segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Corpo esquartejado foi transportado de carrinho de mão, diz autor de assassinato

O suspeito de ter assassinado e esquartejado o corpo de Laércio Chiamentti (55) confessou à polícia que transportou os restos mortais até o local para desova no acesso à Linha Santa Catarina com um carrinho de mão. O crime ocorreu em uma propriedade rural onde o suspeito de iniciais J.M., 47 anos, morava há 30 dias de favor.

Os dois se desentenderam depois de ingerir bebida alcoólica. Chiamentti foi asfixiado e depois esquartejado na sala do imóvel. O autor usou um serrote, segundo informações que ele mesmo repassou à polícia.

A identificação do autor foi feita pelo sargento Klaus da Polícia Rodoviária Estadual. Parte do corpo foram encontradas às margens da estrada de terra de acesso à Linha Santa Catarina. Já a cabeça estava abandonada em outro ponto para evitar a localização e prejudicar a identificação da vítima.

O Instituto Geral de Perícia também foi acionado e foi ao local recolher os materiais que foram usados no crime (corda e serrote). Nesta segunda-feira, dia 13, o IGP deverá retornar ao imóvel para tentar localizar vestígios de sangue da vítima.

Depois de matar Chiamentti e esquartejar o corpo autor de 47 anos teria lavado a sala da casa. Um material especial será usado para tentar localizar o sangue da vítima na residência.

Fonte: Rádio Atual FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário