sexta-feira, 28 de outubro de 2011

CINEMA E NOSTALGIA DÃO O SABOR AO FIM DE SEMANA DE MAFRA


O Centenário da Ferrovia São Paulo – Rio Grande será rememorado neste Fim de Semana em Mafra. O motivo da comemoração é a projeção cinematográfica de Memorável Trem de Ferro, no auditório da UnC Mafra. O evento é resultado de uma parceria entre a VMS EL Virtual TV, empresa produtora do filme, o Departamento de Pesquisa, Extensão, Cultura e Pós Graduação e a Coordenação do curso de História.
As sessões acontecem na manhã de Sábado, dia 29, em horários alternativos. O público alvo são os universitários, além de alunos da rede pública de educação, e comunidade local.
Memorável Trem de Ferro é um filme do gênero documentário. Trata-se de uma verdadeira viagem pelo mundo à vapor, relembrando uma época que o país seguia o caminho dos trilhos de ferro, em que o trem era o principal meio de transporte. Cenário de saudades e lembranças misturadas a modernidade; a história de uma das principais ferrovias do mundo saiu dos livros e do imaginário popular para ganhar a grande tela.
Na semana que passou a obra foi exibida no auditório da UnC Concórdia (SC), onde cerca de 2 mil universitários puderam se encontra com a história regional na grande tela.
Mafra também tem sua história ligada ao Contestado e a Ferrovia São Paulo – Rio Grande: O extrativismo da erva mate e da madeira trouxe desenvolvimento para a região, que foi conseguindo autonomia econômica, até se tornar cidade em 1917, depois da Guerra do Contestado. Antiga Estação Ferroviária de Mafra. Neste período estava em construção a estrada de ferro, ligando Porto União a São Francisco do Sul, cuja linha passa pela centro da cidade de Mafra, ramal da Estrada de Ferro São Paulo Rio Grande. Tal fato contribuiu para o desenvolvimento econômico da região. Já nos anos 60 do século XX, houve a construção de uma nova linha ferroviária, ligando Mafra à Lages, chamada de Tronco Principal Sul. Estas duas linhas atualmente são administradas pela empresa ALL que mantém no município um grande complexo para manutenção de vagões e trens.
O filme concebido em película digital permeia esse história, servindo-se do que há de mais moderno em câmeras e softwares de última geração. Com uma produção orçada em cerca de 200 mil reais é o primeiro documentário da região Sul lançado no mercado em blu-ray.
A produção tem como principais patrocinadores a Prefeitura de Piratuba, Secretaria de Turismo de Piratuba – SC, ABPF – Associação Brasileira de Preservação Ferroviária, Faculdade Fafit, Hotel Kirst, além de várias outras empresas privadas. Informações sobre os horários das sessões podem ser obtidos com a professora Simone Moreira Paes no departamento de Pesquisa, Extensão, Cultura e Pós Graduação da UnC - Universidade do Contestado - Mafra/SC, pelo fone: (47) 3641-5554. A entrada é gratuita e a censura é livre para todas as idades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário