segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Santa Catarina terá programa de identificação de origem de hortifrutigranjeiros


Mais uma vez, Santa Catarina inova e cria mecanismos para garantir a qualidade dos alimentos produzidos no Estado. O Programa e-Origem surge para que os consumidores possam saber a origem de frutas, verduras e legumes cultivados em solo catarinense, além de dados sobre o uso de agrotóxicos nos alimentos. O governador Raimundo Colombo e o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, farão o lançamento oficial do Programa no dia 18 de outubro, às 16h, na sede da Ceasa/SC.

O e-Origem trará um registro da movimentação dos vegetais ao longo de toda cadeia produtiva, desde o produtor até o comércio. Além disso, irá facilitar o monitoramento do uso de agrotóxicos nos hortifrutigranjeiros e também atender a uma demanda dos consumidores, cada vez mais interessados em saber quem produz seus alimentos.

Para aderir ao Programa, os produtores rurais devem se cadastrar no Sistema da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), onde irão inserir as informações sobre cada produto. Esse banco de dados irá gerar uma etiqueta que deve ser colada na embalagem.

A verdade é que as regras do e-Origem não são novas e as obrigações do produtor passam a ser: o cadastro do produtor primário no Sistema e-Origem, a rotulagem do produto e realizar a comercialização utilizando a nota fiscal de produtor.

Fonte: Assessoria de Imprensa



Nenhum comentário:

Postar um comentário