quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Homem enciumado tenta matar policial civil na Delegacia de Joaçaba

Foto:Delegacia Regional de Joaçaba
O ex-marido de uma policial civil foi ferido com um tiro na perna direita após tentar matar um policial na tarde desta terça-feira (6), em Joaçaba. O disparo foi efetuado pelo delegado regional, Daniel Régis. A confusão se deu nos fundos da Delegacia, e a troca de tiros assustou quem aguardava para ser atendido na Ciretran, e quem passava pela Rua Tiradentes por volta das 15h.

Bombeiros, IGP e diversas viaturas da Polícia Militar foram deslocadas para o local. Após a perícia, o gerente do IGP João Barmeche, comentou que foram sete disparos, sendo quatro dos fundos para frente (autor) e três disparos da frente para trás (delegado). “O que nos chama a atenção é o fato de o delegado Régis ter atirodo sempre de cima para baixo, mirando os membros inferiores. O que significa que é uma pessoa realmente preparada”, disse Barmeche, ao confirmar que o homem usou arma e munição da própria polícia.

Daniel Régis preferiu não se pronunciar sobre o ocorrido, deixando a cargo do delegado Antônio Lucas, que encaminhou nota à imprensa após interrogar o autor. O advogado Marco Antônio Vasconselos Alencar Junior foi chamado pelo envolvido para acompanhar o caso, e informou que já requisitou as imagens.

NOTA

Na data de hoje, por volta das 15h, um indivíduo, marido de uma policial lotada na delegacia regional, adentrou no pátio (garagem) da 11ª DRP de Joaçaba portando uma arma de fogo. O referido indivíduo abordou dois policiais civis que chegavam no local, realizando vários disparos contra eles. Os policiais tentaram inúmeras vezes verbalizar para que o autor entregasse a arma, porém transtornado, voltou a realizar novos disparos, desta vez em direção ao delegado Régis, o qual chegou no local após ouvir os disparos, sendo que atrás de uma pilastra, realizou disparos contra o autor, atingindo a sua perna. O criminoso ainda tentou empreender fuga, porém foi impedido pelos policiais. Com o autor foi apreendido uma pistola 640, marca Taurus, calibre .40, pertencente a sua esposa policial. A motivação para conduta é de fundo passional, já que estava em processo de separação.

O autor foi identificado como S. M. S, o qual será autuado pelo crime de homicídio qualificado, na forma tentada e porte de arma de fogo de uso restrito.















Fonte: Caco da Rosa


Nenhum comentário:

Postar um comentário