quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Municípios do Oeste e Meio-Oeste lideram lista dos que mais recuperaram a Mata Atlântica em SC

Ponte sobre o Rio Uruguai, numa região com intensa vegetação em Concórdia, líder em recuperação da Mata Atlântica


Dos 10 municípios que mais contribuíram para a regeneração da Mata Atlântica em Santa Catarina nos últimos 30 anos, oito são das regiões Oeste e do Meio-Oeste. Segundo a Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Concórdia foi a cidade que apresentou mais áreas restauradas no período avaliado, num total de 971 hectares, seguido da de Campos Novos (711 hectares), Lebon Régis (642 hectares), Dionísio Cerqueira (538 hectares) e Tangará (458 hectares).

Completam a lista os municípios de Chapecó, Irani, Herval d'Oeste, Itaiópolis e Caçador. Juntas, as 10 cidades recuperaram uma área superior ao território de Balneário Camboriú, no litoral norte catarinense. Os dados fazem parte do Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica, que monitora a distribuição espacial do bioma, e foram divulgados nesta segunda-feira. 

O estudo identificou a regeneração de 24.964 hectares, ou o equivalente a 249,64 quilômetros quadrados, entre 1985 e 2015 em Santa Catarina. A área é equivalente a um pouco menos do que todo o território de Ilhota, no Vale do Itajaí, e pouco mais da metade da Ilha de Santa Catarina. 

Fonte DC

Nenhum comentário:

Postar um comentário