sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Pirâmides financeiras fazem novas vítimas na região

Novos boletins de ocorrência foram registrados nessa semana na Delegacia de Polícia de Concórdia por vítimas de uma suposta pirâmide financeira. As vítimas relataram que teriam investido R$ 5 mil com a promessa de receber R$ 40 mil em contrapartida.

A Polícia Civil deverá investigar o fato na tentativa de identificar os envolvidos no crime contra a economia popular. Em Seara, três pessoas foram presas recentemente por envolvimento em pirâmides financeiras, como Sistema de Autoajuda e Giro Solidário.

Em todos os casos, as vítimas são convidadas a repassar valores com a promessa de receber até o triplo do valor investido. Entretanto, depois de um tempo, as pirâmides financeiras encerram sem o repasse do valor prometido ou a devolução do montante supostamente investido pela vítima.

Nos casos mais recentes, a pirâmide financeira tinha toda a estruturação feita através da internet, principalmente pelo aplicativo WhatsApp. Grupos eram criados e as pessoas incluídas em uma lista. No entendimento de alguns julgados judiciais, a pirâmide financeira constitui método de captação de recursos voltado para ludibriar as vítimas com promessa de ganho fácil.

Fonte: Atual FM


Nenhum comentário:

Postar um comentário