quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Proprietário do hotel destruído por incêndio em Fraiburgo fala sobre o incidente e futuro do empreendimento

Passado o susto, é a hora de contabilizar os prejuízos e pensar na reconstrução. Desta maneira o proprietário do Hotel Renar e Biz Hotel, Edson Ziolkowski, se manifestou na manhã desta quarta-feira (7), após o incêndio registrado no final da noite dessa terça-feira em Fraiburgo. O empresário estava em Florianópolis no momento do acontecido e assim que soube do incidente se deslocou para o meio oeste catarinense. Hoje (7), equipes de engenheiros, eletricistas e bombeiros ainda realizam vistorias no Renar e Biz. O laudo que deverá apontar as causas do incêndio no Biz poderá demorar até 30 dias para ser emitido. Funcionários perceberam que o fogo iniciou no salão principal do hotel. Em poucos minutos, as chamas tomaram os três andares do hotel, praticamente nada sobrou.

Segundo Edson, neste dia será verificada a real situação. Além do hotel, os pertences dos 15 hóspedes que estavam no local foram consumidos e um carro que pertence a uma seguradora. “O mais importante de tudo é que não houve vítimas, isso nos dá coragem para enfrentar e começar tudo de novo”, disse o empresário. O Biz possuía cerca de 70 quartos, trata-se de uma ala do Hotel Renar que foi remodelada com o objetivo de tornar mais popular, porém Biz e Renar são interligados e dividem boa parte da estrutura física.

Ainda de acordo com o empresário Edson, a presença de engenheiros no local nesse dia, é para que emitam o laudo de se há condições de reaproveitar a estrutura física que sobrou, ou se é necessário desmanchar tudo. De acordo com ele, o foco agora é a reconstrução.

Mesmo que não tenha sido diretamente atingido, o Hotel Renar também não está atendendo no momento, pois por exemplo, não há energia elétrica. Outra preocupação do grupo, é verificar se o hotel possui condições de voltar a atender no final de semana. “ Tínhamos uma hospedagem lotada para o final de semana de Carnaval aliado a colheita da maçã. Vamos ver agora como vamos fazer, se o Renar volta a atender ou se iremos hospedar esses clientes em hotéis da região”, comentou Edson.

O incêndio não deverá afetar apenas a economia do grupo de hotéis, mas deverá influenciar também em Fraiburgo, uma vez que o local tradicionalmente recebe turismo de negócios, com a realização de eventos. “Nós temos um pequeno seguro do empreendimento, vamos ver agora o que é possível fazer”, destaca.

Fonte: Portal Terra da Maçã

Nenhum comentário:

Postar um comentário