quinta-feira, 30 de março de 2017

Polícia Civil encontra criança que esteve longe da mãe por dois anos

Foto:Divulgação
A Delegacia de Polícia de Pessoas Desaparecidas de SC (DPPD), pôs fim a angústia que acompanhava uma mãe que procurava seu filho desde 2015, quando o pai levou a criança de 3 anos para São Bento do Sul e não teve mais contato com a mãe, que possuía a guarda legal.

A criança havia sido levada no dia 14 de maio de 2015. O processo judicial corria na Comarca de São Bento do Sul e a mãe conseguiu um mandado de busca do menor, mas as pistas eram escassas.

Nesta semana, entretanto, uma pequena pista foi repassada à DPPD. A informação indicava o paradeiro da criança na cidade de Paranaguá, no Paraná. Rapidamente, a equipe fez contato com a mãe do menor e com o juízo da comarca de São Bento do Sul para que todas as medidas judiciais fossem cumpridas.

De posse do mandado de busca e apreensão, os policiais se deslocaram até o Paraná e recuperaram o menor, que estava com o pai e o avô. O pai acatou o cumprimento da medida judicial.

O paradeiro

No período em que esteve desaparecida, a criança, o pai e o avô moraram nos Estados da Bahia e São Paulo, claramente para dificultar o trabalho da Justiça. "Questões familiares, disputas judiciais pela guarda e amparo de menores são comuns em nosso cotidiano, mas não são normais, pois trazem traumas emocionais que dificilmente poderemos mensurar", diz o Delegado Titular da especializada, Wanderley Redondo.  O delegado ainda complementou: "A agilidade da equipe no deslocamento e gerenciamento das informações foi crucial neste caso assim como tem sido em tantos outros".

Os policiais da DPPD garantem que postagens em rede social, no site da Delegacia, as informações recebidas e prestadas via telefone e whatsapp, unidas à boa vontade de muitas pessoas, tem ajudado a equipe a desempenhar seu papel no Estado de Santa Catarina, devolvendo às famílias a paz que tanto buscam. "Às vezes, a solução do caso não é o que esperamos, mas esse nos encheu de alegria", finalizou o delegado Wanderley.  

Fonte: Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário