segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Chuva e vendaval provocam estragos em cidades do Oeste

(Foto: Defesa Civil/Divulgação)
Pelo menos oito cidades do Oeste de Santa Catarina registraram estragos por causa da chuva e vento forte entre a tarde de domingo (29) e a madrugada desta segunda-feira (30). Casas foram destelhadas, ruas ficaram alagadas e árvores caíram em São Miguel do Oeste, Dionísio Cerqueira, Tangará, Seara, Concórdia, Palmitos e Arabutã.

Em Irani, a queda de árvore e de pedras na BR-153 chegou a provocar dois acidentes.

De acordo com a Secretaria de Estado da Defesa Civil, mais de 700 pessoas foram afetadas de alguma maneira e mais de 180 residências foram atingidas.

Acidentes

Por volta das 6h desta segunda-feira, os bombeiros voluntários de Irani foram acionados por causa de uma árvore que caiu no km68 da BR-153. Enquanto se deslocavam para o corte da árvore, foram novamente acionados porque um veículo bateu no tronco.

O motorista de 38 anos relatou aos bombeiros que não viu a árvore e que os demais motoristas também não deram sinal de luz. Ele foi atendido no local e não precisou ser hospitalizado.

Por volta da 1h da madrugada, os bombeiros também foram acionados porque a chuva fez com que algumas pedras desmoronassem na BR-153. Um caminhão acabou colidindo contra as rochas. O motorista não se feriu com gravidade. Os bombeiros retiraram as pedras e a árvore.

Estragos

Segundo a Defesa Civil, em São Miguel Do Oeste, os bombeiros foram acionados para 55 ocorrências do domingo, dentre elas cortes de árvores e destelhamento em residências.

Em Palmitos, pelo menos 180 residências tiveram telhados danificados, além de duas escolas, duas creches, três torres de internet e uma torre de rádio. As ocorrências por causa do vento forte foram por volta das 17h.

Já em Concórdia o vento destelhou casas e derrubou árvores por volta das 18h30. De acordo com os bombeiros voluntários de Concórdia, pelo menos 11 residências precisaram receber lonas.

Já em Seara, uma enxurrada por volta das 18h causou alagamentos e derrubou um muro que afetou duas residências. Houve queda de árvores nas SC-283 e na SC-155. A SC-283 chegou a ficar em meia pista com pequenas rochas na rodovia. Ainda conforme o Corpo de Bombeiros, a garagem de um edifício no Centro ficou alagada.

Em Dionísio Cerqueira também teve registro de pontos de alagamento por causa na chuva forte no domingo.

Em Tangará, a chuva acompanhada de vento danificou residências e derrubou árvores por volta das 19h30.

Em Arabutã, o vento derrubou uma árvore em cima de uma casa. Ninguém ficou ferido. Houve ainda queda de árvore na SC-283 e na SC-154, segundo a Defesa Civil estadual.

(Foto: Defesa Civil)


 (Foto: Bombeiros voluntários Irani/Divulgação)

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário