sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Marido suspeito de matar mulher a facadas em Chapecó é preso no RS

Segundo polícia, ele estava escondido em Erechim (RS) desde o dia do crime.


O marido suspeito de matar a mulher a facadas em Chapecó, no Oeste catarinense, na segunda-feira (6) foi preso preventivamente na noite de quarta (8) em Erechim (RS), informou a Polícia Civil. Até a manhã desta sexta-feira (10) ele não havia sido ouvido pela Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami).

"Ficou escondido em Erechim desde o dia do fato, não sabemos se na casa de parentes", dissee o delegado Luiz Shaefer, que investiga o caso.

O homem de 33 anos foi preso com apoio da Brigada Militar do Rio Grande do Sul. Até a manhã desta sexta-feira (10) ele continuava detido no estado gaúcho.

Maria Madalena Bruno, de 39 anos, foi morta a facadas dentro de casa por volta das 3h da madrugada. A cunhada da vítima presenciou o irmão esfaquando a mulher. Uma filha do casal, de 13 anos, viu a mãe caída e o pai fugindo. De acordo com a Polícia Militar, ele fugiu de bicicleta.

Segundo o delegado Shaefer, o casal estava junto havia 14 anos. A mulher e a irmã dele já tinham sido agredidas pelo suspeito, mas não registraram boletim de ocorrência. O suspeito também já era réu por homicídio.

Na residência no bairro Pinheirinho morava o casal com o três filhos, duas meninas de 3 e 13 anos e um menino de 8 anos, a irmã do suspeito e quatro filhos dela.

De acordo com a Dpcami de Chapecó, esta é a oitava morte violenta de mulher em Chapecó em 2017 e o sétimo caso registrado como feminicídio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário