quinta-feira, 1 de junho de 2017

Diretor de Infraestrutura do Estado garante que queda de pilar não compromete segurança de ponte do Contorno Viário

A queda de um dos pilares centrais da futura ponte do Contorno Viário na manhã desta quarta-feira, dia 31, causou preocupação da comunidade. Muitos questionam a qualidade da estrutura que está sendo construída pelo Consórcio Vias do Vale, através de empresas parceiras nas águas do Rio do Peixe e que irá desviar principalmente o tráfego pesado de veículos da área central de Capinzal e Ouro.

Em entrevista concedida ao departamento de jornalismo da Rádio Capinzal, o Diretor de Infraestrutura de Santa Catarina, José Abel da Silva, tranquilizou a população ao dizer que todas as providências serão tomadas e que a queda de um dos pilares não quer dizer que toda estrutura corre risco.  

Silva explica que os pilares que sustentam as vigas são interligados por uma viga de transição, de modo que um da sustentação ao outro, sendo que apenas os dois pilares centrais ainda não haviam sido conectados pela viga transversal e, por conta da forte correnteza do rio, a estrutura de um deles não suportou a pressão das águas.

“A providência que a gente está tomando agora é de chamar o engenheiro projetista pra ele fazer uma vistoria in loco, para ver se este pilar que está em pé vai ter a capacidade de continuidade, senão, a gente vai ter que derrubá-lo e refazer o serviço. Evidente que o pilar que caiu será refeito”, explicou Silva que acrescentou que o Estado não terá nenhum prejuízo financeiro com o ocorrido, sendo de responsabilidade da empresa contratada.

Fonte: Rádio Capinzal

Nenhum comentário:

Postar um comentário