aurora Alimentos, BRF de Campos Novos e a Pamplona Alimentos.
  
Negociações com a Coreia do Sul

As negociações para exportar carne suína para a Coreia do Sul acontecem há mais de dez anos e o status sanitário catarinense teve um papel fundamental nesse processo. Airton Spies destaca que as exportações para esses mercados mais competitivos, como Japão e Coreia do Sul, demonstram a qualidade dos produtos catarinenses e mostram que o investimento em sanidade animal e vegetal traz resultados efetivos para a economia do estado.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Polícia militar de Campos Novos prende autor de Furto e recupera Objetos Furtados

Foto: PM-CN
Ação rápida da Polícia Militar, realizada na tarde desta quinta-feira (28), resultou na prisão de um homem de iniciais A. O. L., de 36 anos, pela prática de Furto qualificado e Corrupção de Menor. O suspeito já era monitorado pela Polícia Militar, bem como recai contra ele suspeita de ser o autor de diversos furtos ocorridos nos últimos dias. Após a prisão e recuperação dos objetos, o autor e os objetos foram encaminhados para os procedimentos cabíveis.

Polícia Militar, por pessoas do bem para o bem das pessoas.

Fonte: Caco da Rosa

PRF alerta para a existência de aplicativos falsos

Foto:Divulgação
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) avisa que não existe nenhum aplicativo do Sistema Nacional de Alarmes (SINAL) disponível para baixar no Play Store, ou qualquer outro serviço de distribuição digital de aplicativos. O fato é que a PRF não disponibiliza nenhum aplicativo através destas lojas virtuais. Todos os serviços oferecidos pelo órgão para os seus usuários estão disponíveis apenas no portal oficial da instituição. Caso encontre qualquer aplicativo com a marca PRF, do tipo: CARROS ROUBADOS ou SINAL PRF, evite-os; ele são falsos.

O SINAL é um sistema disponível para todo cidadão que tiver seu veículo roubado, furtado ou clonado, possa fazer um cadastro do referido veículo no Portal da PRF. Após realizado esse cadastro, uma mensagem do tipo "pop-up" será encaminhada para os telefones funcionais de todos os policiais que estejam em serviço operacional num raio de 100 km do local da ocorrência, ou por onde o veículo possa vir a passar. Assim os veículos poderão ser localizados e recuperados mais facilmente. Você pode acessar o SINAL através do endereço www.prf.gov.br/sinal ou acessando o serviço no portal da PRF (www.prf.gov.br).

Não caia em golpe - Estes falsos aplicativos visam obter, de maneira ilícita, seus dados, tais como: lista telefônica, senhas, fotos etc. Por causa disso, fique alerta. É importante evitar acessar qualquer aplicativo que use o nome ou siglas da Polícia Rodoviária Federal.

A PRF está tomando todas as medidas legais para identificar e punir os desenvolvedores destes falsos aplicativos.

Fonte: Nucom

Colisão entre carro e moto deixa mulher ferida na saída da ponte

Foto:Colaboração do leitor
Uma colisão entre carro e moto deixou uma mulher ferida no início da noite desta quinta-feira (28) na Rua Santos Dumont, em Herval d´Oeste. O acidente foi registrado por volta das 19h20min na cabeceira da Ponte Emílio Baumgart.

A vítima conduzia uma motocicleta, que foi atingida pela VW Saveiro que saia da ponte. De acordo com informações de populares, o carro chegou a passar por cima da perna da mulher. Ela foi socorrida pelos Bombeiros e encaminhada ao Hospital Universitário Santa Terezinha.

A cena ficou aos cuidados da Polícia Militar para registrar a ocorrência.


Fonte: Caco da Rosa

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Administração Municipal de Erval Velho investe R$ 539 mil na compra de um trator de esteiras


A Administração Municipal de Erval Velho recebeu nesta quarta-feira (27), um trator de esteiras que será utilizado pela Secretaria Municipal de Agricultura. O total investido para a aquisição foi de R$ 539 mil, sendo R$ 300 mil repassados através de um convênio com o Governo do Estado de Santa Catarina e os outros R$ 239 mil investidos com recursos do próprio Município.

O trator de esteiras já está à disposição da Prefeitura Municipal e irá prestar serviços de terraplanagens e limpeza de lavouras aos agricultores. O secretário de agricultura, César Basílio Bulla, fala da importância dessa aquisição: “O trator de esteiras é uma aquisição relevante para a Secretaria e auxiliará nossos agricultores. Tão breve, a máquina iniciará seus trabalhos visando um melhor desenvolvimento ao setor agrícola” afirmou.

"Essa aquisição vinha sendo planejada a muito tempo pela Administração. Esse trator vai fortalecer ainda mais os trabalhos para o produtor rural, aumentando o desenvolvimento agropecuário que é muito representativo na economia do Município. Embora destinado a Secretaria de Agricultura, seu uso estará disponível para toda atividade que gere desenvolvimento" finalizou o prefeito Júnior.




Fonte: Prefeitura Municipal

Projeto Campo Futuro levanta custos na produção de frutas e hortaliças em Santa Catarina


Com o objetivo de levantar o custo de produção das principais atividades agropecuárias do agronegócio brasileiro, a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Centro de Inteligência em Mercados da Universidade Federal de Lavras realizaram em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC), o Projeto Campo Futuro com a participação de técnicos e produtores utilizando da metodologia de Painel de Custo de Produção levantaram os custos da produção da Banana, no município de Luiz Alves, do Alho, no município de Curitibanos e do Tomate no município de Caçador.

Os trabalhos foram coordenados pelo técnico da CNA, José Eduardo Costa e os pesquisadores da Universidade Federal de Lavras, Heitor Parreiras e Rodolfo de Souza. Os eventos contaram com o apoio dos Sindicatos Rurais de Ilhota, Curitibanos e Caçador que  mobilizaram os produtores rurais e técnicos e sediaram os eventos.

Em Luiz Alves o painel abordou a produção de banana em uma propriedade típica de 20 hectares. “Levando em consideração o preço atual da banana nanica, constatou-se preliminarmente que é insuficiente para cobrir os custos de produção no município. Mas, conforme relato dos produtores rurais, utilizando o preço médio do ano será possível cobrir esses custos”, relatou Heitor.

No município de Curitibanos a cultura produtiva analisada foi a do alho em uma propriedade típica de quatro hectares. Conforme explicou o pesquisador, o preço atual do alho ponderado pelas categorias é de R$ 6,15 por kg. “O valor é suficiente para cobrir os custos e os produtores conseguem uma margem líquida positiva”. Já em Caçador, o levantamento foi feito com a cultura do tomate em uma propriedade típica de 1,5 hectare. “O preço da última safra foi de R$ 24,75 e, com esse valor, os produtores não conseguem cobrir os custos e têm margem bruta negativa”, avaliou Heitor, salientando que essas informações são preliminares e, posterior análise, os resultados oficiais serão divulgados aos produtores rurais por meio da CNA e da FAESC.

O presidente do Sistema FAESC/SENAR-SC, José Zeferino Pedrozo, explicou que o projeto Campo Futuro percorre todo o País realizando o levantamento de diferentes cadeias produtivas de acordo com o destaque de cada região e consiste em quatro etapas. A primeira é composta pelos painéis em que os produtores, técnicos e pesquisadores se reúnem. Na sequência, são desenvolvidos indicadores com informações de custo de produção e rentabilidade das culturas agrícolas e da pecuária.

“A terceira etapa consiste na criação de um sistema de informação e consolidação das informações geradas pelo projeto e, por fim, é feita a divulgação de publicações a partir de análises e relatórios setoriais de desempenho da agropecuária no País”, complementou. Pedrozo destacou, ainda, que o Campo Futuro é uma excelente oportunidade para que os produtores aprendam na prática a elaborar seus orçamentos e ter conhecimentos sobre os custos de produção de suas propriedades.




Fonte: MB Comunicação Empresarial/Organizacional

Brasileiras se unem no esforço de combater abuso sexual e violência contra menores de Luanda


Seis brasileiras do projeto “Garotas Brilhantes” embarcam na próxima segunda-feira (2) para Luanda, capital de Angola, para levarem a 70 meninas de 14 e 17 anos uma experiência de empoderamento e melhoria da autoestima. Durante dez dias, duas educadoras voluntárias, duas psicólogas, uma médica e uma gestora social irão se dedicar a plantar uma semente de incentivo na comunidade que enfrenta situação de alta vulnerabilidade social. “Ao compartilharmos a nossa vivência no Brasil, queremos demonstrar que elas podem realizar algo semelhante”, explica a coordenadora do projeto, Neusa Ferraz.

A ação acontece na escola de profissionalização de mulheres da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA. Serão realizadas atividades socioeducativas, de acolhimento, orientações de saúde e bem-estar e visitas domiciliares. Para fomentar o empreendedorismo, as brasileiras realizarão palestras, rodas de conversa, dinâmicas e oficinas de artesanato.  Na mala, as profissionais levarão 250 livros para doação e mais de mil peças de vestuário, brinquedos e produtos de higiene pessoal.

O projeto “Garotas Brilhantes” surgiu em 2014, em São José do Rio Preto (SP), com o objetivo de oferecer às adolescentes alternativas para desenvolver suas habilidades, potencialidades e autoestima, o que trouxe resultados positivos em comportamento e para aprendizagem. Em 2017, o projeto foi um dos 96 semifinalistas da 12ª edição do Prêmio Itaú-Unicef, realizado pelo Itaú Social e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

Fonte: Ana Claudia Bellintane

Ibope divulga pesquisa para Presidência da República


Ibope divulga pesquisa para Presidência da República

Pesquisa Ibope (registro BR-02265/2018 no Tribunal Superior Eleitoral) divulgada nesta quinta-feira (28) com índices de intenção de voto para o primeiro turno da eleição presidencial de 2018. A pesquisa foi realizada entre 21 e 24 de junho com 2 mil eleitores em 128 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Veja os cenários da pesquisa estimulada (quando são apresentados os nomes dos candidatos):

Cenário com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva:


Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 33%
Jair Bolsonaro (PSL): 15%
Marina Silva (Rede): 7%
Ciro Gomes (PDT): 4%
Geraldo Alckmin (PSDB): 4%
Álvaro Dias (Podemos): 2%
Manuela D'Ávila (PC do B): 1%
Fernando Collor de Mello (PTC): 1%
Flávio Rocha (PRB): 1%
Levy Fidelix (PRTB): 1%
João Goulart Filho: 0
Outro com menos de 1%: 2%
Branco/nulo: 22%
Não sabe/não respondeu: 6%

Cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva:

Jair Bolsonaro (PSL): 17%
Marina Silva (Rede): 13%
Ciro Gomes (PDT): 8%
Geraldo Alckmin (PSDB): 6%
Álvaro Dias (Podemos): 3%
Fernando Collor de Mello (PTC): 2%
Fernando Haddad (PT): 2%
Flávio Rocha (PRB): 1%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Henrique Meirelles (MDB): 1%
Levy Fidelix (PRTB): 1%
Manuela D' Ávila (PC do B): 1%
Rodrigo Maia (DEM): 1%
João Goulart Filho: 1%
Outro com menos de 1%: 1%
Branco/nulo: 33%
Não sabe/não respondeu: 8%

Intenção de voto espontânea (quando não é apresentada uma lista de candidatos):

Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 21%
Jair Bolsonaro (PSL): 11%
Marina Silva (Rede): 2%
Ciro Gomes (PDT): 2%
Álvaro Dias (Podemos): 1%
Geraldo Alckmin (PSDB): 1%
João Amôedo (Novo): 1%
Outro com menos de 1%: 3%
Branco/nulo: 31%
Não sabe/não respondeu: 28%

Rejeição de voto para presidente da República:

Fernando Collor de Mello (PTC): 32%
Jair Bolsonaro (PSL): 32%
Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 31%
Geraldo Alckmin (PSDB): 22%
Ciro Gomes (PDT): 18%
Marina Silva (Rede): 18%
Rodrigo Maia (DEM): 13%
Fernando Haddad (PT): 12%
Henrique Meirelles (MDB): 11%
Levy Fidelix (PRTB): 10%
Aldo Rebelo (SD): 9%
Álvaro Dias (Podemos): 9%
Flávio Rocha (PRB): 9%
Guilherme Boulos (PSOL): 9%
João Gourlart Filho (PPL): 9%
Manuela D'Ávila (PCdoB): 9%
João Amôedo (Novo): 8%
Guilherme Afif: 8%
Paulo Rabello (PSC): 8%
Valéria Monteiro (PMN): 8%
Poderia votar em todos: 2%
Não sabe/não respondeu: 11%

Fonte: G1

Policial militar ambiental descobre nova espécie de flor

Foto:Teylor Comunello/Divulgação
O policial militar ambiental, Teylor Comunello, que atua no Pelotão da Polícia Militar Ambiental de Joaçaba, foi o descobridor de uma nova espécie de flor da família das amarílis, ou açucena. A descoberta ocorreu enquanto o agente fazia uma pesquisa sobre orquídeas terrestres em agosto de 2017 na região de Água Doce, onde colheu a flor.

O estudo foi publicado recentemente numa rede social voltada para profissionais da área de ciência e pesquisadores de todo o mundo e em um periódico Balduinia, do Núcleo de Pesquisas Botânicas da Universidade Federal de Santa Maria.

“Essa é uma conquista muito importante porque faz pouco tempo que me tornei coletor. Poder contribuir com a flora catarinense é motivo de muito orgulho”, descreveu Comunello.

Como homenagem ao seu descobridor, a planta leva o nome de Zephyranthes comunelloi R. Bastian & Büneker.

Fonte: Caco da Rosa

Nova rota reduzirá tempo e custo para o milho chegar a SC

Foto:Colheita em Campos Novos (Foto: Julio Cavalheiro/Secom)
Ao reduzir a distância entre a agroindústria e um dos seus principais insumos - o milho utilizado para abastecer as cadeias produtivas de suínos, aves e leite - Santa Catarina consolida uma alternativa mais viável e barata para suprir a demanda de grãos. Com a implantação da Rota do Milho, o Estado poderá ser abastecido pelo Paraguai, com os caminhões passando pela Argentina e chegando a Santa Catarina pela aduana de Dionísio Cerqueira. O percurso do grão pelo modal rodoviário do Centro-Oeste até Santa Catarina deverá reduzir de aproximadamente dois mil quilômetros para 350.

“Santa Catarina, com uma produção de referência e um status sanitário de excelência, tem se mostrado um Estado forte e resiliente, sobretudo em momentos de crise. Manter a competitividade do nosso setor produtivo passa, essencialmente, por melhorias de logística e de infraestrutura. Do contrário, corremos o risco de a nossa agroindústria migrar para outros Estados”, salienta o governador Eduardo Pinho Moreira.

Segundo a Secretaria de Estado da Agricultura e Pesca, todos os anos, quatro milhões de toneladas do grão saem do Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul, com destino a Santa Catarina. A nova rota traz boas expectativas para o agronegócio catarinense e desponta como uma alternativa mais barata e viável.

UM DESAFIO A SER VENCIDO

Investir na logística para o transporte do milho é fundamental para manter a competitividade do agronegócio catarinense. Ao longo dos anos - resultado de fortes investimentos em sanidade, produtividade e manejo – o setor se consolidou como um gigante que produz e exporta, especialmente a carne, para os mais importantes mercados mundiais. A necessidade de milho, no entanto, tem imposto um desafio caro para a indústria, e aponta para alternativas como aumentar a produção do milho no Estado; investir no aumento da capacidade de armazenagem; usar outros grãos para completar a alimentação dos animais, como trigo e cevada.

Santa Catarina produz em média três milhões de toneladas de milho por ano e utiliza sete milhões na alimentação de suínos e aves – o consumo diário passa de 19 mil toneladas. “Temos um déficit que ultrapassa 55% da demanda, que tem sido suprida com milho que vem de longe. Temos buscado no norte do Mato Grosso, com distâncias que chegam a dois mil quilômetros e o transporte é feito via caminhões”, ressalta o secretário da Agricultura e da Pesca, Airton Spies. Outro agravante, conforme o secretário Spies, é que o milho que chegava ao Estado a um preço relativamente competitivo, encontrou outros destinos: a exportação e a fabricação de etanol.

“Ou viabilizamos a oferta de milho para Santa Catarina ou o Estado irá perder a competitividade”, afirma o diretor de relações institucionais da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA,) Ariel Mendes. Para dar continuidade ao modelo do agronegócio catarinense, a ABPA criou um grupo técnico que estuda a questão do milho e da logística catarinense.

“Partimos da avaliação de que se não for resolvido o problema do milho, Santa Catarina vai perder competitividade. Aqui estão as melhores plantas, que exportam para o mundo. Este é um patrimônio que temos que preservar”, destaca.

A NOVA ROTA

Pelo novo trajeto, os caminhões carregados com milho partem do Porto 7 de Agosto, em Carlos Antonio López, no Paraguai, seguem em balsa pelo rio Paraná, chegando até o Porto Piray, na Argentina, e entram no Brasil pela aduana de Dionísio Cerqueira, no Extremo-Oeste de Santa Catarina. A Rota do Milho é resultado de intensas negociações protagonizadas pelo Governo do Estado, via Secretaria do Planejamento.

“Queremos provar que é possível o caminhão sair e chegar ao destino no mesmo dia”, diz Flávio Berté, sub-coordenador do Núcleo Estadual de Faixa de Fronteira, que coordenou as ações para a implantação da rota em conjunto com os governos paraguaio e argentino, Bloco Regional de Intendentes, prefeitos, alcaldes e empresários do Mercosul (Bripaem) e com o Fórum de Competitividade e Desenvolvimento para a Região Oeste.

Para a agroindústria catarinense, a Rota do Milho passa a ser uma das melhores alternativas para suprir a demanda do grão. Entidades ligadas ao setor garantem que, a partir de uma maior aproximação entre os países do Mercosul, poderão surgir novas possibilidades de negócios e parcerias.

"A Rota do Milho integra os países do Mercosul de forma mais direta, com mais inteligência e redução de custos. Hoje é melhor comprar milho no Paraguai do que no Mato Grosso, por exemplo. As cooperativas afiliadas à Fecoagro já são parceiras do Paraguai na compra de trigo, milho e farelo de soja. Além disso, abre uma via para exportação de produtos catarinenses, principalmente frutas e carnes", aponta Claudio Post, presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina (Fecoagro).

Para o diretor executivo do Sindicarne-SC, Ricardo Gouvêa, a Rota do Milho traz uma nova opção de fornecedor, economicamente mais atrativa para o setor. "O agronegócio catarinense depende de milho que hoje está vindo do Centro-Oeste, a uma distância de quase 2 mil quilômetros. Com a rota do milho, poderemos buscar esse milho mais perto e com uma redução de custos devido ao preço do frete."

Hoje, as agroindústrias catarinenses já trazem um milhão de toneladas de milho do Paraguai via Foz do Iguaçu e boa parte dessa quantidade pode começar a entrar no Estado por Dionísio Cerqueira. Gouvêa fala ainda sobre a possibilidade de ampliar as compras do país vizinho e diminuir a importação de milho do Centro-Oeste. "Se nós percebermos que é viável e tivermos um fluxo mais constante de milho entrando via Dionísio Cerqueira, poderemos aumentar a quantidade do grão importada do Paraguai", avalia.

“A Rota do Milho dará fôlego para o agronegócio catarinense, que hoje sofre com sérios problemas de logística para conseguir matéria-prima para as suas cadeias produtivas. Ela, literalmente, abrirá caminho para o desenvolvimento”, afirmou o secretário de Estado do Planejamento, Francisco Cardoso de Camargo Filho.

ADUANA DE DIONÍSIO CERQUEIRA

A porta de entrada em Santa Catarina dos grãos que sairão do Paraguai será a aduana de Dionísio Cerqueira. Paralelo à consolidação da Rota do Milho, continua a mobilização para melhorias da estrutura na fronteira com a Argentina, no Extremo-Oeste catarinense.

A estrutura da unidade da Receita Federal do Brasil em Dionísio Cerqueira conta atualmente com Área de Controle Integrado (ACI) Cargas; ponto de fronteira alfandegado para atender ao fluxo de turistas e comércio de fronteira; prédio sede da alfândega e três unidades jurisdicionais. Um movimento que une autoridades e a sociedade civil organizada está buscando melhorias na estrutura para ampliar a capacidade e o fluxo da aduana.

Atualmente, segundo informações do movimento “A Aduana é Nossa”, em Dionísio Cerqueira, os caminhões estariam migrando para estruturas do Rio Grande do Sul e do Paraná, onde o tempo para a liberação das cargas tem sido menor. Para garantir movimentação financeira, com aumento significativo na geração de renda e desenvolvimento para a região e para o Estado, o município calcula que seria necessária uma estrutura que comportasse, no mínimo, cinco mil caminhões por mês.

A unidade de Dionísio Cerqueira (considerando as unidades jurisdicionadas) dispõe de 10 auditores fiscais da Receita, 19 analistas tributários da Receita e seis servidores administrativos.

A ACI Cargas conta com 137 vagas para caminhões e oito vagas para conferência física de mercadorias. Por ser uma área de controle integrado, o local abriga representantes de órgãos brasileiros (Receita Federal do Brasil, Anvisa, Mapa, Cidasc) e argentinos (AFIP, Senada Gendarmeria Nacional, Migraciones).

Em 2017, o movimento médio de veículos na ACI-Cargas foi de 1,1 mil/mês.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Homem é agredido com golpe de foice em Herval d´Oeste

Foto:Delegacia de Joaçaba
Um homem teve a mão ferida com um golpe de foice no início da noite desta quarta-feira (27) no Loteamento Primavera, em Herval d´Oeste. A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar por volta das 19h15min na Rua Paulo Roberto de Brito.

No local, a guarnição conversou com uma testemunha que informou que os dois indivíduos estavam ingerindo bebida alcoólica quando se desentenderam.

O autor queria que a testemunha mentisse que a vítima tentou invadir sua casa. Ele foi detido enquanto que a vítima foi encaminhada pelos Bombeiros até a UPA para atendimento, e posteriormente à Delegacia para esclarecimentos.

Fonte: Caco da Rosa

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Agência da Receita Federal de Videira será fechada

Foto:Google
A Agência da Receita Federal (ARF) de Videira será fechada a partir do dia 6 de julho. A suspensão das atividades foi publicada na Portaria da Receita Federal do Brasil nº 898, de 21 de junho de 2018. A medida visa a contenção de despesas em decorrência do cancelamento de dotações orçamentárias no âmbito da Secretaria da Receita Federal do Brasil.

Em Santa Catarina, apenas a ARF/Videira será fechada, pois apresentou uma média diária de 36 atendimentos mês de maio/2018, o que representa 8% dos atendimentos realizados pela Delegacia da Receita Federal (DRF) de Joaçaba, da qual é jurisdicionada.

De acordo com a DRF/Joaçaba, os impactos para os contribuintes que eram atendidos pela Agência serão mínimos, pois os atendimentos presenciais vêm reduzindo cada vez mais frente à gama de serviços oferecidos no site da Receita Federal na internet, por meio de acesso ao Portal e-CAC.

Hoje o atendimento virtual corresponde a 90% dos atendimentos realizados. Além disso, em relação aos serviços de CPF, os órgãos conveniados (Correios, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil) continuarão oferecendo atendimento presencial na cidade.

Em caso de necessidade de comparecimento a uma unidade da Receita Federal, os atendimentos serão absorvidos pelo Centro de Atendimento ao Contribuinte (CAC) da DRF/Joaçaba e pela ARF/Caçador.

Nos próximos dias uma portaria regional será publicada orientando para onde os contribuintes que eram atendidos pela ARF/Videira devem se dirigir.

Fonte: Caco da Rosa

Policia apreende caminhão com 700 kg de maconha em Lages

Foto:PRF/Divulgação
Uma ação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e Polícia Civil resultou na apreensão de 700 kg de maconha na noite desta terça-feira (26), Dia Mundial de Combate as Drogas, na BR-116 em Lages. A droga estava em um caminhão Ford/Cargo de Curitiba, que foi abordado, por volta das 22h30min, em frente a um hotel às margens da rodovia.

Desde que a PRF recebeu a informação de que um veículo estava transitando com a droga do Mato Grosso do Sul em direção ao Rio Grande do Sul, vários pontos de monitoramento foram montados pelos policiais das três instituições nas rodovias do Oeste e Planalto Catarinense.

O motorista, de 33 anos, foi localizado no hotel. Ele entregou as chaves do Cargo e acompanhou a vistoria na carroceria, que estava carregada com paletes de madeira. Após a retirada da carga, os policiais encontraram o entorpecente, embaixo do assoalho do compartimento, sendo localizados 695 tabletes de maconha.

O condutor foi detido e encaminhado junto com o caminhão e a droga para a Divisão de Investigação Criminal de Lages, para responder por tráfico de drogas.

Somente em 2018, a PRF já apreendeu 146 toneladas de maconha nas rodovias federais brasileiras, número que corresponde a aproximadamente 2% de toda a maconha apreendida no mundo e mais da metade no Brasil.





Fonte: Caco da Rosa

Santa Catarina recebe seminário para debater fim do foro privilegiado


Nesta quinta-feira, Santa Catarina vai receber o seminário da Câmara dos Deputados que vai debater a PEC que extingue o foro privilegiado. A audiência será às 13h30 e ocorrerá no auditório do Tribunal de Contas do Estado, em Florianópolis.

Atualmente, 52 mil têm direito ao foro privilegiado, mas em maio o STF restringiu o alcance do foro privilegiado para deputados federais e senadores caso os crimes tenham sido cometidos durante o mandato e relacionados ao exercício do cargo.

Autor do requerimento para a realização do seminário, o deputado federal Jorginho Mello (PR) explicou que a discussão do fim do foro privilegiado deve continuar e a partir de agora debater sobre o privilégio para os outros cargos. “Falta restringir o foro privilegiado para 53 mil pessoas, entre prefeitos, governadores, juízes, ministros, procuradores, promotores, desembargadores e presidentes dos três poderes”, comentou.

Foram convidados para participar do seminário o governador Eduardo Pinho Moreira, os presidentes da Assembleia Legislativa, do Tribunal de Justiça, do Tribunal de Contas e do Ministério Público.

Fonte: Rafael Wiethorn

terça-feira, 26 de junho de 2018

Motorista abandona carona ferido após capotar veículo em Vargem Bonita

Foto:Bombeiros Catanduvas/Divulgação
O motorista de um Ford Escort, com placas de Irani, abandonou o veículo e o carona ferido após capotar por volta das 5h40min desta terça-feira (26) em Linha Coração, interior de Vargem Bonita.

Quando os Bombeiros chagaram ao local, encontraram apenas o carona, de 26 anos. O rapaz foi encaminhado ao Hospital Universitário Santa Tereza com suspeita de traumatismo crânio encefálico. O nome da vítima não foi divulgado.

A Polícia Militar foi acionada e identificou o condutor pelos documentos que ficaram no veículo.


Fonte: Caco da Rosa

Preço médio da gasolina cai pela terceira semana no país

Foto:Imagem ilustrativa
O preço médio da gasolina nos postos de combustíveis brasileiros caiu pela terceira semana consecutiva. Na semana encerrada em 23 de junho, o preço médio ficou em R$ 4,538 por litro, ou seja, 0,74% mais barato do que na semana anterior (R$ 4,572). A informação foi divulgada nesta terça-feira (26) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Desde a semana encerrada em 2 de junho, quando foi registrada a última alta, o combustível acumula queda de preço de 1,65%.

Diesel em queda

O diesel também registrou sua terceira queda consecutiva na semana finalizada em 23 de junho, quando passou a custar R$ 3,397 por litro. Da semana encerrada no dia 16 para a semana seguinte, a queda foi de 1,08%. Em três semanas, a redução de preço acumulada é de 11,26%, ou seja, de R$ 0,43, menos do que o prometido pelo governo: R$ 0,46.

O mesmo aconteceu com o diesel S10, que soma queda de 10,82% e passou a custar R$ 3,477 na semana passada (encerrada no dia 23).

O etanol hidratado, que na semana fechada em 23 de junho, custava R$ 2,92 por litro, registra quedas há duas semanas. Desde a semana encerrada em 9 de junho, o combustível acumula queda de 2,08%.

O gás natural veicular (GNV) registrou alta de 0,11% da semana do dia 16 para semana seguinte e passou a custar R$ 2,681 por metro cúbico.

Já o gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de botijão, também teve aumento de preço no período: 0,09%, passando a custar R$ 68,91 o botijão de 13 kg.

Fonte: Agência Brasil

Câmara aprova reinclusão de pequenos negócios no Super Simples

Foto:Deputado federal Jorginho Mello
A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira (26) o projeto de lei que permite a reinclusão de cerca de 500 mil micro e pequenas empresas ao Super Simples. Os pequenos negócios foram excluídos em janeiro deste ano, após o presidente Michel Temer vetar o Refis para o setor e as empresas ficarem desenquadradas do programa ao não terem como pagar os débitos.

O projeto do deputado federal Jorginho Mello (PR) foi aprovado por unanimidade e a decisão foi comemorada pelo parlamentar. “Talvez este seja o projeto mais importante do ano, pois vai permitir que essas 500 mil micro e pequenas empresas não fechem as suas portas e mantenham o emprego de duas milhões de pessoas”, enfatiza o presidente da Frente da Micro e Pequena Empresa. A tributação simplificado do Simples Nacional é cerca de 40% menor do que as das médias e grandes empresas do Brasil.

O projeto será agora encaminhado para análise do Senado Federal, mas o parlamentar vai entrar com regime de urgência para acelerar a tramitação na Casa Alta. Depois, o texto irá para a sanção presidencial e a Receita Federal regulamentará a reinclusão das micro e pequenas empresas no programa.

O veto

O Refis, programa de refinanciamento de débitos, para as micro e pequenas empresas foi aprovado pela Câmara dos Deputados e Senado Federal no final de 2017, mas o presidente Michel Temer decidiu vetar o projeto em janeiro de 2018. Os milhares de pequenos negócios com dívidas com a União foram excluídos do Super Simples ao não terem como pagar os débitos.

Em abril, o Congresso Nacional derrubou o veto presidencial e o Refis foi promulgado. A Receita Federal poderia, então, reinserir os excluídos no Super Simples, porém não o fez. “Logo após a derrubada do veto, a Frente da Micro e Pequena Empresa e o Sebrae fizeram a consulta e o pedido para a Receita Federal aderir os excluídos, mas a gana arrecadatória da Receita é muito grande”, esbravejou Jorginho Mello.

Fonte: Rafael Wiethorn/Assessoria de Imprensa

Atletas da Equipe Monte Team de Erval Velho participam do 3º Oeste Internacional de Jiu-Jitsu e conseguem medalhas


Por: Sabrina Teodoro

A Equipe Monte Team de Jiu-Jitsu que mantém uma filial na cidade de Erval Velho, participou neste domingo (24) do 3º Oeste Internacional de Jiu-Jitsu que aconteceu na cidade de Joaçaba. O Campeonato realizado pelo Circuito Open contou com aproximadamente 140 inscritos, a academia conseguiu uma excelente classificação ficando em 2º lugar geral por equipe, competidores de Erval Velho participaram do evento e trouxeram medalhas.

O atleta Cristiano Fiorese conseguiu a medalha de Bronze na categoria até 75 kg, Juliano Fiorese obteve a medalha de Ouro na categoria até 95 kg e medalha de Prata na categoria Absoluto, o atleta Marcos Bordin um dos mais novos participantes da equipe, teve a honra de participar do campeonato e trazer consigo a medalha de Ouro na categoria até 85 kg e José Angelo Bordin conseguiu a medalha de Bronze na categoria até 85 kg. Outros atletas da equipe Monte Team também conseguiram medalhas, confira:

Solano medalha de Bronze na categoria até 85 kg
Ariela medalha de Prata na categoria Feminina Peso Pena
Augusto Lovato medalha de Bronze na categoria até 77 kg e Ouro no Absoluto Juvenil
Diego Azevedo medalha de Prata na categoria Adulto Meio Pesado
Edilson medalha de Bronze na categoria Master 1 até 77 kg
Douglas Dias medalha de Bronze na categoria Adulto Peso Leve
Paulo medalha de Prata na categoria Adulto Super Pena
Jean Lemos medalha de Bronze na categoria Peso Pena
Anderson Miranda medalha de Bronze na categoria Master 1
Eider medalha de Prata na categoria Adulto Peso Pesado

O Professor Wellington Monte fundador da Equipe Monte Team conversou com o Jornalismo da Erval FM, declarando que o campeonato foi muito produtivo com ótimos resultados.