quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Homenagem à Chapecoense reúne milhares de pessoas

Foto:Karina Echer/Clic RDC)
Em homenagem ao primeiro ano da maior tragédia do esporte brasileiro, torcedores e familiares das vítimas da delegação da Chapecoense se uniram na Arena Condá, em Chapecó, para uma vigília de fé e solidariedade.

Diversas manifestações de torcedores marcaram o início da noite da terça-feira (28), mas a programação oficial, organizada pela Diocese de Chapecó, iniciou a meia noite com um culto ecumênico no local.

No campo da Arena Condá, 71 canhões de luz, foram direcionados ao um ponto de encontro no centro do campo, para simbolizar cada vítima do acidente aéreo. Na arquibancada, famílias de torcedores vestidos de branco e com a camiseta do verdão, carregavam velas em simbologia à luz e respeito às vítimas.

A celebração durou cerca de 15min. Logo após, os torcedores e os familiares foram convidados a seguir em até a Catedral Santo Antônio, centro de Chapecó. A vela pasqual, seguida de outras 71 velas nas cores verdes, guiaram a vigília até o local. A torcida seguiu pelas ruas da cidade, com faixas e bandeiras em uma procissão silenciosa.   

Na catedral, os torcedores e familiares receberam uma vela, que durante a cerimônia, que iniciou as próximo à 1h, foram acesas. As 01h15 da madrugada, horário em que o avião que levava a delegação da Chapecoense caiu em solo Colombiano na madrugada do dia 29 de novembro de 2016, o sino da matriz badalou por cerca de 5min.

A celebração na Catedral Santo Antônio durou cerca de uma hora. Após o encerramento, iniciou nesta quarta-feira (29) a vigília que se estenderá durante o dia, em homenagem às vítimas.




Fonte: Clic RDC

Nenhum comentário:

Postar um comentário