quinta-feira, 5 de maio de 2016

Vereadores comentam participação na Marcha em Brasília

Urgência na implantação do Pacto Federativo e urgência na realização dos testes necessários para a liberação pela ANVISA da Fostoetanolamina, a chamada pílula do câncer. Estas são duas das 14 sugestões que integram a Carta dos Vereadores do Brasil, documento elaborado durante a XIV Marcha dos Vereadores, evento realizado na capital federal entre os dias 26 e 29 de abril e que contou com a participação de quatro vereadores de Joaçaba.

Entre os mais de 1.300 participantes estavam os vereadores Éber Bündchen, Vilmar Zílio, Chico Lopes e Ademir Righi. Com programação extensa, o evento teve palestras, mesas de debate e fóruns de discussão. Entre os temas abordados, Agricultura e Cooperativismo no Desenvolvimento Municipal, Prestação de Contas de Câmaras, A Importância da Função do Vereador Para a Retomada da Política Brasileira, Cenário Econômico e Seus Desafios, entre outros.

Um dos atos mais marcantes foi a elaboração da Carta dos Vereadores do Brasil em Defesa da Ética, do Pacto Federativo e do Municipalismo. O Vereador joaçabense Éber Bündchen foi o Co-relator do documento que apresenta 14 sugestões para um Brasil Melhor. O documento foi entregue ao vice-presidente da República Michel Temer,  ao presidente do Senado, Renan Calheiros, e ao presidente da Câmara Eduardo Cunha.    

Para o vereador Éber, trata-se de uma experiência ímpar. “Ter um representante de Joaçaba na comissão de elaboração deste documento é um fato relevante, pois, esta comissão representa todos os milhares de vereadores brasileiros e o documento sintetiza o que acreditamos ser importante para fortalecer as instituições e o país”, afirmou Éber.  

Em pronunciamento em sessão desta terça-feira (03), o vereador Ademir Righi reforçou a importância de que os vereadores se mobilizem em função da aprovação do Pacto Federativo que, na prática, é a melhor distribuição dos impostos arrecadados entre governo federal, estadual e municípios. Segundo ele, a atual conjuntura tributária brasileira é demasiadamente injusta. Do total de impostos arrecadados no Brasil, 64% ficam com a União, 22% com os Estados e 14% para os municípios. “Na minha opinião, a divisão dos impostos deveria seguir o critério inverso, pois, é no município que as pessoas moram e necessitam de bons serviços públicos”, afirmou Righi.

Chico Lopes disse que participar de um evento de tamanha importância acrescenta muito na forma como o vereador pode colaborar para tornar o município cada vez melhor. Ele reforçou, em seu pronunciamento, a necessidade de que os estudos com a Fostoetanolamina tenham continuidade e comentou sobre a visita feita a Rádio Câmara, um serviço que pode ser trazido para Joaçaba com baixo custo.

Vilmar Zilio também comentou sobre a importância do Pacto Federativo, das 14 ações que integram a Carta dos Vereadores do Brasil e ainda sobre a confirmação de recursos a serem disponibilizados pelo Ministério da Saúde para a Secretaria de Saúde do município de Joaçaba.

Fora do horário da programação do evento, os vereadores visitaram deputados de Santa Catarina e protocolaram solicitação de recursos para o município de Joaçaba. Já junto ao deputado Celso Maldaner os vereadores cobraram a liberação da emenda parlamentar no valor 500.000,00 para o Hospital Universitário Santa Terezinha. Acompanhados pelo assessor do deputado, os vereadores estiveram no Ministério da Saúde onde verificaram que a referida emenda já está protocolada e será empenhada em breve.   



Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário