quarta-feira, 17 de maio de 2017

Polícia prende suspeito de atear fogo em escritório de advogado e atirar contra a família dele

A Polícia Civil, através da sua Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Chapecó, prendeu preventivamente, na tarde de ontem (16), por roubo qualificado em decorrência da lesão grave, incêndio e corrupção de menores, E. R. F., de 23 anos de idade, que estava foragido deste o final do mês de março, quando os crimes ocorreram.

Na noite de domingo do dia 26/03/2017, quatro indivíduos chegaram à residência de um advogado, nesta cidade de Chapecó, e, mediante violência e grave ameaça, subtraíram diversos objetos materiais. Duas vítimas, na ocasião, foram alvejadas com disparos de arma de fogo oriundos de uma espingarda de calibre 12 (doze).

Não satisfeitos, os criminosos teriam se dirigido ao escritório de advocacia da vítima e promovido o incêndio no local. Em decorrência da ação, um dos autores, identificado como sendo um adolescente de 17 anos de idade, acabou se ferindo com as chamas do fogo, dando entrada na UPA de Chapecó para atendimento médico, tornando possível a sua identificação.

Depois de concluída o procedimento investigatório pela Polícia Civil, foi possível a representação pela expedição do mandado de prisão em desfavor do investigado E. R. F., que, após ser preso por agentes da DIC, foi conduzido ao Presídio Regional de Chapecó, onde permanece à disposição da Justiça.

Fonte: Assessoria de Imprensa Divisão de Investigação Criminal de Fronteira de Chapecó

Nenhum comentário:

Postar um comentário