sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Joaçaba atende quase 300 pessoas com diagnóstico de HIV positivo

Foto:Imagem ilustrativa/Internet
Atualmente o ambulatório de IST/AIDS e Hepatites Virais do município de Joaçaba atende aproximadamente 280 pacientes com diagnóstico de HIV positivo de Joaçaba e região. Todos esses pacientes tem o acompanhamento e tratamento necessário disponível.

Para alertar sobre a importância da prevenção contra a AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), a Secretaria Municipal de Saúde de Joaçaba realiza campanhas de prevenção periodicamente, além de distribuir preservativos e materiais informativos nas unidades de saúde.

O QUE É HIV/AIDS

O HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) é o vírus que causa a doença AIDS.

Quando o HIV entra no corpo, ele prejudica as células de defesa da pessoa. Essas células são chamadas CD4, que são parte importante do sistema imunológico e ajudam o corpo a lutar contra infecções e doenças. Quando essas células não funcionam bem, a pessoa tem maior probabilidade de ficar doente.

A AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) se desenvolve quando a imunidade do paciente fica muito prejudicada e apresenta uma variedade de sintomas e infecções oportunistas.

Uma pessoa pode ser infectada pelo vírus do HIV por muito tempo e ficar assintomática antes que desenvolva a AIDS.

SINAIS E SINTOMAS

Quando o paciente desenvolve a AIDS, ela não se manifesta da mesma forma em todas as pessoas. Entretanto, os sintomas iniciais são geralmente semelhantes e comuns a várias outras doenças, como:

- Febre;

- Emagrecimento muito rápido;

- Cansaço (sem esforço físico);

- Diarreia constante;

- Manchas na pele.

Com a progressão da doença e com o comprometimento do sistema imunológico da pessoa, começam a surgir então às doenças oportunistas, como: tuberculose, pneumonia, alguns tipos de câncer, candidíase e infecções do sistema nervoso (toxoplasmose, por exemplo).

COMO PREVENIR

- Usando sempre camisinha em todas as relações sexuais (oral, vaginal, anal);

- Usando agulhas e seringas descartáveis;

- As gestantes infectadas pelo vírus do HIV devem usar os medicamentos antirretrovirais para prevenir a transmissão vertical e não amamentar;

- Cuidados gerais ao manejar sangue,

É POSSÍVEL VIVER BEM COM HIV/AIDS

Atualmente, existem os medicamentos antirretrovirais que não curam, porém aumentam a sobrevida dos pacientes. É fundamental seguir todas as recomendações médicas e tomar os medicamentos conforme a prescrição, é o que chamamos de adesão, ou seja, aderir ao tratamento e usar preservativo em todas as relações sexuais.

OUTROS CUIDADOS NECESSÁRIOS

O preservativo protege de outras infecções sexualmente transmissíveis (IST), como por exemplo, hepatite e sífilis. Todas as pessoas que já tiveram ou tem relação sexual sem o uso do preservativo, ou passarem por alguma situação de risco, devem realizar o teste rápido de HIV, sífilis, hepatites B e C. Está disponível em todas as unidades de saúde. O teste é rápido, seguro e sigiloso.

Fonte: Marivania Carvalho da Silva/Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário